Inicial > Astrología e Horóscopo, Manipulação, medicina > O que você não deve saber!

O que você não deve saber!

Como o monopólio médico esconde verdades desagradáveis sobre vacinas!

Reportagem de PF Louis
Carl Bernstein, um dos jornalistas que tornou-se conhecidos das revelações de Watergate, alertou uma vez:

Aquilo que não é impresso no jornal é tão perigoso como a comunicação falsa.

Recentemente, a imprensa exerce ate em excesso a não-publicação maliciosa, pois nunca antes houve tão poucos relatórios verdadeiros sobre a vacinação, embora esta prática remonta aos primórdios da vacinação.

A história da publicação da imprensa sobre vacinas:

“Nenhuma pessoa inteligente agora pode vacinar seus filhos. Ao contrário das afirmações dos fãs de Jennings [fundador da vacinação contra a varíola], isso não significou que a raça humana foi exterminada pela varíola. Muito pelo contrário: muito mais pessoas agora morrem da vacinação do que de varíola,” George Bernard Shaw (09 de agosto de 1944, Times Irlandês).

Você encontra esta citação em qualquer publicação do dramaturgo famoso? Claro que não. Porque isso poderia criar problemas imprevisíveis para as relações públicas da indústria de vacinas. Big Farma e outras corporações monopolistas fazem de tudo para controlar a mídia. Pela concentração da imprensa e da mídia nas mãos de poucos proprietários, a intervenção da CIA e campanhas para drogas sancionadas pelo estado, desde os anos 1970 tornou-se muito mais fácil para a Big Farma de dominar a imprensa.

Pela primeira vez no ano de 1900, um destes proprietários conseguiu interferir e excluir uma noticia de horror sobre a vacinação antes da publicação. Em seguida, o sindicato JP Morgan-Rockefeller comprou a Enciclopédia Britânica e removeu imediatamente todos os relatórios negativos sobre as vacinas.

Anteriormente, no final de 19 Século, aconteceram quatro grandes incidentes importantes a respeito da vacinação contra a varíola, um surto generalizado de lepra com ate centenas de mortes.

Os Rockefellers são a principal força motriz para o monopólio da medicina tradicional e das grandes companhias farmacêuticas, que vão desde o apoio financeiro para as escolas médicas e da American Medical Association AMA, substituindo qualquer meio naturopathico por farmacêuticos sintéticos.

O método principal: silenciar e marginalizar

A última vítima de uma difamação escandalosa na mídia para proteger a indústria de vacinas foi o Inglês e critico de vacinas Dr. Andrew Wakefield. Envolvidos eram duas revistas médicas britânicas e o Sunday Times de Londres. Em todas as três publicações houve um conflito de interesse financeiro a favor dos fabricantes de vacinas.

No caso Wakefield foi usada a estratégia de matar o mensageiro em vez de discutir as questões científicas subjacentes. Assim, o público em geral pode continuar vivendo suas ilusões sobre as autoridades e se concentrar em fofocas.

Se o atacado se defende, só piora as coisas, enquanto a mídia esconde fatos importantes. Com a omissão de fatos, a mídia é um verdadeiro campeão. Desde 1990 até agora, relatos sobre riscos de vacinação e falta de eficiência foram omitidos com sucesso.

Quando se trata de médicos ou dentistas que relatam a verdade, são inicialmente silenciados e perseguidos pelas ordens profissionais e retirada da licença. De modo que sua reputação está arruinada como especialistas na mídia. Uma vez chamados como não qualificados ou mesmo como charlatão, é muito fácil destruir suas carreiras.

Quem sofre com este escândalo são a verdade e milhões de indivíduos vacinados que acreditam nas autoridades médicas. O médico canadense Dr. Andrew Moulden é mais uma vítima dessa marginalização das verdades indesejadas, sem sequer mencionar o problema com uma única palavra.

A mensagem central de Moulden é:

Cada vacina é sempre perigosa, independentemente se as vacinas contêm aditivos tóxicos ou não. Porque a vacina causa deliberadamente uma reação exagerada do sistema imunológico e leva, normalmente despercebidos, a mini-derrames, que resultam em diferentes graus de danos cerebrais, que podem piorar com cada vacinação adicional.

De acordo com Molden, há alguns efeitos secundários imediatos e graves. Mas os danos a longo prazo são inevitáveis, se não foram usados intensivamente remédios naturopathicos ou mudanças radicais de vida.

Minhas ultimas, mas ainda persistentes dúvidas sobre Moulden e sua autoridade desapareceram imediatamente, quando ele foi chamado charlatão, e ainda no mesmo web-site, onde já estão condenados os médicos e críticos de vacinação Russell Blaylock, Sherry Tenpenny e Andrew Wakefield.

Falta ainda de agradecer: “Obrigado por tudo e que você eliminou as minhas dúvidas, seu charlatão.”

Graças à sua ajuda, coloquei Moulden ao pódio de honra dos médicos honestos que não têm medo de dizer a verdade!

Imagem: Kopp-Verlag

Anúncios
Categorias:Astrología e Horóscopo, Manipulação, medicina Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: