Arquivo

Archive for março \31\UTC 2012

Astrologia Kármica: Casos complicados

Tendo consultado o vosso site e sendo esta a única esperança de obter algum esclarecimento sobre o porquê do destino me reservar uma vida tão cheia de tristezas, peço por favor que me ajudem a tentar compreender porque a vida tem sido tão madrasta para mim!”

Recebo diariamente muitas consultas das quais algumas pedem ajuda como acima citada. O que pode ser feito para ajudar estas pessoas em apuros?

Infelizmente muito pouco, porque é principalmente uma questão de consciência, mas também de percepção e o real desejo de superar os problemas, quando se trata de causa e efeito do Karma. Na maioria, as pessoas, porém, estão esperando por alguém que traz a solução numa bandeja de prata para todos os problemas como, por exemplo, um amor perdido, falta de dinheiro, doença grave e outras dificuldades da vida física. Eles não entendem que elas mesmas são ou têm a solução, simplesmente mudando os rumos das suas vidas e dar mais valor ao seu ser espiritual, seguindo as recomendações da interpretação do seu mapa.

Nesta tarefa, o astrólogo kármico pode ajudar, e muito. Ele pode indicar ao cliente o que está errado em sua vida e porque, e como reverter situações infelizes. Lamentavelmente, as vezes, ele não é bem entendido, pois eles acham que são somente seres físicos e mentais e alma e espirito são algo nebuloso, desnecessário. Deste jeito, parece que o astrólogo fala chines.

Mas para compreender, elas necessitam ter ou desenvolver a já mencionada consciência. Esta é uma coisa que não se pode comprar em nenhum lugar. Cada um tem que batalhar para desenvolve-la dentro de si. Esta seria a salvação.

Uma das possibilidades é se dirigir á Deus Pai ou ao Filho, nosso Mestre Jesus. Não precisa mais nada alem de fé e confiança e talvez rezar o Pai Nosso. Mas, quem já confia tanto em Deus e em si mesmo, cheio de duvidas e incertezas como estão? O máximo que eles conseguem – se realmente conseguem – é pedir á Deus por intermédio de um padre ou pastor. Eles não sabem que Deus, que está em tudo, também está dentro de cada um e que Ele já sabe de tudo. Mas eles perderam o contato com Deus Tudo Que É e Deus Interior, pois não se lembram da sua consciência espiritual.

O que é a dita consciência?

Não existe uma certa consciência conforma alguma norma, somente existem vários Estados de Consciência que dependem da Capacidade de Percepção que por sua vez depende das Frequências de Oscilação (Ressonância) para chegar numa consciência elevada. No estado em que eles se encontram, é difícil, pois somente encontram outras pessoas do mesmo estado com a mesma freqüência. Por esta razão, eles têm que aumentar sua freqüência.

Complicado?

Na verdade, não, mas tem que ser aprendido como as crianças aprendem fazer contas na escola. Realmente é simples, mas necessita uma mente aberta e receptiva.

Continua.

Imagem: curandocomoreiki.com,

Anúncios

Anorexia e Suicídio

Qual é a relação entre esta doença e o suicídio?

A anorexia nervosa é uma disfunção alimentar, caracterizada por uma rígida e insuficiente dieta alimentar e estresse físico. A anorexia é uma doença complexa, envolvendo componentes psicológicos, fisiológicos e sociais. Mais ou menos assim se descreve esta doença, mas sem saber da sua origem e como combater e curar-la.

Astrologia kármica de reencarnação não se limita somente a descrever o karma e os correspondentes efeitos de algum comportamento errado em vidas passadas, mas sempre informa detalhadamente sobre as causas.

Quem realmente quer ir fundo para saber porque sua vida é como é, pode mencionar além dos seus dados de nascimento alguns dos seus maiores problemas e desafios desta vida. Uma cliente com um destino difícil fez exatamente isso. Após sua própria interpretação kármica, ele a queria também do seu marido e finalmente a sinastria entre os dois.

Neste momento, ela confessou que sofreu de anorexia e que seu marido já desencarnou alguns anos atras. Agora, tudo fazia sentido. Os mapas astrais dos dois indicaram varias vidas em conjunto e cheio de amor como irmãos e marido e esposa, mas sempre tinha um fim trágico, pois ela sempre se suicidou em algum momento das suas vidas passadas.

O marido neste vida, por razoes do karma dele, tinha que morrer prematuro de câncer. Novamente, a mulher não viu outra alternativa e procurou se suicidar, desta vez não tentando terminar sua vida dramaticamente, mas mediante de uma doença grave, a anorexia. No mapa dela se viu claramente estas tendencias fortes de suicídio, mas inconscientemente ela quis se esconder atras de uma doença, pois a alma já não aceitava mais suicídio aberto.

O final foi muito satisfatório, pois enfrentando a verdade e as razões psicológicas da sua doença, em poucas semanas ela se curou, recomeçou a viver e retomou as antigas atividades e hobbies, como viajar, natação e dança. Evidentemente, ela recuperou seu peso e não precisou mais sua doença como desculpa.

Alias, muitas doenças tem sua causa kármica. Assim, sua cura é somente uma questão de tempo, quando a pessoa sabe o que está acontecendo.

Imagem: sedentario.org,

O que você tem que saber sobre câncer

Você pode decidir de evitar câncer, ou se já tem, como curar esta doença terrível. Sabia disso?

Os últimos dois posts falaram da vitamina D e de alimentos saudáveis. Isso inclui de evitar algumas coisas que não fazem bem ao seu corpo e a sua saúde.

A nutricionista Michelle Schoffro Cook listou os dez piores alimentos de todos os tempos para você se tornar consciente, mais saudável e viver melhor e ter uma vida mais longa. Não vale a pena?

10º lugar: Sorvete

Apesar de existirem versões mais saudáveis que os tradicionais sorvetes industrializados, a nutricionista adverte que esse alimento geralmente possui altos níveis de açúcar e gorduras trans, além de corantes e saborizantes artificiais, muitos dos quais possuem neurotoxinas – substâncias químicas que podem causar danos no cérebro e no sistema nervoso.

9º lugar: Salgadinho de milho

De acordo com Michelle, desde o surgimento dos alimentos transgênicos a maior parte do milho que comemos é um “Frankenfood”, ou “comida Frankenstein”. Ela aponta que esse alimento por causar flutuação dos níveis de açúcar no sangue, levando a mudanças no humor, ganho de peso, irritabilidade, entre outros sintomas. Além disso, a maior parte desses salgadinhos é frita em óleo, que vira ranço e está ligado a processos inflamatórios.

8º lugar: Pizza

Michelle destaca que nem todas as pizzas são ruins para a saúde, mas a maioria das que são vendidas congeladas em supermercados está cheia de condicionadores de massa artificiais e conservantes. Feitas farinha branca, essas pizzas são absorvidas pelo organismo e transformadas em açúcar puro, causando aumento de peso e desequilíbrio dos níveis de glicose no sangue.

7º lugar: Batata frita

Batatas fritas contêm não apenas gorduras trans, que já foram relacionadas a uma longa lista de doença, como também uma das mais potentes substâncias cancerígenas presentes em alimentos: a acrilamida, que é formada quando batatas brancas são aquecidas em altas temperaturas. Além disso, a maioria dos óleos utilizados para fritar as batatas se torna rançosa na presença do oxigênio ou em altas temperaturas, gerando alimentos que podem causar inflamações no corpo e agravar problemas cardíacos, câncer e artrite.

6 lugar: Salgadinhos de batata

Além de causarem todos os danos das batatas fritas comuns e não trazerem nenhum benefício nutricional, esses salgadinhos contêm níveis mais altos de acrilamida, que também é cancerígena.

5º lugar: Bacon

Segundo a nutricionista, o consumo diário de carnes processadas, como bacon, pode aumentar o risco de doenças cardíacas em 42% e de diabetes em 19%. Um estudo da Universidade de Columbia descobriu ainda que comer 14 porções de bacon por mês pode danificar a função pulmonar e aumentar o risco de doenças ligadas ao órgão.

4º lugar: Cachorro-quente

Michelle cita um estudo da Universidade do Havaí, que mostrou que o consumo de cachorros-quentes e outras carnes processadas pode aumentar o risco de câncer de pâncreas em 67%. Um ingrediente encontrado tanto no cachorro-quente quanto no bacon é o nitrito de sódio, uma substância cancerígena relacionada a doenças como leucemia em crianças e tumores cerebrais em bebes. Outros estudos apontam que a substância pode desencadear câncer colorretal.

3º lugar: Donuts (Rosquinhas)

Entre 35% e 40% da composição dos donuts é de gorduras trans, “o pior tipo de gordura que você pode ingerir”, alerta a nutricionista. Essa substância está relacionada a doenças cardíacas e cerebrais, além de câncer. Para completar, esses alimentos são repletos de açúcar, condicionadores de massa artificiais e aditivos alimentares, e contém, em média, 300 calorias cada.

2º lugar: Refrigerante

Michelle conta que, de acordo com uma pesquisa do Dr. Joseph Mercola, “uma lata de refrigerante possui em média 10 colheres de chá de açúcar, 150 calorias, entre 30 e 55 mg de cafeína, além de estar repleta de corantes artificiais e sulfitos”. “Somente isso já deveria fazer você repensar seu consumo de refrigerantes”, diz a nutricionista.

Além disso, essa bebida é extremamente ácida, sendo necessários 30 copos de água para neutralizar essa acidez, que pode ser muito perigosa para os rins. Para completar, ela informa que os ossos funcionam como uma reserva de minerais, como o cálcio, que são despejados no sangue para ajudar a neutralizar a acidez causada pelo refrigerante, enfraquecendo os ossos e podendo levar a doenças como osteoporose, obesidade, cáries e doenças cardíacas.

1º lugar: Refrigerante Diet

Refrigerante Diet é a minha escolha para o Pior Alimento de Todos os Tempos”, diz Michelle. Segundo a nutricionista, além de possuir todos os problemas dos refrigerantes tradicionais, as versões diet contêm aspartame, que agora é chamado de AminoSweet. De acordo com uma pesquisa de Lynne Melcombe, essa substância está relacionada a uma lista de doenças, como ataques de ansiedade, compulsão alimentar e por açúcar, defeitos de nascimento, cegueira, tumores cerebrais, dor torácica, depressão, tonturas, epilepsia, fadiga, dores de cabeça e enxaquecas, perda auditiva, palpitações cardíacas, hiperatividade, insônia, dor nas articulações, dificuldade de aprendizagem, TPM, cãibras musculares, problemas reprodutivos e até mesmo a morte.

Os efeitos do aspartame podem ser confundidos com a doença de Alzheimer, síndrome de fadiga crônica, epilepsia, vírus de Epstein-Barr, doença de Huntington, hipotireoidismo, doença de Lou Gehrig, síndrome de Lyme, doença de Ménière, esclerose múltipla, e pós-pólio. É por isso que eu dou ao Refrigerante Diet o prêmio de Pior Alimento de Todos os Tempos”, conclui.

Imagens e texto: Creative Commons,

http://www.ecodesenvolvimento.org.br/posts/2011/abril/nutricionista-lista-os-10-piores-alimentos-para#ixzz1ZHLZlHTj

 

Categorias:consciência, medicina Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

O que você não deve saber sobre câncer (2)

A vitamina D e Câncer – mais 7 fatos que eles querem esconder de você. Parte 2.

Se há algo tão eficaz e disponível para todos, por que ninguém usa ou não usa suficientemente?

A recente descoberta de que o corpo pode se defender com a ajuda da vitamina D contra muitas doenças crônicas, tem despertado o interesse de muitos pesquisadores – especialmente a vitamina do sol que muitas vezes é capaz de prevenir ou curar doenças como câncer. Veja a continuação de um breve resumo dos fatos que surgiram a partir de estudos independentes nos últimos anos.

3.O maravilhoso efeito de cura do Sol

Um estudo publicado em 2011, realizado na França com 60.000 mulheres após a menopausa, que apresentaram um risco significativamente menor de câncer de mama em mulheres, que tiveram nutricionalmente ou por exposição à luz solar particularmente altos níveis de vitamina D. Este aumento significativo aconteceu quando as mulheres realmente foram expostos à luz solar.

Assim, se pode suspeitar o seguinte:

4.Interesses privados estão manipulando a medicina

A atitude de desprezo da medicina tradicional à vitamina D e sua eficácia no combate de câncer não pode ser mais justificado diante dos novos resultados excelentes da pesquisa. Portanto, uma saudável desconfiança contra este desprezo é razoável, especialmente quando não há laços financeiros entre organizações e instituições de pesquisa, que apoiam a investigação de supostas novas curas e empresas farmacêuticas, fabricantes de aparelhos de mamografia e outras organizações que ganham com a doença câncer.

Além disso, a investigação da vitamina D é, portanto, uma grande ameaça para a indústria de câncer, porque revelam meios alternativos de tratamento sem custos elevados.

5.Quimioterapia não funciona

Os tratamentos atualmente oferecidos pela medicina convencional para o câncer incluem quimioterapia. Existe um fato irrecusável: quimioterapia do cancro não tem qualquer efeito positivo. Não há nenhuma evidência científica que confirme tal efeito. A quimioterapia pode encolher os tumores, mas em nada contribui para eliminar o câncer e evitar recaídas. Além disso, os efeitos secundários estão bem documentados – efeitos secundários que pioram a condição do paciente, em vez de melhorá-la.

6.A ingestão diária de vitamina D não protege contra o câncer

A reavaliada ingestão diária de vitamina D nos EUA (600 UI para adultos e crianças ate 70 anos e 800 UI para adultos com mais de 70) é criticada.

É considerada muito baixa para produzir um efeito anti-câncer. De acordo com o Dr. Cedric Garland, estudos recentes têm mostrado que uma dose diária para adultos 4000-8000 unidades UI de vitamina D é necessária para manter uma proteção que reduz o risco de várias doenças, incluindo o câncer.

7.Radiação solar não leva necessariamente ao câncer de pele

Um estudo realizado em 2009 por pesquisadores da Universidade de Leeds mostrou que níveis mais altos de vitamina D foi associado com melhores chances de sobrevivência de câncer de pele. Na maioria das pessoas existe uma deficiência de vitamina D, as tornando vulneráveis a muitas doenças, não apenas para o câncer. A vantagem de maior radiação solar supera as desvantagens de longe, que de qualquer maneira estão sendo duvidadas pelas pesquisas recentes.

8.Câncer pode ser herdada

A idéia de que o câncer ocorre com mais freqüência em certas famílias, é um tema popular no “establishment médico”. Mas agora há uma abundância de resultados de pesquisas que mostram que o câncer pode ser evitado por altos níveis de vitamina D no sangue. Se um antepassado foi diagnosticado com câncer, a doença foi causada com grande probabilidade por algumas substâncias causadoras de câncer como fumaça de cigarros, produtos de cuidados e proteção da pele ou solventes químicos. Quem conhece e evita essas substâncias, reduz o próprio risco de câncer.

9. Cuida do que você come

Nossa dieta é realmente decisivo para a nossa saúde. Descobertas recentes mostram que para a prevenção e tratamento do câncer não precisa necessariamente medicamentos caros, mas algo que sempre está disponível – boa comida. De acordo com um novo estudo realizado por pesquisadores da Escola Harvard de Saúde Pública em homens que comiam peixe cinco vezes por semana, há um risco 40 por cento menor de câncer intestinal. Além disso, o peixe é uma excelente fonte de vitamina D.

Nos mesmos podemos decidir de se manter saudável ou voltar a ser saudável. A coragem de utilizar outros métodos que a medicina convencional de hoje usa, pode significar a diferença entre uma melhor qualidade de vida e uma recuperação difícil ou duvidosa. É agora possível de evitar o câncer. Podemos evitar uma doença ou convidá-la virtualmente. Tudo depende de nós mesmos.

Fontes: Aurora Geib, NaturalNews

Imagem: Kopp-Verlag

O que você não deve saber sobre câncer (1)

março 26, 2012 1 comentário

A vitamina D e Câncer – nove fatos que eles querem esconder de você.

Anteriormente, o diagnóstico com o grande C pareceu uma sentença de morte. Às vezes, os pacientes reprimem a doença. Quem poderia culpá-los? E com razão, pois a medicina tradicional mostra um quadro pouco animador para pacientes de câncer com seus métodos de tratamento que não melhoram a qualidade de vida, sem falar de náuseas e perda de cabelo, para não mencionar ainda outros.

No entanto, os recentes descobertas científicas inovadoras agora permitem insights sobre a verdadeira natureza da doença, o que possibilita aos pesquisadores de considerar mais o conceito de uma terapêutica com orientação alimentar. Assim, a idéia está ganhando terreno que a prevenção ou cura do câncer não é necessariamente ligada ao desenvolvimento e o uso de medicamentos caros, e que os meios financeiros podem ser utilizados para aquilo que a natureza já oferece: alimentos e a luz do sol!

Os Fatos

Mas se algo tão eficaz está disponível para todos, por que ninguém usa?

A recente descoberta de que o corpo pode se defender com a ajuda da vitamina D contra muitas doenças crônicas, tem despertado o interesse de muitos pesquisadores – especialmente a vitamina do sol que muitas vezes é capaz de prevenir ou curar doenças como câncer. Veja um breve resumo dos fatos que surgiram a partir de estudos nos últimos anos.

1.Vitamina D reduz risco de câncer por 77 por cento

Em Nebraska, EUA, um estudo foi feito com 1179 mulheres saudáveis durante 4 anos, divididas em dois grupos. Um grupo recebeu placebo e o outro recebeu vitamina D. Este último grupo mostrou uma vantagem por 60 por cento, considerando, porem, somente os três anos, os vantagens cresceram ate 77 por cento, como menor incidência de câncer.

2.Vitamina D pode prevenir o câncer

De acordo com o Centro Americano de Pesquisa de Câncer , National Cancer Institute, 80 por cento de todos os casos de câncer podem ser evitados. Uma dieta saudável e equilibrada pode prevenir o câncer.

Esta seria uma dieta com pouco açúcar refinado e carne processada, mas com abundância de frutas, verduras e muita vitamina D, quer de alimentos ou do sol. Estudos têm demonstrado que o consumo freqüente de produtos de origem animal e produtos lácteos, que contem ácidos graxos saturados e hormônios, podem causar câncer de mama.

Continua.

Imagem: Kopp-Verlag

Fontes: Aurora Geib, NaturalNews,

Somos todos animais de rebanho?

Estudo confirma: 95 por cento de todos os seres humanos são animais de rebanho!

Cientistas da universidade de Leeds confirmam que realmente existe esta tendencia, quer dizer, de seguir a massa e não pensar por si mesmo. As vezes têm vantagens em certas situações, por exemplo no planejamento de fluxo de pedestres em locais de muito transito, porém não cria muita esperança para a humanidade em geral.

O estudo confirmou também que uma minoria de cinco por cento já é suficiente para determinar a direção, a multidão de noventa e cinco por cento segue sem se conscientizar porque.

Professor Krause e seu aluno de doutorado John Dyer, realizaram uma série de experimentos nos quais grupos de voluntários andaram desordenadamente por um grande salão. Alguns indivíduos dos respectivos grupos receberam instruções para onde eles deviam ir, sem se comunicar ou influenciar os outros.

Em todos os casos, os outros seguiram, se organizando em fila (ou se quiser, como rebanho de ovinos).

“Cada um de nós já esteve numa situação em que ele foi arrastado por uma multidão”, diz o professor Krause. “No nosso projeto, porem, foi interessante, que os participantes no final decidiram uniformemente, sem se comunicar uns com os outros. Na maioria dos casos, os participantes nem sequer perceberam que eles foram guiados por outros.”

Isso é muito preocupante, quando alguns informados (poderosos, ricos e políticos) podem influenciar e guiar as massas, sem que esta manipulação é percebida pela maioria. Mas infelizmente, isso é a realidade, porque as pessoas deixam se facilmente enganar com qualquer tipo de jogo criminoso, religioso e politico.

Parece que acreditamos ou confiamos em tudo cegamente sem pensar quando alguém mente com certa convicção.

Como se tornar um ser humano independente e consciente

Você pode fazer muito para não só não viver como um animal de rebanho, mas para desfrutar de uma vida plena e interessante. A seguir algumas coisas básicas que os animais de rebanho normalmente não fazem:

Decida você mesmo o que espera da vida!

Poucas pessoas sabem disso.

Quais são suas prioridades? Em que direção você está indo? Onde você quer estar em cinco anos?

A resposta mais comum: não sei. Vamos esperar para ver. No máximo, um em cada dez pessoas pode responder com convicção e informações detalhadas, tais como:

-Meus três prioridades são atualmente …

-Em cinco anos, minha vida será diferente de uma maneira …

-Os principais obstáculos no meu caminho são os seguintes …

-A fim de alcançar meu objetivo, eu preciso desenvolver as seguintes capacidades …

Ninguém pode prever o futuro, mas sempre é melhor escolher o futuro em vez de esperar o que vão acontecer. Se não escolhe seus objetivos, outros fazem isso inconscientemente por você, como família, amigos, sociedade e cultura. Isso se chama status quo. Não é uma surpresa que não funciona como inspiração.

Por isso: aprenda tomar decisões conscientes e abrangentes.

Muitas das nossa decisões não são bem pensadas e feitas por motivos mistos visuais, auditivos, impulsivos e emocionais. Estes são os módulos dos nossos processos mentais que levam a erros.

Nestes casos estamos entregues as vontades dos outros, porque não temos uma base para decisões corretas e corremos o risco de ser vitimas de alguém que nos força a um certo estado emocional de indecisão e incerteza.

É muito estranho que nosso sistema de educação não ensina como criar objetivos e tomar decisões que podiam ajudar de construir uma base para um verdadeiro caráter e uma personalidade solida, para nos proteger da grande dependência, imaginação e opinião dos outros.

Imagem: Kopp-Verlag

Fontes: Mike Bundrant, PsychCentral

Sentença de Morte para Crianças de Down

Você sabia que hoje, dia 21 de Março, é o dia mundial das crianças com Síndrome de Down, reconhecido pela ONU?

A razão principal é de chamar a atenção do público do mundo inteiro para a situação destas pessoas. E é necessário, pois atualmente 90% das crianças com diagnose de Síndrome de Down nem vão nascer mais, porque são mortas por uma sentença de morte pré-natal em conseqüência de um novo exame de sangue.

A data de 21 de Março não foi escolhido atoa, mas conscientemente por causa do 21. cromosom, que estas pessoas não tem apenas 2 vezes, porem 3 vezes. Por isso o termo médico trissomia 21. As famílias e também Organizações de Direito à Vida estão alarmados pelo fato que nos primeiros 3 meses pode ser verificado se a criança e portador da trissomia 21 ou não.

Por médicos é saudado como um sucesso pela simplificação da investigação, protetores da vida, porem, falam abertamente de seleção da vida humana.

Desde já 90 por cento de todos os fetos são abortados com este diagnóstico, é agora temem que este valor vai aumentar para 100 por cento e no futuro previsível não haverá mais pessoas com síndrome de Down. Mas este é um sucesso?

O temor generalizado é que os estados não vão mais proteger a vida ainda não nascida como determina a lei e liberam um tipo de EUGENIA, escolhida pelos pais. A lei protege explicitamente as pessoas com deficiencias, seja quais foram, e garante a vida e a participação na sociedade em todas as áreas.

Neste sentido é difícil de entender de apoiar pesquisas que não têm nenhum outro objetivo de filtrar vida deficiente e destruir-la (Ainda não é o caso do Brasil, mas logo os mesmos métodos vão ser usados também aqui). O foco de todos os diagnósticos de deficiências já não é mais a vida das pessoas em si, mas o seu ambiente social.

Supõe-se geralmente que os pais não desejam crianças deficientes. Podemos exigir dos pais de aceitar uma criança deficiente? E a sociedade deve pagar os custos, muitas vezes ao longo da vida?

Não há critérios humanos que são aplicadas, mas cálculos de custo-benefício – porem para a criança continua sendo uma questão de vida ou morte.

Crianças com síndrome de Down são geralmente felizes e pessoas muito agradáveis e amáveis. Para declarar o seu direito de existir como “imposição” para pais e sociedade se reflete na regra a ignorância da sociedade, que já está acostumado de ver menos pessoas de síndrome de Down na vida diária.

O que falta é uma nova visão, uma nova consciência, pois as pessoas não “sofrem” de Down, como se costuma dizer. Eles sofrem simplesmente das discriminações da sociedade! Os pais confirmam isso, pois estas crianças são geralmente consideradas pela sociedade como um mal evitável! Muitas vezes, os pais sofrem ainda de isolação social e acusações de poder ter evitado o nascimento deste ser deficiente!

Onde fica o direita a vida e a proteção da vida ainda não nascida? O aborto não deve ser a ultima alternativa! Vendo do outro lado da moeda, o que resta? Se temos o direito de matar vida ainda não nascida, porque não temos também o direito de matar deficientes que se tornaram deficiente mais tarde em conseqüência de uma doença ou um acidente?

“Não ser deficiente é nenhum mérito, mas um presente que pode ser tomada a cada dia.”

E o lado espiritual? Não tem nada a ver com karma da criança ou dos pais, pelo menos não como razão principal. Crianças de Down na verdade não são deficientes, mas portadores de amor que vieram para nos ensinar e trazer alegria. Nós apenas somos estupido demais para enxergar!

Imagem: Kopp-Verlag

Fonte: Birgit Kelle

%d blogueiros gostam disto: