Mais um Recorde Trágico

Mais uma vez Brasil está nas manchetes da imprensa mundial como se fosso um outro Bangladesh. E por quê?

Porque mais uma vez o Estado, quer dizer os políticos e governantes responsáveis, brilharam como sempre pela omissão e descaso, causando a maior tragédia do Brasil com mais de 635 mortos e mais de 14.000 desabrigados somente na região serrana do Estado do Rio de Janeiro, nos últimos dias.

Em poucas horas, uma região montanhosa, conhecida pela beleza natural e atração turística, se transformou num inferno de desespero e destruição.

Nova Friburgo, Petrópolis e Teresópolis, cidades históricas dos tempos do Império, sempre sofreram de temporais em virtude da situação topográfica e já tiveram suas catástrofes no passado. Nos anos 60, por exemplo, morreram nesta região aproximadamente 300 pessoas pela violência da natureza. Na mesma década morreram mais de 400 pessoas em Caraguatatuba.

Mas seria infame e enganoso dos responsáveis e governantes de usar a expressão “causas naturais”, pois mesmo considerando a violência das chuvas excepcional, esta maior tragédia do Brasil foi previsível e esperado, pois fenômenos atmosféricos deste gênero se repetem todos os anos entre Dezembro e Março inevitavelmente e cada vez com maior violência, por que ninguém controla e planeja a construção habitacional selvagem e desenfreada em áreas de risco.

Cabe sim a responsabilidade ao Estado de evitar ocupações descontroladas das encostas, seja nesta região ou em qualquer lugar do Brasil, mas presta um pouco de dinheiro e as autoridades responsáveis corruptas fecham os olhos, abrindo as portas para os próximos desastres.

É um fato comprovado que a prevenção custa somente ridículos 10 % dos evitáveis catástrofes e danos posteriores. Meios financeiros não faltam, mas é um outro fato real e ultrajante que menos da metade das verbas federais para prevenção de desastres foram aplicadas em 2010.

Todo este capitulo é um lamaçal de roubalheira e corrupção entre pagamentos e atrasos, respectivamente retenção de recursos já prometidos, dependendo dos Estados, políticos e regiões sendo amigos ou inimigos políticos. Veja só um exemplo: Geddel Vieira, ex-ministro da Integração Nacional, destinou em 2009 50 % das verbas nacionais para seu Estado de Bahia.

Não se trate de incompetência técnica, mas falta de vontade política de evitar ocupações e realizar removações das áreas ameaçadas, pois assim se cria de uma maneira barata e suja redutos eleitorais, sem se preocupar com os danos e tragédias posteriores. Assim agiu em São Paulo a antiga Prefeita Erundina do PT, quando ela permitiu a ocupação desenfreada da área protegida dos mananciais em volta da represa Guarapiranga, sem dar as mínimas condições de saneamento básico. Resultado: destruição da natureza e poluição da água, bem como uma favela atras da outra, criminalidade, doenças e pobreza.

O que se ver em todo território nacional é a mesma coisa:
Omissão criminosa das autoridades!

E depois sempre as mesmas imagens: Políticos lamentando as tragédias e promessas vazias de melhorias.

São cínicos, são mentirosos! Eles não estão nem aí para as vitimas e o povo! Este é a realidade!

Esta é a corja em que você votou! E agora caiu no congresso ate a lei da FICHA LIMPA. Os Deputados Federais não deram seu aval!

E ver se a imprensa “livre e democrática” fala uma única palavra sobre isso. Esta é uma VERGONHA!

Imagem: sindicotv.net, fmanha.com.br, diocesecampomourao.com.br, G1 Globo,

Anúncios
Categorias:Astrología e Horóscopo, Dever do Estado, Manipulação, POLÍTICA Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: