Arquivo

Posts Tagged ‘felicidade’

Astrologia Kármica: Vênus e o Amor (2)

novembro 26, 2011 Deixe um comentário

Agora você já entende alguma coisa da Vênus e sabe que este planeta é muito importante para nossos relacionamentos íntimos e emoções positivas.

Com poucas palavras-chave: o Sol significa Deus, o pai e a vida em si; a Lua é a mãe, a natureza, o passado; Mercúrio nos dá o poder de pensar e comunicar; Marte significa a energia divina, a semente brotando que apenas batalha para viver e crescer.

Assim, Vênus está em boa companhia com suas emoções e a capacidade de amar e sentir a felicidade. Porem, quando não consegue desenvolver estes sentimentos positivos, algo deve estar errado e este algo somente pode ter razões kármicas, se não queremos dizer que nosso Criador é um Deus que apenas quer nos julgar e condenar, sendo injusto e vingativo e não um Deus de amor e perdão.

Para descobrir o que está errado com nossos sentimentos e relacionamentos íntimos, serve perfeitamente a Astrologia Kármica, verificando as condições da Vênus no mapa astral. A falte de amor em vidas passadas se mostra na maioria dos casos como Falta de Capacidade de Amar e requer aprendizagens muito dolorosas nas reencarnações subsequentes.

Ainda hoje acontecem casos kármicos que tem sua origem nos acontecimentos cruéis da antiga inquisição e não são poucos. Ou são exemplos de atos violentos em guerras. As vezes, se pode ate definir, em qual guerra e em qual pais aconteceu. Mas pode ser também nada tão expressivo, como por exemplo o comportamento feio e maligno de um padastro/madrasta com seus enteados. Hoje tem problemas em ter filhos ou sofrem com o comportamento deles.

Outros simplesmente humilharam pessoas e sofrem hoje do mesmo jeito humilhações. Alguém que humilhou no passado pessoas gordas, pode renascer com a tendencia de engordar e sofrer também humilhações.

O karma, normalmente, paga com a mesma moeda e o mesmo peso dos atos cometidos no passado. Quem matou, também morre violentamente. Quem somente causou danos, sofre dos mesmo danos.

Muito interessante são os casos da homossexualidade que normalmente não são bem aceitos e entendidos pela sociedade. Nunca podem ser considerados como doenças, loucura e deficiências genéticas, são simplesmente necessidades kármicas. Após uma serie de reencarnações como homem ou mulher, uma mudança de sexo é necessária por razões kármicas.

Por exemplo, um homem em vidas passadas, maltratou gravemente mulheres. Para sentir os mesmos maltratos no próprio corpo, ele se reencarnou hoje como mulher. Quando suas tendencias e características masculinas ainda estão muito fortes, ele se torna homossexual. O mesmo vale para o sexo oposto, de uma mulher que de repente se encontra num corpo masculino, sentindo ainda seu antigo ser feminino. Não é fácil de entender?

O assuntou não se esgotou com estas poucas palavras.

Imagem: ‘O nascimento de Venus de Sandro Botticelli’

Karma e Reencarnação: Superar a Cegueira Espiritual (3)

julho 25, 2011 2 comentários

Existe cruz mais pesada do que pode ser carregada?

Ultimamente vejo muitos destinos de vidas tão sofridas que fiquei com pena. O que significa isso? E o que posso fazer para ajudar?

No outro lado, já senti inveja da felicidade de outros e desejei de viver como eles. Tive um amigo que sempre vivia feliz, sem grandes problemas e cheio de vida. Também senti inveja e de repente uma doença grave o matou em poucos meses. A questão é que, si eu não tivesse meus problemas, mas os dos outros, estaria mais feliz ou já morto como o amigo? Quantas pessoas aparentemente muito mais feliz do que eu já morreram ou estão hoje agonizando com doenças graves?

Os destinos em si são estranhos e misteriosos. Quem decido sobre felicidade das pessoas e o sofrimento delas? A maioria das pessoa acha que é Deus. Deus é responsável por tudo? Certo ou errado?

Não depende de dinheiro ou de poder, nem de fama ou talentos e nem de felicidade e adoração que facilita a vida fundamentalmente. Cada um tem que carregar sua cruz pessoal.

Quem não quer se limitar apenas ao turismo esotérico e espiritual tem que chegar a conclusão que não é Deus que está responsável por um destino difícil, mas cada um que reencarnou nesta vida por livre escolha.

As vezes, as almas, quando não estão encarnadas, escolhem um destino difícil para uma nova encarnação para evoluir mais rápido. Isso não depende de Deus ou de mestres e entidades da outra dimensão, mas da própria alma em questão. As vezes, ela está no fim de um ciclo e somente falta uma pequena parte de karma ainda existente que pode ser superado em apenas uma única vida para ascender num nível superior.

Esta é a verdadeira razão para um destino difícil, mas quando esta alma se tornou uma pessoa em carne e ossos, as lembranças desta decisão desaparecem e tudo que foi previsto, tem que ser vivida na realidade terrestre e fica difícil demais.

Mas nenhuma decisão tem que valer para sempre. A qualquer momento, a pessoa pode tomar outras escolhas, se realmente quer. Mas para isso tem que saber o que está acontecendo no nível espiritual. Não adianta de somente reclamar e chorar, pois o Universo nota qualquer coisa. Se alguém sempre está triste, vai receber mais tristeza. Se quer viver felicidade, já tem que estar feliz, ou pelo menos controlar os pensamentos atras dos pensamentos para que o Universo acha isso.

Todos estes conflitos podem ser explicados pela astrologia kármica de reencarnação, quando o cliente está a fim de abrir sua mente e reconhecer sua verdadeira essência de um ser espiritual que tem um corpo e uma mente, mas não é o corpo que tem uma alma.

Imagem: uem.br, impacto-rm.blogspot.com,

Reencontro com seu Assassino

julho 10, 2011 2 comentários

Quem acha que astrologia kármica de reencarnação é algo teórico, estéril ou chato está redondamente enganado.

Amor, paixão, sexo, traição, abandono, briga, violência, raiva, assassinato, morte, crueldade, emoção incontrolável, felicidade, tristeza, sofrimento e muitos outros sentimentos acontecem como nas melhores novelas. As vezes, o astrólogo vê e prevê acontecimentos dramáticas.

Vou contar a historia de uma jovem e bela mulher por volta dos 20 anos que pediu seu mapa astral kármico de reencarnação, pois sofria do medo inexplicável de ser assassinada. Logo descobri que ela realmente foi assassinada numa vida passada, e mais: ela tinha uma certa preferencia ou digamos afinidade com homens mais violentos acima da media. E um destes homens, provavelmente, estava a sua espera.

A minha recomendação era de me avisar e dar os dados de nascimento dos homens com quem tinha ou, futuramente, teria alguma relação intima. O primeiro homem foi o noivo, mas uma rápida olhada no mapa dele indicou seu caráter pacifico. Provavelmente era pacifico demais, pois ela falou que provavelmente não ia casar com ele, porque era um pouco chato e tranquilo demais. Ela preferia alguém com mais ação.

Alguns meses depois me ligou muito animada que encontrou o homem dos seus sonhos de 24 anos, mas se lembrando das minhas recomendações, ela me deu seus dados de nascimento e pediu uma interpretação urgente dele. Não pude fazer isso imediatamente, pois tinha outros pedidos na frente. Ao final foi bom, pois este jovem tinha assim oportunidade de se revelar para ela.

Quando consegui me dedicar ao novo amante deste jovem mulher, me assustei: ele era exatamente o homem que a matou numa vida passada e ela corria o mesmo risco nesta vida. Imediatamente leguei para ela e a avisei e pedi de ser muito, muito cautelosa. Dois dias depois pedi um encontro junto com este homem recém conhecido. Ele pareceu ser um jovem sem muita expressão e completamente normal e nada o caracterizou obviamente como violento. Eu queria falar com ele sozinho.

Após de me apresentar, expliquei o que tinha descoberto sobre o caráter dele, que ele não possuía nenhum controle emocional, que ele era muito violentou, que ele já matou a sua namorada numa vida passada, correndo o risco de repetir o assassinato e que eu ia recomendar a ela de se separar imediatamente dele.

Ele ficou chocada, admitia a falta de controle emocional e que era as vezes um pouco violento, mas nada mais e que não ia se separar de jeito nenhum, pois amava ela.

Durante minha conversa com ele, minha esposa conversou com a jovem mulher e tentou me mandar alguns sinais que eu não entendi. Mas era exatamente aquilo que já descobri, sobre sua violência. Depois fiquei sabendo que este jovem já bateu em sua nova namorada e a normalmente agarrava brutalmente nos braços, o que deixou suas marcas bem visíveis. Mas o mais grave tinha acontecido no fim da semana anterior. Ele era guitarrista de uma Banda de Rock e, por qualquer bagatela, ele parou de tocar e espancou um adolescente tanto, que ficou já alguns dias inconsciente num hospital. Agora estava sendo processado pela policia por tentativa de assassinato. Esta informação era uma bomba para mim, pois confirmou minha interpretação e minhas preocupações com a jovem mulher.

Resultado: a jovem se separou do seu namorado violento instantaneamente e valorizou muito mais se noivo tranquilo e “um pouco chato”.

Leitora: Para seu próprio bem, ao menor sinal de violência, separa-se do seu parceiro e procura ajuda da policia!

Imagem: novaemoderna.blogspot.com, anjoseguerreiros.blogspot.com

Categorias:Astrología e Horóscopo Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
%d blogueiros gostam disto: