Arquivo

Archive for abril \16\UTC 2013

Comprovado, Flúor emburrece!

Se na próxima vez alguém lhe diz que não há nenhuma evidência científica de que o flúor seja prejudicial, então você simplesmente se refere a um novo estudo que foi recentemente publicado na Environmental Health Perspectives, o jornal do Institute of Environmental Health Sciences.

2013-04-16Este novo estudo comprove – até agora pela 25. vez – que o flúor afeta em humanos o desenvolvimento do cérebro e leva ao QI significativamente mais baixo.

Pesquisadores da Escola de Saúde Pública da Universidade de Harvard e da China Medical University, em Shenyang, em conjunto, investigaram os efeitos do flúor em crianças, pesquisando criticamente 27 estudos de flúor já existentes. A equipe encontrou “fortes evidências” de que o contato com flúor, particularmente em crianças durante a fase de desenvolvimento, prejudica dramaticamente o desenvolvimento cognitivo e a função do cérebro.

Segundo os dados disponíveis, todas as crianças que vivem em áreas onde a água potável é fluorada, mostram valores de QI muito mais baixos do que crianças que vivem em áreas que não são fluoradas. Após levar em conta outros fatores externos, que poderiam afetar a saúde cognitiva e o desenvolvimento, a equipe, chegou essencialmente à conclusão de que uma ligação entre a exposição ao fluoreto e o QI prejudicado é inegável.

“Nossos resultados confirmam o fato de que uma exposição ao flúor afeta negativamente o desenvolvimento neuropsicomotor em crianças”, diz o relatório do cientista de Harvard Anna Choi e seus colegas. “O flúor atravessa facilmente a barreira placentária. A exposição ao fluoreto pode levar a danos permanentes no cérebro em desenvolvimento, que é mais vulnerável a toxinas do que o cérebro maduro.”

Em outro estudo, que foi publicado em 2010, no mesmo jornal, uma relação similar entre a exposição ao fluoreto e desenvolvimento cognitivo foi comprovada. Uma comparação entre crianças com idades entre oito e 13 anos que viviam em duas aldeias chinesas – uma com água fluorada e a outra não – mostrou na aldeia com água não-fluorada, um maior valor de QI de cerca 350 porcento do que o QI na outra aldeia, onde a água foi fluorada.

E também na Índia, investigadores observaram que o fluoreto em crianças transpassam a barreira hemato-encefálica e alteram a “estrutura e função do tecido nervoso“. Este estudo em particular, que foi publicado no Journal of Medical and Allied Sciences, explica, até que ponto a propagação do fluoreto realmente chegou, na medida em que se deposita e acumula em todo o corpo, incluindo o cérebro.

“É um absurdo, expor nossas crianças de experiências de flúor para satisfazer as ambições políticas de grupos interessados​​,” diz o advogado Paulo Beeber, Presidente da New York State Coalition Opposed to Fluoridation (NYSCOF) (Oposição a fluoretação do estado de Nova York). “Mesmo que a fluoretação reduziria a incidência de cárie – a saúde bucal é mais importante do que a saúde do cérebro? É hora de deixar a política de lado e acabar com a fluoretação artificial no mundo inteiro.”

É uma vergonha que alguém nos EUA inventou algo novo para ganhar dinheiro, prejudicando o mundo inteiro com sua ganancia. Inimaginável é que ele convenceu a maioria dos governos mundiais de colocar toxinas na boca dos povos e ainda dizendo que faz bem para a saúde dos dentes! E o resto do corpo não importa? Esta é o resultado do câncer da corrupção, aqui no Brasil e no mundo afora.

Inicialmente apenas em pastas de dentes, agora o flúor é colocado em toda agua potável de torneiras e, espantoso, também em aguas minerais! Mas não somente os políticos são corruptos, também os dentistas apoiam este crime.

Chuta, quem finalmente são os maiores interessados que a humanidade emburrece para ser mais facilmente manipulado? Leia os últimos posts e você vai entender o jogo sujo.

Fontes: Ethan A. Huff

Harvard School of Public Health

Market Watch

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: