Arquivo

Posts Tagged ‘a Lua’

Ensinamentos Astrológicos cientificamente confirmados

As posições dos planetas estão cunhando o relógio biológico dos seres humanos!

Ainda hoje existem céticos que duvidam das influencias do Sol, da Lua e dos outros planetas á personalidade no momento do nascimento. Agora, a ciência confirma a ligação holística entre indivíduos e o cosmo e revela que não se trata de fraude.

Conforma a opinião generalizada da ciência, somente os genes e a criação determinam a personalidade, enquanto a posição da Terra no momento do nascimento não tem a mínima importância. Alem disso, a ciência também nega qualquer relação da Lua a respeito da vida na Terra e assim também os conhecimentos milenares dos agricultores de semear e plantar conforme o ritmo da Lua que leva a colheitas maiores. Até a reprodução dos seres humanos depende de certa forma da Lua, pois regula a menstruação das mulheres e influencia o nascimento das crianças.

As pesquisas foram feitos pelos professores de biologia Douglas McMahon, Chris Cialeglio, Karen Gamble e dois estudantes. Como eles não acreditam em astrologia, mas na ciência, a linguagem é estritamente cientifica, mesmo que defende princípios astrológicos.

A maior surpresa para Cialeglio foi o fato que o ciclo neuronal dependeu plenamente do relógio biológico! E isso é exatamente o principio básico da astrologia: a posição dos planetas no momento do nascimento pode mudar a fisiologia do cérebro e assim influenciar o comportamento durante toda vida.

Como não pode ser por razões obvias, eles não chamam isso de astrologia, mas de biologia sazonal. Seja como for, passo por passo, a astrologia se comprova e conquista seu lugar justo e esperado.

Imagens: Mike Adams,

Astrologia Kármica: Vênus e o Amor (2)

novembro 26, 2011 Deixe um comentário

Agora você já entende alguma coisa da Vênus e sabe que este planeta é muito importante para nossos relacionamentos íntimos e emoções positivas.

Com poucas palavras-chave: o Sol significa Deus, o pai e a vida em si; a Lua é a mãe, a natureza, o passado; Mercúrio nos dá o poder de pensar e comunicar; Marte significa a energia divina, a semente brotando que apenas batalha para viver e crescer.

Assim, Vênus está em boa companhia com suas emoções e a capacidade de amar e sentir a felicidade. Porem, quando não consegue desenvolver estes sentimentos positivos, algo deve estar errado e este algo somente pode ter razões kármicas, se não queremos dizer que nosso Criador é um Deus que apenas quer nos julgar e condenar, sendo injusto e vingativo e não um Deus de amor e perdão.

Para descobrir o que está errado com nossos sentimentos e relacionamentos íntimos, serve perfeitamente a Astrologia Kármica, verificando as condições da Vênus no mapa astral. A falte de amor em vidas passadas se mostra na maioria dos casos como Falta de Capacidade de Amar e requer aprendizagens muito dolorosas nas reencarnações subsequentes.

Ainda hoje acontecem casos kármicos que tem sua origem nos acontecimentos cruéis da antiga inquisição e não são poucos. Ou são exemplos de atos violentos em guerras. As vezes, se pode ate definir, em qual guerra e em qual pais aconteceu. Mas pode ser também nada tão expressivo, como por exemplo o comportamento feio e maligno de um padastro/madrasta com seus enteados. Hoje tem problemas em ter filhos ou sofrem com o comportamento deles.

Outros simplesmente humilharam pessoas e sofrem hoje do mesmo jeito humilhações. Alguém que humilhou no passado pessoas gordas, pode renascer com a tendencia de engordar e sofrer também humilhações.

O karma, normalmente, paga com a mesma moeda e o mesmo peso dos atos cometidos no passado. Quem matou, também morre violentamente. Quem somente causou danos, sofre dos mesmo danos.

Muito interessante são os casos da homossexualidade que normalmente não são bem aceitos e entendidos pela sociedade. Nunca podem ser considerados como doenças, loucura e deficiências genéticas, são simplesmente necessidades kármicas. Após uma serie de reencarnações como homem ou mulher, uma mudança de sexo é necessária por razões kármicas.

Por exemplo, um homem em vidas passadas, maltratou gravemente mulheres. Para sentir os mesmos maltratos no próprio corpo, ele se reencarnou hoje como mulher. Quando suas tendencias e características masculinas ainda estão muito fortes, ele se torna homossexual. O mesmo vale para o sexo oposto, de uma mulher que de repente se encontra num corpo masculino, sentindo ainda seu antigo ser feminino. Não é fácil de entender?

O assuntou não se esgotou com estas poucas palavras.

Imagem: ‘O nascimento de Venus de Sandro Botticelli’

Astrologia Kármica e o Amor

outubro 17, 2011 Deixe um comentário

Amor perdido, amor traído, amor não respondido, como recuperar um amor perdido? Seja qualquer tipo do amor, sempre tem a ver com a Venus.

Sem a Venus, respectivamente, sem seus princípios primordiais, a vida humana não seria possível, pois ela explica nossos sentimentos e relacionamentos íntimos.

A relação entre casais e com o sexo oposto se pode ver nos aspectos entre Venus e Marte. Perturbações são rapidamente verificados nas posições e nos aspectos entre Marte e Venus. Mas também a Lua e as vezes o Sol podem dar valiosa informações.

Quando ainda não tem uma definição, pode consultar também Jupiter, o grande benéfico com sua abundância. Se não existe este abundância e Marte e Venus não se dão bem, provavelmente há abusos no passado em outras vidas e os problemas de hoje servem de compensação kármica para aprender de respeitar o outro. Neste caso, Saturno pode indicar a maior carga kármica que provavelmente tem haver com frieza e maus tratos do parceiro no passado.

Mais serio é Venus retrograda que significa uma lição muito importante a aprender, pois em vidas passadas a pessoa não entendeu o sentido do verdadeiro amor e fez as pessoas amadas sofrerem muito. Também pode indicar uma mudança de sexo da ultima reencarnação para esta atual e uma possível homossexualidade que tem que ser confirmada por outros aspectos.

Quando porem, Venus não tem nenhum aspecto e se encontra completamente bloqueada, a vida amorosa se torna muito complicada, pois a pessoa ou não tem relações amorosas ou encontra sempre parceiros erradas. Superando esta situação é difícil e requer mudanças radicais da personalidade e dos pensamentos.

Seja como for, o karma nunca falha e os sofrimentos devem servir de lição para o futuro.

O melhor remédio é de se lembrar que o mais importante na vida é a capacidade de amar, e não lamentar somente a falta de um parceiro ideal. Existem outras pessoas e outras coisas valiosas para amar, amar o próximo, por exemplo.

Imagem: http://www.ogrupo.org.br/pensamentosdeamor.asp

Ensinamentos Astrológicas cientificamente confirmadas

julho 15, 2011 1 comentário

As posições dos planetas estão cunhando o relógio biológico dos seres humanos!

Ainda hoje existem céticos que duvidam das influencias do Sol, da Lua e dos outros planetas á personalidade no momento do nascimento. Agora, a ciência confirma a ligação holística entre indivíduos e o cosmo e revela que não se trata de fraude.

Conforma a opinião generalizada da ciência, somente os genes e a criação determinam a personalidade, enquanto a posição da Terra no momento do nascimento não tem a mínima importância. Alem disso, a ciência também nega qualquer relação da Lua a respeito da vida na Terra e assim também os conhecimentos milenares dos agricultores de semear e plantar conforme o ritmo da Lua que leva a colheitas maiores. Até a reprodução dos seres humanos depende de certa forma da Lua, pois regula a menstruação das mulheres.

As pesquisas foram feitos pelos professores de biologia Douglas McMahon, Chris Cialeglio, Karen Gamble e dois estudantes. Como eles não acreditam em astrologia, mas na ciência, a linguagem é estritamente cientifica, mesmo que defende princípios astrológicos.

A maior surpresa para Cialeglio foi o fato que o ciclo neuronal dependeu plenamente do relógio biológico! E isso é exatamente o principio básico da astrologia: a posição dos planetas no momento do nascimento pode mudar a fisiologia do cérebro e assim influenciar o comportamento durante toda vida.

Como não pode ser por razoes obvias, eles não chamam isso de astrologia, mas de biologia sazonal. Seja como for, passo por passo, a astrologia se comprova e conquista seu lugar justo e esperado.

Imagens: Mike Adams,

O Mapa Astral e suas relações

O que mais o mapa astral kármico de reencarnação pode revelar alem do destino da pessoa em questão?

Nos já sabemos que ele descreve o signo e as 12 casas revelam a personalidade; bens e dinheiro; irmãos e primos; família e infância; filhos, amados e sua vida amorosa em geral; saúde e profissão; casamento; morte e renascimento; idéias, religião e filosofia; convívio na sociedade e reputação; amigos atuais e de outras vidas e finalmente suas felicidades e seus sofrimentos, alem de pessoas conhecidas em outras vidas que reencontrou hoje, bem como antigas profissões e países em que viveu. A final tudo que o mapa mostra é a viagem da alma pelo passar do tempo.

Porem, se não há outras informações, alguns planetas podem revelar algo sobre as pessoas mais intimas do nosso convívio. Por exemplo, o Sol não somente indica o signo e sua personalidade formada em vidas passadas, mas também as características principais do seu pai.

De um lado temos o seu próprio relacionamento com seu pai, mas no outro podemos também ver mais detalhes do seu pai e como e porque ele se comporta a respeito de você e outras pessoas da família. Pode ser que este sistema se torna um pouco complicado, mas mesmo assim as informações básicas são surpreendentemente corretas.

O mesmo sistema se usa para ter detalhes da sua mãemediante a Lua. Ele também, em combinação com a Venus, pode informar sobre esposas, irmas, amantes e filhas.

Marte indica detalhes de maridos e amantes masculinos. Mercúrio indica irmãos e primos. Saturno representa os velhos da família e pessoas que já são velhos conhecidos de outras vidas.

Os aspectos também podem informar as relações entre si, por exemplo entre pai e mãe, representados pelo Sol e Lua.

Evidentemente, uma interpretação das pessoas em questão e a respectiva sinastria são bem mais precisas, mas as vezes não temos dados exatos do nascimento deles.

Imagem: lookfordiagnosis.com,

%d blogueiros gostam disto: