Arquivo

Archive for julho \29\UTC 2011

Karma e Reencarnação: Superar a Cegueira Espiritual (3)

julho 25, 2011 2 comentários

Existe cruz mais pesada do que pode ser carregada?

Ultimamente vejo muitos destinos de vidas tão sofridas que fiquei com pena. O que significa isso? E o que posso fazer para ajudar?

No outro lado, já senti inveja da felicidade de outros e desejei de viver como eles. Tive um amigo que sempre vivia feliz, sem grandes problemas e cheio de vida. Também senti inveja e de repente uma doença grave o matou em poucos meses. A questão é que, si eu não tivesse meus problemas, mas os dos outros, estaria mais feliz ou já morto como o amigo? Quantas pessoas aparentemente muito mais feliz do que eu já morreram ou estão hoje agonizando com doenças graves?

Os destinos em si são estranhos e misteriosos. Quem decido sobre felicidade das pessoas e o sofrimento delas? A maioria das pessoa acha que é Deus. Deus é responsável por tudo? Certo ou errado?

Não depende de dinheiro ou de poder, nem de fama ou talentos e nem de felicidade e adoração que facilita a vida fundamentalmente. Cada um tem que carregar sua cruz pessoal.

Quem não quer se limitar apenas ao turismo esotérico e espiritual tem que chegar a conclusão que não é Deus que está responsável por um destino difícil, mas cada um que reencarnou nesta vida por livre escolha.

As vezes, as almas, quando não estão encarnadas, escolhem um destino difícil para uma nova encarnação para evoluir mais rápido. Isso não depende de Deus ou de mestres e entidades da outra dimensão, mas da própria alma em questão. As vezes, ela está no fim de um ciclo e somente falta uma pequena parte de karma ainda existente que pode ser superado em apenas uma única vida para ascender num nível superior.

Esta é a verdadeira razão para um destino difícil, mas quando esta alma se tornou uma pessoa em carne e ossos, as lembranças desta decisão desaparecem e tudo que foi previsto, tem que ser vivida na realidade terrestre e fica difícil demais.

Mas nenhuma decisão tem que valer para sempre. A qualquer momento, a pessoa pode tomar outras escolhas, se realmente quer. Mas para isso tem que saber o que está acontecendo no nível espiritual. Não adianta de somente reclamar e chorar, pois o Universo nota qualquer coisa. Se alguém sempre está triste, vai receber mais tristeza. Se quer viver felicidade, já tem que estar feliz, ou pelo menos controlar os pensamentos atras dos pensamentos para que o Universo acha isso.

Todos estes conflitos podem ser explicados pela astrologia kármica de reencarnação, quando o cliente está a fim de abrir sua mente e reconhecer sua verdadeira essência de um ser espiritual que tem um corpo e uma mente, mas não é o corpo que tem uma alma.

Imagem: uem.br, impacto-rm.blogspot.com,

Karma e Reencarnação: Superar a Cegueira Espiritual (2)

julho 23, 2011 1 comentário

O que acontece normalmente nesta etapa tão importante?

Há pelo menos duas possibilidades. Para aquelas pessoas já bem evoluídas e com sua espiritualidade acentuada, a interpretação kármica de reencarnação sempre é uma revelação única e provavelmente algo que as incentiva de aceitar suas provas kármicas com coragem e consciência.

Assim, autoconhecimento e consciência se unem para uma percepção superior da sua alma e os objetivos desta atual reencarnação. Desta maneira, elas recebem do próprio Universo forças suficientes para superar melhor e mais rápido seu karma. Em alguns casos, simplesmente com a consciência dos fatos, provas difíceis desaparecem milagrosamente. As vezes, esta consciência e sensibilidade possibilitam a abertura do “Terceiro Olho”, dando lugar a uma surpreendente clarividência, ate este momento desconhecida. Pelo menos significa uma empurrão em direção da evolução espiritual.

A outra possibilidade é mais dolorosa pela falta de compreensão e espiritualidade, mas mesmo assim um bom começo, pois abre uma porta que ainda não existia. Quem, nesta situação, ativa sua intuição, deixe as duvidas e incertezas para trás e confia num novo caminho, numa outra alternativa alem da estritamente material – inclusive os problemas – e tenta de lembrar do que realmente é, pode se surpreender positivamente. Por isso serve a interpretação, mas tem que superar uma primeira barreira, a da acostumada cegueira e usar seu mente e seu raciocínio para descobrir o que há ainda de bom e como escolher outros caminhos.

Tentar estar feliz é o desejo de todos e porque não? Não há nada contra isso, nem de ganhar um bom dinheiro e tem bens materiais, mas tem que saber que isso não é tudo e, principalmente, não o mais importante desta vida. Infelizmente, este ponto se esquece quando a vida material vai bem demais e o karma por intervenção do Universo quer corrigir seus caminhos.

Quem já faz esforços para enfrentar e superar seu karma voluntariamente, não tem nada a temer, pois os desafios necessários se apresentam numa maneira bastante harmonioso como um pobre que pede esmola. Esta é uma chance de mostrar quem você é. Se você dá algumas moedas sem pensar, você passou pela prova. Se você pensa muito ou vira as costas, simplesmente não passou. (Bem, hoje em dia, tem que considerar também os assaltos.)

Quem, porem, se dedica somente a vida material e esquece da sua alma espiritual que encarnou para evoluir, escolheu o caminho das provas difíceis e forçadas. Neste caso pode ver dos aspectos dos planetas numa Previsão Anual o que e vai acontecer e quando. Muito simples.

Imagem: luzdavida.org.br, luzparaviver.blogspot.com,

Karma e Reencarnação: Superar a Cegueira

julho 22, 2011 2 comentários

O assunto de astrologia kármica não é fácil para entender, nem para o astrólogo e menos ainda para o cliente.

Porem, o astrólogo estudou astrologia tradicional durante muitos anos antes de descobrir a astrologia kármica de reencarnação, já sabendo que se trata de uma disciplina esotérica. E esta é o ponto básico, pois temos que enfrentar a espiritualidade que por muitas pessoas ainda é considerado como suspeita ou ate superstição.

Vamos imaginar uma pessoa em apuros em conseqüência de problemas kármicos, que já superou suas duvidas principais sobre karma, reencarnação e vidas passadas, mas ainda não tem muitos conhecimentos deste assunto. Quando nada mais adianta de se livrar dos seus problemas de – por exemplo – casamento, família, filhos, falta de dinheiro, profissão e outros, e o desespero parece insuportável, vai procurar alguém para ajudar em resolver as dificuldades mais graves.

Uma das possibilidades pode ser de investigar a origem dos sofrimentos e se dirigir a uma força maior para ser salvo ou procurar especialistas do assunto, como padres, pastores, psicólogos, médicos ou astrólogos. Provavelmente gasta um monte de dinheiro, que ele não mais tem e os resultados são duvidosos.

Todos, menos o astrólogo kármico, prometem algo muito difícil de alcançar, alem de prescrever muitos remédios, que as vezes fazem mais mal do que bem. Provavelmente, o astrólogo kármico é o único que poderia ajudar…, se as pessoas, em geral, não fossem tão mal acostumadas, achando que tudo tem seu preço e pode ser comprado. Somente poucos ainda tem condições de fazer algo para se mesmo que não foi comprado, mas conquistado com muito trabalho e suor, por exemplo, uma boa educação ou progresso em sua evolução espiritual.

Exatamente aqui se encontra a maior barreira para a solução dos problemas do cliente de astrologia kármica: ele quer uma receita pronta que garante o fim rápido das suas dificuldades. Isso simplesmente não é possível e somente um astrólogo ruim ia prometer algo tão mentiroso.

Porem, possível é que o astrólogo serio descobre e relata todo karma de vidas passadas e indica caminhos para que o cliente cresça espiritualmente, segue as recomendações propostas e ele mesmo consegue resolver seus problemas, superando-os passo por passo.

Assim, ele vai compreender que Deus nunca uma cruz maior do que pode carregar.

Normalmente, a leitura da interpretação kármica cria sentimentos de culpa e dor, pois repentinamente alguém fica sabendo das coisas ruins que fez no passados. Muitas vezes, estes sentimentos se unem com algo como alivio, pois a pessoa já sofreu durante muito tempo de pesadelos, medos, traumas e fobias e de repente, sabendo da origem, os distúrbios desaparecem milagrosamente.

O mais importante, sem duvida, são as novas escolhas que tem que ter tomadas para pagar e superar o karma nas diferentes áreas. Karma sempre quer o equilíbrio e quando alguém errou no passado, vai sofrer exatamente no mesmo assunto. Quem humilhou, acusou e julgou os outros, agora vai ser humilhado, acusado e julgado. Esta é lei.

Não é fácil para um lego de aprender tudo ao mesmo instante quando está lendo sua interpretação. As duvidas e perguntas são muitas. Por isso, sempre recomendo de a ler mais vezes, muitas vezes, pois cada vez cresce a compreensão e afinidade com o texto complicado sobre um assunto provavelmente desconhecido.

Logico, que ajudo onde for necessário, mas não posso substituir a mente e a raciocínio de alguém com falte de vontade de aprender ou simplesmente preguiçoso de pensar.

Alias, acho que isso hoje em dia é a maior deficiência das pessoas modernas. Elas podem ser os maiores especialistas em algum assunto, alguma profissão, mas em geral não pensam muito alem daquilo que é do seu interesse.

No resto, eles fazem exatamente o mesmo que a maioria faz, seguindo que imprensa, industria, políticos e poderosos mandam.

Continua.

Imagem: http://www.astrologiakarmica.com,

Categorias:Astrología e Horóscopo Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Karma e Reencarnação: Cegueira é pecado?

julho 21, 2011 2 comentários

Depende. Por exemplo, se alguém sofreu um acidente e ficou em seguida cego, neste casos trata-se de um efeito kármico em conseqüência de algum erro no passado.

Mas existe um outro tipo de cegueira, cegueira mental e espiritual, quando alguém não quer aprender, não quer se esforçar para entender e evoluir. Logico que existe o livre arbítrio e esta pessoa pode repetir seus erros tantas vezes que precisa para acordar.

Neste caso se pode falar de pecado e pode confiar que o karma se encarregará para forçar a pessoa de aprender. Sempre acontece quando uma pessoa não quer aprender voluntariamente sua lição. As vezes, se passam varias vidas ate que a pessoa está preparada, mas o Universo tem toda paciência e sempre dá mais uma chance.

Mesmo assim é uma grande pena, por que a alma perdeu muito tempo em vão e não evoluiu como devia. Assim se cria um circulo vicioso e a alma passa de uma miséria para a outra antes de perceber seu grande erro de cegueira.

Existe um outro tipo de cegueira que se pode chamar de cegueira intelectual. Normalmente são pessoas de boa educação, mas terrivelmente material e que duvidam de tudo e de todos e acham, que tudo que eles não podem ver, tocar, pesar e de alguma maneira comprovar, é superstição.

Ultimamente, enfrento mais um outro tipo de cegueira que pode ser chamada cegueira de ignorância. Vou explicar, sem querer ofender ninguém: estas pessoas fizeram seu mapa astral kármico de reencarnação e acham que o astrólogo pode trazer a felicidade e resolver todos os problemas que elas enfrentam. Elas não entendem que somente elas mesmas podem mudar seus destinos e não o astrólogo. Ele somente pode informar e indicar outros caminhos, mas não pode tomar as escolhas necessárias no lugar dos seus clientes.

Alguns estão compreensivelmente tão cegos por causa dos seus problemas graves que provavelmente não entendem bem o texto da interpretação que tem que ser lido varias vezes para criar uma afinidade com o assunto, necessária para uma compreensão mais profunda.

Imagina algum texto sobre algum assunto do que você não tem a minima ideia. O que acontece? Você tem que se dedicar e estudar o assunto, ainda mais, quando envolve seus mais complicados problemas. O sofrimento – do ponto de vista do karma – é necessário para tornar a alma mais sensível, pois somente está sofrendo aquilo que causou em vidas passadas para a alguém outro. Este é o sentido do karma, e não algum tipo de vingança, ação e reação (= equilíbrio) para sentir agora no próprio corpo o que causou de sofrimento ao outro.

O que é necessário para mudar a situação? Que você diga: chega! Já sofri bastante! Já aprendi minha lição! Agora eu sei que o outro sofreu por minha causa! Meu sofrimento agora pagou o sofrimento que eu causei no passado! Estou finalmente livre!

Quando você bota isso na sua cabeça de uma maneira convincente, cuidando dos seus pensamentos atras dos pensamentos, o Universo vai notar suas novas escolhas diferentes e vai conspirar com elas.

Ainda existe um outro recurso: a Lei da Graça. Pode apelar diretamente ao Deus, pedindo perdão. Você vai se surpreender como isso funciona quando você realmente se arrepende.

Imagem: O sorriso de Deus?

Coisas Estranhas em Sua Vida … (2)

julho 19, 2011 1 comentário

e você nem suspeita. O que há atras de um belo sorriso?

Nestes dias fiquei realmente muito assustado por uma simples razão: pesquisei na internet e aprendi que a grande maioria dos dentistas ainda usa MERCÚRIO para obturações de dentes e acha que não tem material melhor.

Pelo amor de Deus! Em que século nos vivemos? Certos profissionais não estão se informando sobre novas descobertas no seu ramo?

Imagina o seguinte: alguém esta manipulando com toda naturalidade um material altamente toxico bem na sua frente, sem qualquer precaução e proteção, conversa com você e finalmente coloca em sua boca sem se importar se está prejudicando você ou não! Imagina ainda que não é mentira, mas uma triste e perigosa realidade!

Pior ainda, ele acha que está fazendo o melhor possível para você, razão de cobrar caro por este serviço.

Imagina mais: existe uma classe profissional que está contaminando durante os últimos 100 anos toda população do planeta inteiro, sem se preocupar com efeitos colaterais. Neste caso é veneno puro que sempre é tratado em qualquer lugar e ambiente com os maiores cuidados,

MENOS QUANDO É COLOCADO EM SUA BOCA!

Qual é o motivo? Os dentistas são tão burros que não sabem do perigo? Com certeza não. Crianças na escola já aprendem que metais pesados, e especialmente MERCÚRIO, são tóxicos.

A razão é mais simples, como sempre: a ganância! A industria farmacêutica fabrica este material com enormes lucros e tem como parceiros os profissionais de enchimento dos dentes, os dentistas, e ninguém quer saber, se faz bem ou mal para seus clientes e pacientes. Nem o governo com suas instituições de controle. Todos estão ganhando encima de você!

Quem são estes pacientes? Você e cada uma das pessoas que você conhece, pai, mãe, marido esposa e seus filhos!

Faça algo, reclama com seu dentista, remova a amalgama da sua boca! E não deixe-se enrolar!

Veja o video (IAOMT, www.iaomt.org). São gases tóxicos, saindode um dente com amalgama.

Imagens: voleidosamigos.blogspot.com + bestwestpalmbeachdentist.com

%d blogueiros gostam disto: