Inicial > Astrología e Horóscopo > Quando o amor acaba…

Quando o amor acaba…

O que fazer, quando o grande amor acaba, a relação está em pedaços e apenas resta a separação dolorosa?

O problema, e consequentemente o sofrimento, nasce do fato que um dos dois deixe de amar o outro, enquanto este outro ainda ama o primeiro. Dores são inevitáveis e, as vezes, dramas e tragedias cruéis seguem.

O comportamento dos dois sempre depende da consciência e do estado espiritual de evolução. O casamento, a criação de uma família, tendo normalmente ainda filhos, sempre é um compromisso serio que não deve ser dissolvido a toa, mesmo quando a relação se tornou critica, pois a base para esta comunidade era o amor e muito provável alguma relação bem antiga de outras reencarnações.

Humilhações, falta de respeito e suicídios sempre pesam no karma dos dois, mas especialmente naquele que provocou atos negativos. Isso nunca deve ser esquecido.

Quando, porem, há níveis diferentes de evolução e do estado espiritual e um perturba ou atrapalha a evolução do outro seriamente, uma separação pode ser recomendável. O simples fato que o amor de um terminou, não deve ser suficiente para termina a relação, pois o karma requer muitas vezes um certo sofrimento para progredir, se não pode se repetir tudo na próxima vida, pois estamos aqui para aprender.

Mas há casos, onde a separação é absolutamente necessária, quando – normalmente o homem – se mostra extremamente machista e torna o amor em posse e quer dominar ou escravizar sua parceira, ou usa violência. Isso é abominável.

Em todos estes casos, a astrologia kármica de reencarnação pode ajudar e informar, quais são as relações verdadeiras e de vidas passadas anteriores. Não são poucos os casos, em quais pude ajudar de evitar que duas pessoas se ligam novamente após verdadeiros desastres e catástrofes no passado. Ideal seria de se aconselhar antes de casar para evitar muito sofrimentos depois.

Quem realmente já está suficientemente evoluído e ainda ama o parceiro que quer sair desta ligação, apenas tem um única escolha que pode trazer frutos inimagináveis no futuro: Conceder a liberdade e continua amando, mesmo quando a pessoa amada está nos bracos de um outro parceiro! Este é a forma mais alta e mais nobre de amar: AMOR ALTRUISTA, o amor sem interesses.

Neste caso a justiça divina vai trazer recompensas merecidas.

Imagem: arealidadedodireito.blogspot.com,

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: