Arquivo

Posts Tagged ‘“fase de morrer”’

A dolorosa verdade da doação de órgãos (Final)

setembro 17, 2011 Deixe um comentário

Pensa um pouco. No nosso país dos governos e políticos tão corruptos, onde existe reconhecidamente o pior sistema de saúde publica, qual é o interesse dos governantes de fazer tanta propagando para a doação de órgãos? Isso não é pelo menos suspeito diante da situação catastrófica dos hospitais e a passividade dos responsáveis quando milhares de doentes, recém nascidos, jovens e velhos, morrem diariamente sem atendimento?

Cada um pode pensar o que quiser, mas quem acredita em razões humanitárias, como eles nos querem fazer crer, deve ser muito ingênuo. Há sim grandes interesses, especialmente financeiras, na parte daqueles que levam vantagem; as razões humanitárias ficam com os doadores e seus parentes que são facilmente convencidos em seu luto de fazer uma ação boa para os deploráveis necessitados de algum órgão novo.

E as pessoas, que por alguma razão se declaram orgulhosamente de doadores de órgãos, não tem a minima ideia o que isso significa para eles mais tarde quando eles morrem repentinamente por alguma razão desconhecida. Acontece que muitos deles podiam se recuperar, mas, dependendo de alguns médicos e da equipe de açougueiros, responsáveis pela retirada dos órgãos, rapidamente são declarados mortos cerebrais e isso quer dizer oficialmente morto-morto, mesmo quando isso não é o caso. Alias, uma pessoa somente pode estar morta, quando não corre mais o sangue pelas veias e nenhum órgão mais está vivo, pois a alma ainda está ligada ao corpo com o cordão de prata.

Enquanto ainda tem os órgãos vivos – e em condições de transplantar – a morte ainda não se realizou verdadeiramente e o aparente “morto” ainda se encontra na “fase de morrer”, quer dizer ainda vivo!

Claro, um corpo jovem e saudável pode valer ate 500.000 Dólar para alguns espertos que agem neste ramo. Imagine, quantos motoqueiros jovens e saudáveis “morrem” diariamente no nosso país e são rapidamente dilacerados e desmanchados como se fossem carros velhos, com ou sem a autorização dos parentes.

Um único órgão vai para um feliz necessitado da fila oficial… e o resto? Cada corpo tem tanto material valioso e útil…, alem dos outros órgãos, tem ossos, pele, tecidos etc. Depois tudo, especialmente os preços, depende da oferta e demanda e procede num tipo de leilão! Sabia?

Mas também não deve surpreender no nosso paraíso dos corruptos, onde a maioria dos alimentos contem substâncias toxicas, onde protetores de sol provocam câncer, onde os dentistas ainda colocam metal pesado (mercúrio) nos dentes dos pacientes, onde água da torneira e água mineral contem Flúor (toxico), onde é comum de usar Aspartame (toxico) como adoçante e em mais de 3.000 alimentos, etc, etc. E onde tudo mundo acha isso normal e ninguém reclama.

Quem – diante deste quadro – se interessa, se um doador de órgãos já morreu ou não para retirar seus órgãos, se ele sofreu ou não, se ainda está ligado com seu cordão de prata ou não…? O que interessa, é o lucro que alguns podem fazer, fingindo, alias se vangloriando, que se trata de um avanço da medicina e uma boa ação de dar ao receptor uma “nova vida”.

E a industria farmacêutica também está jubiloso, pois vende muitos remédios caros para manter os receptores vivos.

Igreja, medicina oficial e os poderosos deste mundo novamente unidos e o resto do mundo se f……..

Imagem: rccdecastanhal.blogspot.com,

Anúncios
Categorias:A Morte, Astrología e Horóscopo, Manipulação, medicina, POLÍTICA Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
%d blogueiros gostam disto: