Início > A Morte, Astrología e Horóscopo, Manipulação, medicina > Doação de órgãos e a Morte (7)

Doação de órgãos e a Morte (7)

Quem procura, acha; quem quer se informar sobre doação de órgãos, encontra tudo que precisa para saber o que este negocio bilionário significa.

Quem vive no Brasil com um dos piores sistemas de saúde, deve ser muito ingênuo, para acreditar que especialmente neste campo da medicina nosso famoso governo e outras entidades agem de uma maneira humanitária e altruísta. E que não há outros interesses, alem de ajudar um pobre doente.

O contrario é verdade conforme a escritora americana Annie Cheney no seu livro “Body Brokers” (Quebra Ossos) apos pesquisas durante 3 anos em hospitais, faculdades medicas e necrotérios. Cadáveres inteiros podem valer ate 100.000 dólar, quando são transformados em valiosa matéria prima!

Como abutres, eles esperaram a morte do meu pai para retirar seus órgãos”, reclamou Melanie Sanchez em Fresno, California sobre dois médicos que declararam rápido de mais a morte cerebral do pai diante dos reflexos visíveis de tosse e vômito e de movimentos da sua cabeça. Um outro cirurgião de transplante acelerou a morte de um jovem de 26 anos com analgésicos para poder retirar seus órgãos.

Insuportáveis dores: o “morto” Carlos Camejo de Venezuela acordou durante uma autópsia (Focus online, 15.9.2007). Neste momento, o sangue começou a correr de novo. Os médicos, que atestaram a morte pouco tempo antes, quem sabe, nem tem culpa, pois no sentido medico este homem estava “morto”.

Os ensinamentos primordiais de muitas religiões dizem que a alma pode em certas ocasiões voltar para o corpo, quando o cordão de prata ainda não foi cortado completamente, mesmo já constatado a morte verdadeira. Normalmente, a alma de doadores de órgãos e autopsiados não tem a força de voltar para o corpo para expressar suas dores apavorantes para poder convencer qualquer cético e não deixar mais dúvida.

Ou os médicos anestesiam o corpo de tal maneira que a alma também por esta razão não se pode mais expressar e somente resta de suportar as dores bestiais de forma muda.

Você que está a fim de doar seus órgãos, pensa bem o que você faz. Ou você, mãe ou pai de um filho ou filha amada, repensa sua decisão de doar os órgãos dos seus queridos, se você não quer que eles sofrem ainda depois da sua “Morte”, pois esta porte pode ser não verdadeira. Lembra-se, a morte cerebral ainda não é a morte real e definitiva e pode causar terríveis e insuportáveis sofrimentos aos seus queridos.

Continua.

Imagem: femaleblood.blogspot.com

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: