Arquivo

Posts Tagged ‘estrada’

Tudo parece irreal…

fevereiro 1, 2012 Deixe um comentário

pior, o irreal se tornou real.

O que você acha da linda imagem ao lado? Não parece felicidade eterna? Ou é só um sonho, uma ilusão ou a calmaria antes da tempestade?

Ate a beleza em minha volta parece irreal, muito verde, muitas arvores, longe de qualquer estrada, paz, silencio, somente interrompido pelos gritos e cantos dos pássaros, céu azul, luz da tarde.

A beleza é real, mas distrai e desvia a atenção de algo mais importante: a situação do nosso Planeta Terra. E a nossa própria também.

Vou repetir minhas perguntas:

O que pode acontecer com a Terra? O que vai acontecer conosco, os seres humanos neste ano de 2012? Vamos continuar viver nossa vidinha e deixar o resto para lá, mesmo sabendo que tudo está completamente errado?

Como neste momento o atrito entre STF e CNJ? A velha historia. Metade dos juízes pensam que são deuses. A outra metade têm certeza disso e acha que podem fazer qualquer coisa e ninguém pode fiscalizá-los.

Estou lendo no livro da Cal Garrison. Os Hopi estão prevendo o seguinte enquanto Plutão está em desarmonia com o ponto Aries: “A Terceira Guerra Mundial parte dos povos da luz nascente (do oriente) e os Estados Unidos serão destruídos com “bacias cheias de cinzas” que caiem dos céus e que fervem os rios e durante muitos anos não crescerá mais grama. Vão provocar doenças para quais não tem remédios e curas.”

Só pode significar bombas atômicas. Será que se trata do Iran que provavelmente vai ser o próximo alvo dos EUA?

Imagem: wallpapers.wordpress.com

Calendário dos Maias, Profecias dos Hopi e a Astrologia de 2012 (1)

Mês a mês e ano atras ano os acontecimentos confirmam a veracidade destas profecias com uma incrível exatidão.

Finalmente, os povos da Terra estão acordando e se revoltando no mundo inteiro contra seus governantes.

Quem está bem informado sobre os acontecimentos no mundo, sabe muito bem que os povos estão nervosos e intranqüilos e vão mais e mais para a rua para demonstrar e fazer greves. Isso aconteceu na China (sem que o povo tem a possibilidade de publicar isso pelos jornais e a televisão e estranhamente nem outros países reportaram sobre estes fatos), em Grécia, em Equador, em vários países asiáticos e europeus e ultimamente na França, onde o povo tradicionalmente se irrita fácil e revolta mais rapidamente contra o governo.

A imprensa no Brasil (autodenominado independente) e no Exterior em geral informa muito timidamente sobre estes acontecimentos. E sabe porque?

Acontece que as greves e demonstrações se tornam cada vez mais agressivos e violentos, alias dos dois lados, dos grevistas e do povo e da policia e militares para controlar a raiva do povo. Pelo menos na França, a policia tem pouco sucesso de manter a paz e mais e mais grupos de trabalhadores entram na luta.

Em 2 semanas de greve, inicialmente parcial e logo depois já geral, a violência escalou e o fim não está previsível. Todas as 12 refinarias do país foram paradas e a falta de combustível era grande. Logo parou qualquer trafego, de estrada, carros, caminhões e aviões. A população sabia, que fechando 16 cruzamentos estratégicos no país, nada mais funcionava e em 8 dias não houve mais alimentos nos supermercados.

O governo, alias o Presidente da França, e os sindicatos bem organizados e poderosos não queriam fraquejar. E tudo por uma questão secundaria, a aposentadoria futura e ainda remota. É mais uma questão de medir as forças e o povo dizer: Chega! Estamos de saco cheio de ser manipulado!

Aqui acontece atualmente a mesma coisa – por enquanto ainda pacificamente: uma boa parte do povo também está com toda razão de saco cheio das falcatruas do governo passado. A maioria semi-alfabeta (e mal informada) votou de novo no mesmo partido, o mais corrupto da historia do país, e recebeu imediatamente a conta:

Segurança publica e os sistemas de Educação e Saúde estão piores do que em qualquer época antes, enquanto os poderosos ganham rios de dinheiro.

%d blogueiros gostam disto: