Arquivo

Archive for maio \31\UTC 2014

NUNCA LI NADA IGUAL CONTRA O EX-PRESIDENTE

Carta de Gilberto Geraldo Garbi para Lula.
2014-05-31-2 Lulla
Gilberto Geraldo Garbi foi um dos alunos classificados a seu tempo como UM DOS MELHORES ALUNOS DE MATEMÁTICA que já haviam adentrado o ITA.
Depois de graduado, desenvolveu carreira na TELEPAR,
onde chegou a Diretor Técnico e Diretor Presidente,
sendo depois Presidente da TELEBRAS.

“Há poucos dias, a imprensa anunciou amplamente que,
segundo as últimas pesquisas de opinião, Lula bateu de novo seus recordes anteriores de popularidade e chegou a 84% de avaliação positiva.

É, realmente, algo “nunca antes visto nesse país” e eu fiquei me perguntando o que poderemos esperar das próximas consultas populares.

Lembro-me de que quando Lula chegou aos 70% achei que ele jamais bateria Hitler, a quem, em seu auge, a cultíssima Alemanha chegara a conceder 82% de aprovação.

Mas eu estava enganado: nosso operário-presidente já deixou para trás o psicopata de bigodinho e hoje só deve estar perdendo para Fidel Castro e para aquele tiranete caricato da Coreia do Norte, cujo nome jamais me interessei em guardar.

Mas Lula tem uma vantagem sobre os dois ditadores: aqui as pesquisas refletem verdadeiramente o que o povo pensa (se não fosse a URNA ELETRÓNICA), enquanto em Cuba e na Coreia do Norte as pesquisas de opinião lembram o que se dizia dos plebiscitos portugueses durante a ditadura lusitana:

SIM, Salazar fica;
NÃO, Salazar não sai;
brancos e nulos sendo contados a favor do governo.

Portanto, a popularidade de Lula ainda “tem espaço” para crescer, para empregar essa expressão surrada e pedante,
mas adorada pelos economistas. E faltam apenas cerca de 16% para que Lula possa, com suas habituais presunção e imodéstia, anunciar ao mundo que obteve a unanimidade dos brasileiros em torno de seu nome, superando até Jesus Cristo ou outras celebridades menores que jamais conseguiram livrar-se de alguma oposição…

Sim, faltam apenas 16% mas eu tenho uma péssima notícia a dar a seu hipertrofiado ego: pode tirar o cavalinho da chuva, cumpanhero, porque de 99,9999995% você não passa!

Como você não é muito chegado em Aritmética, explico melhor: o Brasil tem 200.000.000 de habitantes, um dos quais sou eu. Represento, portanto, 1 em 200.000.000, ou seja, 0,0000005% enquanto os demais brasileiros totalizam os restantes 99,9999995%.

Esses, talvez, você possa conquistar, em todo ou em parte.
Mas meus humildes 0,0000005% você jamais terá porque não há força neste ou em outros mundos, nem todo o dinheiro com que você tem comprado votos e apoios nos aterros sanitários da política brasileira, não há, repito,
força capaz de mudar minha convicção de que você foi o pior dentre todos os presidentes que tive a infelicidade de ver comandando o Brasil em meus 65 anos de vida.

E minha convicção fundamenta-se em um fato simples:
desde minha adolescência, quando comecei a me dar conta das desgraças brasileiras e a identificar suas causas, convenci-me de que na raiz de tudo está a mentalidade dominante no Brasil, essa mentalidade…
dos que valorizam a esperteza e o sucesso a qualquer custo;
dos que detestam o trabalho e o estudo;
dos que buscam o acesso ao patrimônio público para proveito pessoal;
dos que almejam os cabides de emprego e os cargos fantasmas;
dos que criam infindáveis dinastias nepotistas nos órgãos públicos;
dos que desprezam a justiça desde que a injustiça lhes seja vantajosa;
dos que só reclamam dos privilégios por não estar incluídos entre os privilegiados;
dos que enriquecem através dos negócios sujos com o Estado;
dos que vendem seus votos por uma camiseta, um sanduíche ou,
como agora, uma bolsa família;
dos que são incapazes de discernir, comover-se e indignar-se diante de infâmias.

Pense a maioria o que quiser, diga a maioria o que disser, não mudarei minha convicção de que este País só deixará de ser o que é:
– uma terra onde as riquezas produzidas pelo suor da parte honesta e trabalhadora é saqueada pelos parasitas do Estado
– e pelos ladrões privados eternamente impunes

quando a mentalidade da população e de seus representantes for profundamente mudada.

Mudada pela educação, pela perseverança, pela punição aos maus, pela recompensa aos bons, pelo exemplo dos governantes.

E você Lula,
teve uma oportunidade única de dar início à mudança dessa mentalidade.
Você teve a oportunidade de tornar-se nossa tão esperada âncora moral, esta sim, nunca antes vista nesse País.

Mas não, você preferiu o caminho mais fácil e batido das práticas populistas e coronelistas de sempre, da compra de tudo e de todos.

Infelizmente para o Brasil você estava certo:
para que se esforçar, escorado apenas em princípios de decência, se muito mais rápido e eficiente é comprar o que for necessário, nessa terra onde quase tudo está à venda?

Eu não o considero inteligente, no nobre sentido da palavra,
porque uma pessoa verdadeiramente inteligente, depois de chegar aonde você chegou, partindo de onde você partiu,
não chafurdaria nesse lamaçal em que você e sua malta alegremente surfam.

Mas reconheço em você uma esperteza excepcional:
nunca antes nesse País um presidente explorou tão bem,
em proveito próprio e de seu bando, as piores qualidades da massa brasileira e de seus representantes.

Esse é seu legado maior:
o de haver escancarado a lúgubre realidade de que o Brasil continua o mesmo que Darwin encontrou quando passou por essas plagas em 1832 e anotou em seu diário:
“Aqui todos são subornáveis”.

Você destruiu as ilusões de quem achava que havíamos evoluído em nossa mentalidade e matou as esperanças
dos que ainda acreditavam poder ver um Brasil decente antes de morrer.

Você não inventou a corrupção brasileira, mas fez dela um maquiavélico instrumento de poder.

Você é o sonho de consumo da banda podre desse País,
o exemplo que os funcionários corruptos do Brasil sempre esperaram para poder dar, sem temores, plena vazão a seus instintos.

Você faz da mentira e da demagogia seu principal veículo de comunicação com a massa.

A propósito, o que é que você sente, todos os dias, ao olhar-se no espelho e lembrar-se do que diz nos palanques?

Você sente orgulho em subestimar a inteligência da maioria e ver que vale a pena?

Você mentiu quando disse haver recebido como herança maldita a política econômica de seu antecessor.

Você mentiu ao dizer que não sabia do Mensalão.

Mentiu quando disse que seu filho enriqueceu através do trabalho.

Mentiu sobre os milhões que a ONG 13, de sua filha,
recebeu sem prestar contas.

Mentiu ao afastar Dirceu, Palocci, Gushiken e outros cumpanheros pegos em flagrante.

Mente quando, para cada platéia, fala coisas diferentes,
escolhidas sob medida para agradá-las.

Mentiu, mente e mentirá em qualquer situação que lhe convenha.

Você não moveu uma palha, em seis anos de presidência,
para modificar as leis odiosas que protegem criminosos de todos os tipos neste País sedento de Justiça e encharcado pelas lágrimas dos familiares de tantas vítimas.

Jamais sua base no Congresso preocupou-se em fechar
ao menos as mais gritantes brechas legais pelas quais os criminosos endinheirados conseguem sempre permanecer impunes, rindo-se de todos nós.

Ao contrário, o Supremo, onde você tem grande influência,
por haver indicado um bom número de Ministros, acaba de julgar que mesmo os condenados em segunda instância
podem permanecer em liberdade, até que todas as apelações, recursos e embargos sejam julgados, o que, no Brasil, leva décadas.

Isso significa, em poucas palavras, que os criminosos com dinheiro suficiente para pagar os famosos e caros criminalistas brasileiros podem dormir sossegados, porque jamais irão para a cadeia.

Estivesse o Supremo julgando algo que interessasse a seu grupo ou a suas inclinações ideológicas, certamente você teria se empenhado de corpo e alma.

Aliás, Lula, você nunca teve ideais, apenas ambições.

Você jamais foi inspirado por qualquer anseio de Justiça.
Todas as suas ações, ao longo da vida, foram motivadas por rancores, invejas, sede pessoal de poder e irrefreável necessidade de ser adorado e ter seu ego adulado.

Você tem dividido a nação, jogando regiões contra regiões,
classes contra classes e raças contra raças, para tirar proveito das desavenças que fomenta.

Aliás, se você estivesse realmente interessado, em dar aos pobres, negros e outros excluídos as mesmas oportunidades que têm os filhos dos ricos, teria se empenhado a fundo na melhoria da saúde e do ensino públicos.

Mas você, no íntimo, despreza o ensino, a educação e a cultura, porque conseguiu tudo o que queria, mesmo sendo inculto e vulgar.
Além disso, melhorar a educação toma um tempo enorme e dá muito trabalho, não é mesmo?

A Imprensa faz-lhe pouca oposição porque você a calou,
manipulando as verbas publicitárias, pressionando-a economicamente e perseguindo jornalistas.

Você pode desdenhar tudo aquilo que aqui foi dito, como desdenha a todos que não o bajulem.

Afinal, se você não é o maior estadista do planeta, se seu governo não é maravilhoso, como explicar tamanha popularidade?

É fácil: políticos, sindicatos, imprensa, ONGs, movimentos sociais, funcionários públicos, miseráveis, você comprou com dinheiro, bolsas, cotas, cargos e medidas demagógicas.

Muita gente que trabalha, mas desconhece o que se passa nas entranhas de seu governo, satisfez-se com o pouco mais de dinheiro que passou a ganhar, em consequência do modesto crescimento econômico que foi plantado anteriormente.

É esse, em síntese, o triste retrato do Brasil de hoje…
E, como se diz na França,
“l´argent n´est tout que dans les siècles où les hommes ne sont rien”.

Gilberto Geraldo Garbi

Se concorda espalhe…( já somos pelo menos mais dois..)

Anúncios
Categorias:Brasil, Perigos

PORQUE A MÍDIA NÃO MOSTROU ISSO? Olha só o Viaduto do Chá, Av. Paulista…

… SÃO OS MILHÕES E MILHÕES EM PROPAGANDA DO GOVERNO QUE COMPRAM E CALAM A IMPRENSA “LIVRE”.

http://www.youtube.com/embed/EJNVPwkhghA?feature=player_detailpage”

ACORDEM BRASILEIROS OU QUEREM VIVER COMO EM CUBA E VENEZUELA?

Categorias:Consciencia

Finalmente: Ministério de Saúde questiona eficácia do tamiflu contra gripe H1N1

Estudo concluiu que remédio para H1N1 não evita disseminação da gripe. Ministério disse que indicação se baseia em recomendações da OMS.
2014-05-29-2 Vacina H1N1
Mais informações:
Estudo questiona eficácia e bilhões gastos em tamiflu

Campanha de vacinação contra a gripe pretende imunizar 49,6 milhões

Veja especial sobre o vírus H1N1

O Ministério da Saúde informou que vai avaliar em profundidade o estudo da Cochrane Collaboration – rede independente e global de pesquisadores especializada em revisões sistemáticas na área da saúde – que concluiu que o medicamento antiviral tamiflu (oseltamivir) não evita a disseminação da gripe e nem reduz as complicações perigosas da doença, apenas ajuda com os sintomas.

O governo brasileiro vai iniciar, de 22 de abril a 9 de maio, a campanha de vacinação contra a gripe em todo o país. A meta deste ano é imunizar 49,6 milhões de pessoas. A imunização protege contra os subtipos do vírus influenza: H1N1, H3N2 e B.

No combate ao vírus H1N1, segundo o estudo britânico, o medicamento não seria mais eficaz do que um paracetamol, analgésico popular usado em vários países. O tamiflu tem sido usado em larga escala no Brasil e no mundo para o combate ao vírus H1N1 desde a pandemia de gripe A de 2009.

Em nota ao G1, o Ministério da Saúde afirmou, no entanto, que “o antiviral oseltamivir (tamiflu) é indicado para o tratamento de casos graves e de pessoas com fatores de risco. Esta indicação se baseia em estudos clínicos e respaldada por recomendações de instituições de referência, como a Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos”.

O ministério acrescenta ainda que “estudos realizados no Brasil têm confirmado a importância da administração do oseltamivir, rapidamente, nas situações indicadas como medida capaz de reduzir complicações e mortes decorrentes da influenza (gripe).”

Em 2009, um levantamento feito pela Central Estadual de Regulação Hospitalar, da Secretaria da Saúde do Rio Grande do Sul, já havia chegado a uma conclusão preliminar de que o tamiflu poderia não determinar uma evolução melhor do paciente.

Fonte: Mariana Lenharo Do G1, em São Paulo

Resultado triste: Enquanto o mundo já acordou muito tempo sobre a inexistente “pandemia da H1N1” e os riscos desta vacina perigosa, as nossas autoridades ainda dormiram até agora. O que elas vão fazer sobre os terríveis contraindicações que deixaram deficiente ou mataram muita gente???

O nosso blog Horoscopoblog.com.br alertou sobre os riscos desta vacina primeiro em 25. 6. 2011 e por exemplo, sobre a narcolepsia em 20. 3. 2012, e novamente em 2. 4. 2012 e 16. 5. 2012.

O nosso blog TopAtualidade.com alertou em 4. 8. 2013 sobre os riscos deste vacina fajuta.

Vários médicos ridicularizaram nossos posts, perguntaram se somos médicos ou cientistas, para nos desacreditar! Não, não somos, mas somos normal inteligente, bem informado e não arrogante como alguns “semideuses” que acham que são infalível e donos da verdade que não conhecem mais seus pacientes, mas somente “casos”!

O mesmo acontece com Paracetamol em casos de dengue que provoca destruição do fígado em doses altos e se torna “Dengue Hemorrágico”, doença que não existe e pelo menos não é culpa do mosquito, mas comprovadamente do remédio e dos médicos!

E o que o Ministério de Saúde vai fazer contra vacinas com Mercúrio, Alumínio e outras substancias tóxicos???

Categorias:Brasil, Perigos, Vacinas

Desabafo de um juiz aposentado

maio 29, 2014 1 comentário

PREPARA-TE MINAS GERAIS !!!!

Nascedouro da nacionalidade, berço da liberdade e sacrário dos valores eternos, minha Minas Gerais não ficará silente nem deserdará seus filhos neste momento tenebroso por que passa o Brasil.
2014-05-29 Dilma rindo
Nuvens negras já despontam no horizonte da Pátria com vistas a turvar e demolir a nossa democracia penosamente construída.
Homens inescrupulosos, impatrióticos e vendilhões se apoderaram do poder em todos os níveis e nele pretendem se perpetuar, impondo-nos ideologia e regime político alienígenas, incompatíveis com nossa tradição, nossas aspirações e com a nossa história.
Estes se espelham no decadente facínora Fidel Castro, no inconcebível regime dito bolivariano da Venezuela e nos mais sanguinários ditadores do mundo.

Aspiram se eternizarem no poder mediante o covarde silêncio do Congresso Nacional e da recente decisão do STF no escandaloso caso de corrupção denominado “mensalão”.

O povo, em boa parte analfabeta, carente e dependente das tais bolsas compra votos (bolsa família, bolsa gás, bolsa escola, bolsa prostituta, etc…) não vislumbra, por absoluta incapacidade de discernir, o perigo que se avizinha.

Já perdemos nossa identidade cívica, social e moral e, não demorará perderemos a liberdade caso prossigamos nesta trilha maldita de corrupção e cinismo implantada pelo PT comandado por Lula.

É revoltante assistir a presidente empunhando entusiasticamente a bandeira cubana ao lado do ditador ilhéu; congressistas ostentando nas paredes de seus gabinetes a foto do sanguinário Che Guevara e o presidente da Câmara a afrontar em momento solene o Ministro Joaquim Barbosa, Presidente do STF.

Avulta-se, com desenvoltura nunca vista, o aparelhamento do Estado, a compra de parlamentares, o sucateamento das Forças Armadas, o manietar da Polícia Federal e pior, o silêncio complacente das instituições, especialmente dos Ministérios Público Federal e Estaduais e a leniência de boa parte do Judiciário além do andar paquidérmico dos processos.

Os políticos, por seu turno, perderam a hombridade e se quedam em covarde passividade diante destes descalabros. Não há oposição para combater tantos desmandos; nenhuma voz de alteia contra este estado de coisas, no Congresso submisso.

Empréstimos secretos são feitos a ditaduras; dívidas de países governados por ditadores são perdoadas sem que a opinião pública brasileira seja consultada; investimentos milionários são feitos em Cuba sob o suspeito crivo de “secretos”; igualmente “secretos” e suspeitos são os gastos com cartões corporativos, as viagens da secretária do ex-presidente e as despesas com viagens internacionais, enquanto ministérios inúteis foram criados para arrebanhar cúmplices neste nefasto aparelhamento do estado petista.
Não há uma ação sequer do governo petista que seja clara e induvidosa. Sobre todas pairam suspeitas e inexplicável silêncio dos governantes.

O Supremo Tribunal Federal, salvo as notórias exceções, hoje mais ainda realçadas, resvalou para o julgamento de conveniência e já não há um cidadão que lhe renda o devido respeito.

Nossas fronteiras, deliberadamente escancaradas ao narcotráfico, ao contrabando e ao descaminho, às FARC e aos médicos cubanos, são indícios de que estamos perdendo nossa soberania e o controle do que se passa em nosso território.

Adicionem-se a este quadro nebuloso da nacionalidade as suspeitas demarcações de terras indígenas, a desenvoltura do MST, (este claramente estimulado e financiado pelo Planalto) e tem-se o caldo da desobediência civil, do atrito entre irmãos e do caos social.
A violência urbana, já incontrolável, domina todas as comunidades do país; as drogas já escravizam milhões de brasileiros e, segundo consta, já passa de um milhão a coorte de menores zumbis que vaga pelas cidades, dependentes que são do “crak”.

Saúde pública vergonhosa, ensino público sofrível, segurança pública nenhuma.

Direitos humanos só para transgressores da lei em inaceitável inversão de valores.

No malsinado governo Goulart, no qual as ameaças foram muito mais tímidas Minas Gerais se levantou e espantou o fantasma que nos rondava.

Na verdade, o Brasil é hoje, apesar da sua grandiosidade, país satélite das diminutas (em todos os sentidos) republiquetas sul-americanas.

Onde estão as comunidades religiosas?
Onde estão os Clubes de Serviço apologistas das liberdades?
Onde estão os homens de bem deste país?
Onde estão as forças vivas da comunidade brasileira?
Onde está a imprensa?

Estão fingindo nada ver e nada ouvir e fazendo cara de paisagem diante da borrasca político/social que se avizinha.

Creio e espero que agora, se necessário for, Minas novamente se levantará contra o caudilhismo e o comunismo que aí estão à vista e já avizinhados, para honrar a tradição de liberdade que naquelas montanhas é cultuada desde os primórdios da colônia.

Se assim for, estimarei ser convocado e serei um entusiasmado voluntário.

Se o outro nome de Minas é Liberdade como acentuou Tancredo Neves, ela, a Liberdade, daquelas montanhas jamais se arredará.
Tenho fé.

Barbacena, 28 de fevereiro de 2014.
MOZART HAMILTON BUENO
Juiz de Direito aposentado e Professor
Residente em Brasília

Só para lembrar:
Não é a política que faz o candidato virar ladrão.
É o seu voto que faz o ladrão virar político.

Não seja um deficiente cívico, faça a sua parte.
Como cidadãos e contribuintes de tributos e de votos,
Vamos nos mobilizar para o exercício saudável da cidadania.

Caso não haja uma virada agora, o Brasil deixará de ser uma potência, que já era considerado, para ser um retrato piorado, do que é hoje a Venezuela e Cuba. O atual partido afundará o Brasil de tal maneira que nos próximos 50 anos não conseguirá reerguer-se! Façam alguma coisa enquanto há tempo.
Esta é uma constatação consciente. Divulguem, compartilhem… abram os olhos do seu amigo, seu vizinho, seu parente…É a vida de seus filhos e netos, mais do que sua que está em causa.

Imagem:MovimentoBrasilConsciente

Prostitutas da Mídia do Politicamente Correto acusam…

…as “Teorias de Conspiração” de fazer um “Jogo com o Medo”.
2014-05-28
Não há mais duvidas que a imprensa “Mainstream” abastece as pessoas com informações e noticias manipuladas e em boa parte mentirosas, e no outro lado simplesmente omite outras que não servem aos seu interesses.

Um bom exemplo são cientistas e jornalistas que alertam sobre o aquecimento do terra e são internacionalmente chamados de “Esotéricos de Clima” ou também “Alarmistas de Clima”, pois todas as informações são erradas e manipuladas. Poucas pessoas sabem disso.

Eu cresci numa época em que ainda existia diversidade jornalística e os profissionais ainda tinham honra e compromisso com a verdade e que aceitaram outras opiniões e teorias sem as ridiculizar.
Isso mudou completamente!

Hoje, se têm de um lado aqueles que são os donos da “verdade”, pois dominam a midia e assim a opinião publica, e no outro lado indivíduos sem a força da “imprensa politicamente correta” que mesmo assim têm o único interesse de ajudar seu próximo de acordar e reconhecer a realidade verdadeira e sem ilusão. Automaticamente, são combatidos com todos os meios que os poderosos têm.

Porque eles xingam portais, sites e blogs livres da internet? É simples, pois nem eles se consideram mais jornalistas que estudaram muito antes de começar esta profissão. Hoje, eles recebem tudo pronto em conferencias de redação, na TV, em jornais e revistas. Eles apenas podem fazer pequenas mudanças, mas o resultado final sempre já foi definido.

O Objetivo principal não é mais a procura da verdade, mas a execução de ordens tendenciosas. Evidentemente, ninguém gosta deste tipo de “jornalismo” e isso também não é nada daquilo que eles aprenderam na faculdade. Hoje, eles apenas copiam e espalham o que outras já produziram.

Esta é a razão de difamar aqueles que revelam a verdade como “Teoria de Conspiração” e como “Jogo com o Medo”, que é o contrapeso das manipulações da verdade, porem não podem mais impressionar ninguém, porque mais e mais as pessoas estão acordando e enxergando a verdade real.

Porque as vacinas têm que ter hoje mercúrio, alumínio e outras substâncias altamente tóxicas?

Porque protetores de Sol provocam mais câncer do que protejam contra câncer?

Porque adoecem tantas pessoas de câncer se a doença pode ser evitada e combatido facilmente com alimentos saudáveis?

Porque morrem tantas pessoas da “dengue hemorrágica”, se esta doença nem existe e apenas é provocada por um remedio chamado Paracetamol, que destrói o fígado?

Porque existem “Chemtrails”, aviões que voam alto e pulverizam líquidos tóxicos sobre a terra, animais e pessoas com a intensão de prejudicá-las?

Eu tenho mais algumas mil perguntas e foi atrás de cada uma, para entender porque certas pessoas querem prejudicar a população e ainda com a aprovação dos políticos e outras autoridades. Quem manda fazer isso, pois acontece no mundo inteiro?

A imprensa “politicamente correta” quer nos fazer acreditar no Papai Noel e Coelho de Páscoa, em vez de informar objetivamente. Você não acho isso também muito lamentável?

Será que é um “jogo com o medo” de alertar sobre algo perigoso e óbvio a acontecer, mas a mídia não quer que você saiba? Ou esclarecer onde e porque a imprensa está mentindo?

Tudo é segredo e intransparente o que eles não querem que você saiba, como numa ditadura. Ou será que já vivemos numa ditadura pelo menos de imprensa?

Se nos olhamos para trás, o que quer dizer o nome Groenlândia? País Verde, pois naquela época não tinha geleiras. Ou pensando nos romanos. Quando eles atravessaram os Alpes, também não tinha geleiras. O clima da terra sempre oscilou bastante, porque tantas mentiras, se não há outros interesses em jogo?

Diversidade de opiniões deve ser normal em uma democracia e cabe aos cidadãos de formar sua própria sem aceitar algo preparado com um certo propósito. O sucesso da “Teoria de Conspiração” apenas é o resultado da mentirosa “Imprensa Mainstream” e nada mais.

Espero que muitas pessoas ainda acordam. Pelo menos eu vou continuar revelando assuntos “proibidos” pelos poderosos.

Imagem: http://www.midianews.com.br

A PESCARIA DO REI

2014-05-28 Lula pescandoEra uma vez um rei que queria ir pescar. Ele chamou o seu ministro da Meteorologia e pediu-lhe a previsão do estado do tempo para as próximas horas. Este assegurou-lhe que não iria chover.

No caminho, o rei encontrou um camponês montando seu burro e que, ao vê-lo, disse:

“Majestade, é melhor regressar ao palácio porque vai chover muito.”

É claro que o rei ficou pensativo: “Eu tenho um ministro da Meteorologia muito bem pago que me disse o contrário. Vou seguir em frente.”

E assim fez … E, claro, choveu torrencialmente, a pescaria ficou estragada e o rei encharcado e resfriado. Furioso, voltou para o palácio e despediu o ministro. Em seguida, convocou o camponês e ofereceu-lhe o cargo, mas este, sincero (não era político), disse-lhe:

“Senhor, eu não entendo nada disso, mas se as orelhas do meu burro estão caídas, significa que vai chover.”

O rei, então, usou a lógica e nomeou o burro.

Assim começou o costume de nomear burros, que desde então têm as posições mais bem pagas nos governos do Brasil.

Autor desconhecido

Imagem: veja.abril.com.br

CNBB recomenda não reeleger Dilma

maio 27, 2014 3 comentários

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulgou uma carta na última segunda-feira na qual pede que os fiéis não votem na candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff.
2014-05-28 CNBB recomenda não reeleger Dilma
Leia a carta na íntegra:
“Dai a César o que é de César e a Deus o que é de Deus.”

“Com esta frase Jesus definiu bem a autonomia e o respeito, que deve haver entre a política (César) e a religião (Deus). Por isto a Igreja não se posiciona nem faz campanha a favor de nenhum partido ou candidato, mas faz parte da sua missão zelar para que o que é de “Deus” não seja manipulado ou usurpado por “César” e vice-versa.

Quando acontece essa usurpação ou manipulação é dever da Igreja intervir convidando a não votar em partido ou candidato que torne perigosa a liberdade religiosa e de consciência ou desrespeito à vida humana e aos valores da família, pois tudo isso é de Deus e não de César. Vice-versa extrapola da missão da Igreja querer dominar ou substituir-se ao estado, pois neste caso ela estaria usurpando o que é de César e não de Deus.

Já na campanha eleitoral de 1996, denunciei um candidato que ofendeu pública e comprovadamente a Igreja, pois esta atitude foi uma usurpação por parte de César daquilo que é de Deus, ou seja o respeito à liberdade religiosa.

Na atual conjuntura política o Partido dos Trabalhadores (PT) através de seu IIIº e IVº Congressos Nacionais (2007 e 2010 respectivamente), ratificando o 3º Plano Nacional de Direitos Humanos (PNDH3) através da punição dos deputados Luiz Bassuma e Henrique Afonso, por serem defensores da vida, se posicionou pública e abertamente a favor da legalização do aborto, contra os valores da família e contra a liberdade de consciência.

Na condição de Bispo Diocesano, como responsável pela defesa da fé, da moral e dos princípios fundamentais da lei natural que – por serem naturais procedem do próprio Deus e por isso atingem a todos os homens -, denunciamos e condenamos como contrárias às leis de Deus todas as formas de atentado contra a vida, dom de Deus, como o suicídio, o homicídio assim como o aborto pelo qual, criminosa e covardemente, tira-se a vida de um ser humano, completamente incapaz de se defender. A liberação do aborto que vem sendo discutida e aprovada por alguns políticos não pode ser aceita por quem se diz cristão ou católico. Já afirmamos muitas vezes e agora repetimos: não temos partido político, mas não podemos deixar de condenar a legalização do aborto. (confira-se Ex. 20,13; MT 5,21).

Isto posto, recomendamos a todos verdadeiros cristãos e verdadeiros católicos a que não dêem seu voto ao Partido dos Trabalhadores (PT) e demais candidatos que aprovam tais “liberações”, independentemente do partido a que pertençam.

Evangelizar é nossa responsabilidade, o que implica anunciar a verdade e denunciar o erro, procurando, dentro desses princípios, o melhor para o Brasil e nossos irmãos brasileiros e não é contrariando o Evangelho que podemos contar com as bênçãos de Deus e proteção de nossa Mãe e Padroeira, a Imaculada Conceição.

Dom Luiz Gonzaga Bergonzini”

Imagem: ars-the.blogspot.com

%d blogueiros gostam disto: