Arquivo

Archive for dezembro \30\UTC 2011

Mito da visão deficiente desvendado

dezembro 30, 2011 1 comentário

O treino dos músculos do olho pode trazer de volta uma visão perfeita.

Provavelmente, você conhece um monte de mitos que a medicina moderna declara como “sabedoria incontestável”:

-Vacina de gripe evita gripe! (elas não fazem!)

-Tomografias de computador são inofensivos! (não são!)

-Quimioterapias salvem vidas dos pacientes com câncer! (na verdade, elas causam câncer!)

Na verdade, existe um monte de mentiras deste gênero, por exemplo também na medicina dental: Obturações de amalgama de mercúrio são seguros! (não são!)

Gengivas saudáveis não têm nada a ver com a alimentação! (Oh, sim.)

Cárie dentária é apenas tratável por perfuração, enchimento e contas! (Muitas vezes pura extorsão!)

Mas você sabia que os oftalmologistas também espalham mentiras e mitos?

Aqui é uma mentira tão descarada que quase todo mundo já a tem ouvida: Quando você envelhece, você precisa de óculos, porque – atenção – os globos oculares dos seus olhos alteraram sua forma!

Seus globos oculares somente mudam de forma se o crânio rompe!

Esta farsa, segundo a qual “o globo ocular modificado seu formato” é extremamente inteligente, pois isso convence milhões de pessoas ano atras de ano para comprar óculos caríssimos.

Como será que seu globo ocular pode mudar a forma, se a cavidade orbital está formada por ossos?

Esta e outras questões vamos tratar no ano novo, mas seria bom de preparar sua mente para ser receptiva para eliminar de vez mentiras que você acredita que sãosabedorias e fatos científicos incontestáveis”.

Fonte:Mike Adams

Imagem: Kopp aktuell

Anúncios

Médicos podem ser perigoso para sua saúde (2)

dezembro 22, 2011 Deixe um comentário

A questão principal é: Os médicos são realmente independentes e apenas tem o bem dos pacientes em mente ou são um tipo de escudeiros para o “Big Pharma” da industria farmacêutica?

Como vimos no post anterior, estudantes iniciantes de medicina já recebem favores e um currículo secreto, desenvolvido pela industria farmacêutica com a aprovação das faculdades de medicina, nos EUA. Mas estes fatos não se limitam aos Estados Unidos, pelo contrario, é comum no mundo inteiro, na Europa, em outros continentes como também no Brasil. E tudo acontece com a aprovação dos responsáveis pela saúde em todos os países, porque também eles recebem sua parte lucrativa!

Nestas circunstancias, quem pode ainda garantir sua imparcialidade? E que ele não prefere tratamentos e medicamentos de certas industrias farmacêuticas?

Este tipo de doutrinação contamina qualquer mente e destrói o bom senso. Em vez de se dedicar aos problemas do paciente, o medico corre o risco de não se esforçar em escutar o doente e em procurar uma solução, pois ele acha que já a tem e, muitas vezes, contamina seu paciente com medicamentos super dosados.

Uns dos maiores problemas hoje em dia não são as doenças em geral, mas o envenenamento com produtos químicos tóxicos de qualquer especie, com remédios, com vacinas, com alimentos, com bebidas, com produtos de proteção ao sol, com produtos de beleza etc, etc.!

Aqui vale uma palavra em favor dos médicos: Como eles podem resolver problemas, se eles não conseguem determinar a doenças atras de todas as intoxicações dos pacientes? Que medico tem ainda o tempo ou a paciência de investigar as raízes dos males dos seu pacientes, que engulam tudo sem se preocupar com os conteúdos? Um exemplo são os fumantes, os alcóolicos e outros dependentes que sabem que fazem mal a sua saúde e, mesmo assim, continuam se intoxicando.

Voltando ao assunto principal: Quem pode limitar o poder e a influencia dos gigantes do ramo farmacêutico, se os beneficiários são os próprios estudantes, médicos e governantes. Quem já quer defender os pacientes que sempre são os elos mais fracos nesta corrente?

Os autores destes estudos recentes sugerem uma melhor preparação e formação dos estudantes a respeito das relações entre médicos e a indústria farmacêutica e recomendam que este papel deve ser das faculdades para criar regras de limitar os contatos entre estudantes e esforços de marketing das empresas farmacêuticas. Porem, vai ser difícil, porque estas empresas dominam as universidades e continuam com sua influência significativa sobre os alunos – e também sobre os professores.

Os autores também recomendam que as faculdades contrariam mais os currículos secretos e promovem mudanças que incluem também os cientistas e professores que preenchem a função importante de exemplo ideal.

Conclusão: Estas mudanças podem contribuir para que a educação médica alcança dois objetivos importantes: realizar melhor a ancoragem de valores estritamente relacionados à profissão e à promoção do respeito aos princípios científicos e uma avaliação crítica das provas, que mais tarde influenciaram a decisão clínica e práticas de prescrição.

“Os problemas ainda podem piorar”, dizem os editores do editorial CMAJ, Drs. Noni, McDonald, Paul Hebert, Ken Flegel e Matthew Stanbrook. “A assistência médica é mais complexa hoje do que em décadas passadas … A crescente complexidade dos suprimentos dos pacientes antes e dentro da sala de cirurgia requer dos médicos cuidados especiais nestas áreas, alem de demandas cognitivas e físicas sem precedentes.”

Mais informações:

http://www.plosmedicine.org/article/info%3Adoi%2F10.1371%2Fjournal.pmed.1001037

http://www.cmaj.ca/cgi/doi/10.1503/cmaj.110402

Canadian Medical Association Journal (CMAJ),

CMAJ-Redatores Drs. Noni McDonald, Paul Hebert, Ken Flegel e Matthew Stanbrook

Imagem: Universidade Harvard 375 Anos

Categorias:Manipulação, medicina Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Médicos podem ser perigoso para sua saúde

dezembro 21, 2011 1 comentário

Dois novos estudos alertam e fornecem argumentos críticos, porque a medicina vigente pode pôr em perigo a sua saúde e até mesmo ameaçar a sua vida.

Para deixar bem claro: eu conheço muitos médicos e muitos médicos são meus amigos. Não pretendo fazer guerra contra médicos bem intencionados ou contra a medicina em geral, mas estão acontecendo escândalos sobre quais ninguém fala, nem as associações medicas, nem os governantes, e ainda menos a imprensa oficial e “politicamente correta”. Ate hoje, os meus amigos médicos sempre elogiaram minhas criticas, porque recebem informações que ninguém mais informa.

Pergunta 1: Você acha que os médicos de hoje em dia aprendem nas faculdades a necessidade – e os perigos em potencial – de ver cada medicamento, que eles prescrevem, com certa desconfiança critica?

Pergunta 2: Cirurgiões apenas operam quando estão em condições físicas e mentais, para não pôr os pacientes em perigo?

Os dois novos estudos comprovam que não é bem assim, pelo contrario, eles encontraram razões de dizer que a medicina em vigor pode realmente pôr em perigo sua saúde e até sua vida.

Quintessência: Estudantes de medicina aprendem conforme um currículo secreto – e aceito pelas faculdades – desenvolvido pelo Big Pharma (as grandes indústrias farmacêuticas) para promover seus produtos. Simultaneamente, inúmeros cirurgiões operarem, independentemente se prejudicam seus pacientes ou não pela fadiga e insônia, que pode reduzir seu desempenho.

Os fatos: Nos Estados Unidos os estudantes de medicina são inundadas com drogas-friendly propaganda de empresas farmacêuticas. Em toda sua educação, os alunos estão exposta a esta propaganda, mesmo que eles ainda não tem experiências clínicas no tratamento de pacientes.

Pesquisas realizadas sob direção de Kirsten Austad e Aaron S. Kesselheim da Faculdade de Medicina da Universidade Harvard e publicado recentemente na revista PLoS médica Internet, mostraram que as grandes multinacionais farmacêuticas desenvolveram eficientemente um currículo secreto para influenciar os futuros médicos de aprovar e preferivelmente receitar terapias e produtos destas empresas.

Contatos macicos e indutivos com as industrias farmacêuticas são acompanhados por médicos que preparam o campo com pareceres positivos. O resultado é que os estudantes não podem formar uma visão própria e critica a respeito de produtos potencialmente prejudiciais.

O grupo de pesquisa de Harvard estuda todos os assuntos deste tema e coleciona os resultados de perguntas feitas a 9.850 estudante de medicina. Os resultados mostram que a maioria já tinha contatos com a industria farmacêutica, intensivando estes contatos no decorrer dos estudos. Alem disso, 90% dos estudantes recebeu material de estudo das empresas e achava isso positivo e “cool”.

Eles justificaram os presentes de propaganda com o argumentos, que se sentirem forçados por uma situação financeira difícil. Alem disso, não sentirem um dilema ético, porque os outros estudantes também receberam estes presentes.

Dois terços dos estudantes admitiu que receberam também outros tipos de presentes, mas mesmo assim mantiveram sua imparcialidade.

Acredite se quiser.

Continua.

Imagem: paginaglobal.blogspot.com, aquinoticiaspe.com,

O que você tem que saber: Quimioterapia de Câncer…

dezembro 20, 2011 2 comentários

… de Mama danifica o cérebro!

Normalmente, não se suspeita que câncer de peito primário – tumor maligno ainda sem ter se espalhado – causa problemas neurológicos. E como pode acontecer isso, se o câncer ainda não alcançou o cérebro?

No entanto, os cientistas estão tentando descobrir porque nos últimos anos o numero de mulheres com câncer de peito aumentou e que correm o risco maior de não apenas ter problemas com sua função do cérebro, mas pior, alterações reais na estrutura do cérebro.

Segundo a ultima edição de Novembro da revista “Archives of Neurology”, o provável causador nem é o próprio câncer, mas o tratamento de câncer de peito com a quimioterapia, resultando em consideráveis deficiências, como foi observado em pacientes deste tipo de câncer.

Dr. Shelli R. Kesler e colegas da Standard University of Medicine in California pesquisaram num estudo empírico, se o padrão das atividades cerebrais das sobreviventes de câncer de peito, que sofreram de quimioterapia, difere com aquelas mulheres que não foram tratadas com quimioterapia.

Além disso, os pesquisadores compararam as atividades cerebrais destas sobreviventes de câncer de mama com mulheres saudáveis, que não estavam com câncer.

Em total, foram 25 mulheres com câncer de peito, tratadas com quimioterapia, 19 mulheres com câncer de peito sem quimioterapia e mais 19 mulheres saudáveis como grupo de controle. A respeito de idade e outros variáveis, todas as mulheres eram comparáveis. Enquanto as mulheres resolveram vários testes e tarefas, os pesquisadores documentaram com ressonância magnética as atividades de varias áreas do cérebro.

As mulheres com câncer de mama mostraram, em comparação com o grupe de controle das mulheres saudáveis, uma considerável limitação do córtex pré-frontal dorsolateral e córtex pré-motor.

O grupo das mulheres tratadas com quimioterapia mostra, alem dos resultados do grupo anterior, ainda uma considerável deficiência de atividade do córtex pré-frontal caudal lateral esquerdo e um numero maior de erros repetitivos e velocidade reduzida.

Isso quer dizer o que? Os pesquisadores chegaram à conclusão de que câncer primário de peito pode levar a danos cerebrais, mas que a função do cérebro pode ser muito mais prejudicada com quimioterapia, especialmente de mulheres mais velhas e de baixo grau de educação.

Mulheres tratadas com qimioterapias podem sofrer adicionalmente de déficits pré-frontais e elas tem maiores dificuldades de equilibrar alterações neurobiológicas, como por exemplo, falhas de funções executivas.

Esta ultima deficiencia é especialmente preocupante, pois faz parte fundamental da função normal do cerebro. Afunção executiva inclui uma memória de trabalho e de recuperabilidade (a habilidade de considerar fatos na solução de problemas e considerar fatos armazenados na memória de longo prazo); atenção e a capacidade, levar tarefas a sua conclusão; controle emocional como pensar antes de falar e de agir, auto-fala para controle comportamental, bem como a resolução de problemas complexos, incluindo a análise e desenvolvimento de novas idéias.

Imagem: o-cancer-de-mama.blogspot.com

Fontes:

S. L. Baker

Archneur.ama-assn.org

Pubs.ama-assn.org

NaturalNews

Diagnóstico errado de Câncer de Próstata

dezembro 19, 2011 2 comentários

por Christoph Hubert Hannemann

É sempre surpreendente como os médicos falam mais aberto entre si, do que para os pacientes. Encontrei um artigo interessante num magazine alemão “Leben mit Zukunft”, traduzido “Vida com Futuro”, uma revista feita de médicos para médicos.

No dia 15. 12. 2011 foi publicado um artigo sobre o teste de PSA sobre câncer de próstata com o seguinte comentário:

Este teste não serve para a diagnose de câncer!”

Ao mesmo tempo julga: “Mas, aparentemente, muitas vezes confiam cegamente demais nele.”

Uma avaliação alemã dos dados de mais de 61 mil homens examinados mostrou que 17,8% dos pacientes receberam um resultado positivo errado. Os mesmos erros somaram na Italia 11% e na Holanda 26%. Porque algo que na Holanda já está positivo, pode ser ainda negativo na Italia?

Porque os critérios são diferentes, pois trata-se de determinações de limite arbitrárias!

No mesmo nível duvidoso se encontram testes de vírus, inclusive HIV. É comum de medir concentrações de quaisquer substâncias endógenas sem base cientifica que são arbitrariamente determinadas como doença. Cada pais decide o que é positivo ou negativo.

Os testes “positivo-errados” são reconhecidos pelos médicos quando fazem uma biopsia no paciente da seguinte maneira: Eles remexem e cutucam dentro da próstata do paciente e perfuram e arrancam em vários lugares partes do tecido.

Muitas vezes, ele descobrem surpreendentemente que se tratava de um teste “positivo-errado”, porque não encontram nenhum carcinoma. O que me surpreende é que apenas 25% destes pacientes rejeitavam repetir exames deste tipo, porem 75% aceitaram novos exames. Destes 75% exames “positivos-errados”, novos exames resultam apenas em 50% “positivo-errados”.

Resultado: Com apenas 10% se encontra câncer mediante “Screenings”.

Um risco absurdamente grande: A biopsia causa danos dentro da próstata e aciona o mecanismo de defesa do corpo, aumentando as chances que o exame seguinte indica positivo. Se o paciente tiver azar, o novo exame encontra alterações na próstata quais podem ser interpretadas como câncer. Estes são aqueles casos de 10% quando contra qualquer probabilidade um carcinoma é encontrado!

Agora o cumulo do absurdo: nasce uma tese que o risco de ter câncer se torna 4 vezes maior com pacientes de “positivo-errado” em comparação com homens de testes negativos. Apenas é “bio-lógico” que pacientes que aguentaram tantas intervenções maciças dentro da próstata sofreram grandes danos em comparação com aqueles que não sofreram a biopsia por causa do teste negativo de PSA.

Resultado: quem sofreu de biopsia tem um risco de câncer 4 vezes maior!

Agora, qual é a posição dos médicos? Muito fácil: médicos e “cientistas” definem os danos que eles mesmo causaram industrialmente como “Risco de Adoecer”. Agora não é mais um dano produzido pelo médico, mas o paciente tem um risco natural maior de adoecer de câncer!

Fica claro que este tipo de exame, como também o teste PSA, não tem o minimo valor. Quando os médicos falam de resultados “positivo-errado”, a gente podia pensar que existe o “positivo-certo”. Como, porem, os testes e exames são arbitrários, “positivo-certo” não pode existir, porque o resultado sempre fica ao critério do medico e como ele interpreta os dados com os danos que ele mesmo causou. Assim, os exames não tem significado valido.

Mesmo que os médicos estão sabendo destes fatos, diante dos pacientes eles continuam mentindo e fingindo que tudo tem sua base cientifica.”

Quem ainda quer, deve fazer o exame de PSA (exame de sangue) e toque que não são invasivos, porem pensar bem, antes de se submeter a biopsia! E se o médico recomendar, ser mutilado permanentemente pela retirada de um carcinoma que nem existiu!

Da minha própria experiencia: Muitas vezes – eu pergunto porque – os médicos “esquecem” de avisar o paciente antes do exame de PSA de não ter sexo durante 48 horas antes do exame, nem deve andar de bicicleta e de jeito nenhum fazer por um longo período o exame de toque. Quem não observe estas regras, com certeza tem valor de PSA muito alto, motivando o medico de aconselhar a biopsia e, quem sabe, recomendar a retirada de um carcinoma que, possivelmente, nem existiu e ser permanentemente mutilado.

Imagens: maisinteressante.blogspot.com, biopsiadeprostata.com,

Ziraldo, Jaguar, ‘O PASQUIM’ e a Ditadura

dezembro 16, 2011 1 comentário

Você sabia? O que acha disso?

Um testemunho coerente e lúcido deste Juiz … Está chegando a hora de abrirmos os olhos…… O Juiz de Espumoso (RS) escreve a Ziraldo e Jaguar, comentando a aprovação da indenização e da aposentadoria em dobro paga pela Nação aos humoristas, que ‘sofreram muito’ por terem sido presos durante uma semana na época da ditadura militar brasileira, como represália pelas críticas que eles mesmos publicaram em ‘O PASQUIM’, na ocasião.

Carta de um juiz de direito a Ziraldo e Jaguar

Prezados Ziraldo e Jaguar:
Eu fui fã número 1 do PASQUIM (em seguida saberão por quê). Por isto me sinto traído pela atitude de vocês (Ziraldo e Jaguar). Vocês, recebendo essa indenização milionária, fizeram exatamente aquilo que criticavam na época: o enriquecimento fácil e sem causa emergente da e na estrutura ditatorial.. Na verdade, vocês se projetaram com a Ditadura.

Vocês se sustiveram da Ditadura. Vocês se divertiram com a Ditadura.

Está bem, vocês sofreram com a Ditadura, mas, exceto aquela semana na cadeia – que parece não foi tão sofrida assim – nada que uma entrevista regada a uísque e gargalhadas na semana seguinte não pudesse reparar.

A cada investida da Ditadura vocês se fortaleciam e a tiragem seguinte do jornal aumentava consideravelmente.

Receber um milhão de reais e picos por causa daquela semana, convenhamos, é um exagero, principalmente quando se considera que o salário mínimo no Brasil é de R$ 545,00 por mês…Vocês não podem argumentar que a Ditadura acabou com o jornal.

Seria a mais pura mentira, se é que a mentira pode ser pura. O ‘O Pasquim’ acabou porque vocês se perderam. O Pasquim acabou nos estertores da Ditadura, porque vocês ficaram sem o motor principal de seu sucesso, a própria Ditadura. Vocês se encantaram com a nova ordem e com a possibilidade de a Esquerda dominar este país que não souberam mais fazer humor. Tanto que mais tarde voltaram de Bundas – há não muitos anos – e de bunda caíram porque foram pernósticos e pedantes. Vocês só sabiam fazer uma coisa: criticar a Ditadura e não seriam o que são sem ela.

Eu vi o nº 1 de ‘O Pasquim’ num tempo em que não tinha dinheiro para adquiri-lo.

Mais tarde, estudante em Florianópolis, passei a comprá-lo toda semana na rua Felipe Schmidt, próximo à rua 7 de Setembro, numa banca em que um rapaz chamado, se não me engano Vilmar, reservava um exemplar para mim. Eu pagava no fim do mês.

Formado em Direito, em 1976 fui para Taió. Lá assinei o jornal que não chegava na papelaria do meu amigo Horst. Em 1981 vim para o Rio Grande do Sul e morando, inicialmente, em Iraí, continuei assinante.

Em fins de 1982 fui promovido para Espumoso e sempre assinante. Eu tenho o nº 500 de O Pasquim, aquele que foi apreendido nas bancas e que os assinantes receberam… Nessa época, não sei se lembram, o jornal reduziu drasticamente seu número de folhas. Era a crise. Era um arremedo do que fora, mas ainda assim conservava alguma verve. A Ditadura estava saindo pelas portas dos fundos e vocês pelas portas da frente, famosos e aplaudidos.Vocês lançaram uma campanha de assinaturas. Eu fui a campo e consegui cinco ou seis.

Em Espumoso! Imaginei que se cada assinante conseguisse cinco assinaturas, ajudaria muito. Eu era Juiz de Direito. Convenhamos: não fica bem a um Juiz sair vendendo assinatura de jornal. Mas fiz isto com o único interesse de ajudar o Pasquim a se manter. Na verdade, as assinaturas foram vendidas a amigos advogados aos quais explanei a origem, natureza e linha editorial do jornal. Uns cinco ou seis adquiriram assinaturas anuais. No máximo dois meses depois todos paramos de receber o jornal, que saiu de circulação. O O Pasquim deu o calote…. Eu fiquei com cara de tacho e, como se diz por aqui, mais vexado que guri cagado. Sofri constrangimento por causa de vocês. Devo pedir indenização por isto? Não. Esqueçam!

Mas agora que vocês estão milionários, procurem nos seus registros e devolvam o dinheiro dos assinantes de Espumoso que pagaram e não receberam a assinatura integral. Naquele tempo vocês não tinham como fazê-lo. Agora têm.

Paguem proporcionalmente, mas com juros e correção monetária, como manda a lei.

Caso contrário, além de traidores, serei obrigado a considerá-los também caloteiros.

Ilton Dellandrea
Juiz de Direito

Além da indenização milionária a dupla passa a colaborar com o déficit da previdência, pois, como o Lula, passam a receber aposentadoria em dobro do limite estabelecido para quem contribuiu por 35 anos! Além do mais, os que contribuíram por 35 anos não têm direito ao reajuste integral da aposentadoria. Por isto que o nosso pais é considerado o pais dos marginais, pode ver quem trabalha honestamente não tem nada, já os marginais tem direitos humanos, salários acima do mínimo para presidiário, cargos de ministros, presidente ou diretores de estatais, e assim por diante, fora a aposentadoria de marajá, e depois dizem que é da esquerda, só se for a mão, o que a esquerda faz a direita não pode ver. Este episódio das indenizações milionárias aos jornalistas do Pasquim é só mais um da série de escândalos em cascata que o país produz.

Parece que está em nosso DNA o ataque despudorado aos cofres públicos, a concepção que o dinheiro público não é de todos, mas “de ninguém”, e que “aos amigos” tudo, aos inimigos, a justiça.
ACRESCENTO: Tudo limpinho, sem pagar Imposto de Renda… e assim funciona a esquerda brasileira!!!

Categorias:Dever do Estado, POLÍTICA Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

A Receita da Felicidade (2)

dezembro 14, 2011 2 comentários

A felicidade tem muitas faces diferentes. Para alguns é a família e filhos, para outros a profissão e o sucesso e outros ainda vivem completamente para ganhar dinheiro para pagar seus hobbies e amores. A lista é infinita, mas sempre há um motivo forte atras de tudo.

Se não existe a motivação, as pessoas se tornam pessimistas, amargas e insatisfeitas, reclamando de tudo, enquanto outras nem tem tanto tempo para realizar todos seus planos e sonhos,… e viver, amar e rir.

Por isso, consciência é indispensável, mas também poder sonhar, ter fantasia, imaginação e muita energia. Quem quer ter sucesso com algo, deve ter imaginação suficiente para prever o que ele quer e depois correr atras dos seus objetivos com muita dedicação, energia e garra.

Cada um conhece alguma pessoa que conseguiu alcançar seus objetivos e se tornar feliz, mesmo que o ponto de partida não era muito promissor. Pergunte como ela realizou seus sonhos.

A consciência é duplamente necessária, principalmente para saber quem somos, que não somos apenas um ser físico com uma mente. Não, somos um ser espiritual, uma centelha divina, uma parte de Deus e que encarnamos neste mundo material para realizar certas tarefas e provas, que nos mesmo escolhemos antes de nascer, para aprender, crescer e evoluir espiritualmente. Que mais ciente e que mais feliz realizamos estes objetivos, que melhor e mais sucesso temos nesta vida.

Quando, porem, não obedecemos nossas necessidades e tarefas espirituais e somente nos dedicamos a vida material, seremos repentinamente lembrados pelo karma de uma maneira forçada em forma de doenças, acidentes ou algo mais desagradável que interrompe nosso sucesso e nosso vida sossegada.

Neste momento, muitas pessoas não tem explicação daquilo que aconteceu e começam as perguntas: Como aconteceu comigo? Porque? Porque Deus me deixou?

Especialmente consciência é necessária nesta situação, mas como alcançar esta consciência, se a pessoa viveu a vida inteira adormecida, dopada ou ignorante e nunca valorizou sua herança espiritual?

Neste momento, a Astrologia Karmica se torna valiosa, pois pode explicar o grande porque, pode revelar o karma e quais outras escolhas podem ter tomadas para sair deste dilema.

Entendeu? Horóscopos diários dos signos não podem ajudar com suas superficialidades, porque o caso é muito mais serio.

Imagem: asoperarias.com.br,

%d blogueiros gostam disto: