Arquivo

Posts Tagged ‘“influencias”’

Astrologia Kármica – Mapa Astral Kármico

março 14, 2012 2 comentários

Você já viu seu mapa astral?

Qualquer serviço astrológico se baseia principalmente em 4 pontos:

– 12 signos como matrix ou princípios arquétipos,

– 12 planetas como energias (12, pois Vênus e Mercúrio regem 2 signos),

– 12 casas como campos em que estas energias agem e

– finalmente inúmeros aspectos entre os planetas e suas reações.

Quando falamos das “influencias”, precisamos esclarecer um ponto muito importante: Planetas não têm influencias no sentido comum, mas sempre expressam princípios primordiais, princípios arquétipos. Cada planeta representa neste sentido um desses princípios que pode ser simbolicamente ativado com aspectos harmônicos e desarmônicos em conjunto com os demais.

Signos, planetas e casas do mesmo potencial de ação representam sempre o mesmo princípio, porem num outro grau dentro do mesmo tema de uma analogia vertical. Um exemplo deve eliminar qualquer duvida: Signos significam idéias (de um arquiteto) ainda não manifestadas, planetas são os planos e energias para sua realização, e as casas são os campos, onde e como tudo se materializa.

Para ser bem claro: astrologia nunca será o ensinamento dos astros, mas dos princípios arquétipos! Porém, nos astros podemos reconhecer e praticar estes princípios. Se uma situação prevista realmente acontecerá, depende de vários fatores, principalmente do estado de espírito atual e do crescimento da alma desde o nascimento.

Enquanto o mapa astral de nascimento indica o karma deste exato momento com todas suas tarefas e o programa de aprendizagem para toda uma vida, a previsão anual indica aqueles momentos em que certos princípios devem se realizar. Mas o Universo reconhece cada mudança, cada passo em direção a evolução do espírito e da alma, considerando assim, se especialmente aspectos desarmônicos ainda estão necessários ou não para a evolução da alma. Com outras palavras, quando uma alma já absolveu de livre e espontânea vontade algo que era necessário de aprender, o principio não será mais importante de agir ou somente de uma maneira mais suave.

Podemos assim comparar a astrologia com um instrumento de medição da realidade, que mede, mas não produz o evento. Como um termômetro, que mede a temperatura, mas não produz a febre. Astrologia mede a qualidade do tempo de qualquer momento e não a quantidade.

Falando de tempo, é normal de pensar em uma medida quantitativa, mas seu pólo oposto é a qualidade do tempo que tem muito mais peso na astrologia.

Para saber algo de uma certa pessoa em sua vida, pode fazer sinastria que fornece todos os dados do relacionamento: amor e casamento, atração e compatibilidade, equilíbrio de temperamento e tipo, harmonia mental e emocional, duração de um relacionamento; e a posição de Saturno com o karma de um com o outro.

Alem disso, a astrologia medica pode fornecer dados sobre predisposições de doenças, karmicamente previstas. Isso necessita uma explicação: como aspectos tensos e desarmônicos são provas e tarefas para esta vida, sua desobediência requer alguma compensação para que você termina o programa de aprendizagem, ou seja voluntariamente ou então forçado.

P.S. Dados necessários para seu mapa astral: nome, país, cidade, data e hora exata do nascimento e país em que vive.

Imagem: astrologiakarmica

Astrologia Mundial na Pratica

fevereiro 2, 2012 Deixe um comentário

Você sabia que Horóscopos e Astrologia não só servem para ver o destino das pessoas? E que se pode usar as informações dos Astros para cidades, países e até para nosso planeta Terra para se informar dos prováveis próximos acontecimentos?

Agora, as coisas vão se complicar, pois alguns asteróides se metem neste jogo de força com suas influencias. São Némesis, Ophelia, Hecate e Prosperina que entram em algum aspecto desarmônico com Saturno, Plutão e Urano.

Vamos deixar ao lado explicações complicados e ver logo os efeitos. De um lado aumentam na Terra tendências de atos e comportamentos de loucura coletiva, enquanto Urano se encarrega das surpresas inesperadas como black-outs, explosões, guerras de altas freqüências, revoltas e fortes temporais, provocando enchentes e desmoronamentos.

Os asteróides Siwa e Psyche indicam que os maiores danos acontecem em um ou mais países da Asia. Toro e Siva aumentam as tensões no sentido de: “Quem tem o poder, tem razão”, aumentando assim a brutalidade e destruição. A velha turma do poder não quer perder o controle!

Tudo isso se tornou ainda mais critico, enquanto Saturno e Plutão se encontraram num aspecto desarmônico de 90° durante 10 meses, especialmente entre 30. 10. e 2. 12. 2009 e entre 21.1. e 9. 2. 2010. Verifique você mesmo o que nosso passado mais recente nos ofereceu. Lembra dos enchentes e desmoronamentos no Brasil e a catástrofe em Fukushima?

Lembre-se o que aconteceu recentemente na França, Italia e especialmente na Grécia. Ou no ano passado e no inicio deste ano na Africa do Norte com Tunísia, Egito, Líbia, Síria e outros países árabes? E que agora pode ser que os EUA ataquem o Iran?

Alguns exemplos do que estes planetas são capazes num aspecto critico:

1929/1930 Maior crise mundial e Hitler tomou o poder,

1939 Começou a Segunda Guerra Mundial,

1945 Bombas atômicas de Hiroshima e Nagasaki,

1965 Começou oficialmente a Guerra de Vietnã.

Entende agora minha preocupação? Você é testemunha do que está acontecendo no mundo neste exato momento, especialmente no Brasil!

Se você não se torna mais consciente e atenta, o seu futuro pode ser muito triste diante a corrupção dos políticos e a morte cerebral dos legisladores!

Imagem: pt.wikipedia.org,

O que você pode esperar de uma interpretação kármica? (5)

Você já sabia disso?

Quando falo das “influencias”, preciso esclarecer um ponto muito importante: Planetas não têm influencias no sentido comum, mas sempre expressam princípios primordiais, princípios arquétipos. Cada planeta representa neste sentido um desses princípios que pode ser simbolicamente ativado com aspectos harmônicos e desarmônicos em conjunto com os demais.

Signos, planetas e casas, que pertencem a mesma classe, representam o mesmo princípio, porem num outro grau dentro do mesmo tema de uma analogia vertical. Exemplo: Aries, Marte e a primeira casa.

Signos significam idéias (de um arquiteto) ainda não manifestadas, planetas são os planos e energias para sua realização, e as casas são os campos, onde e como tudo se materializa.

Para ser bem claro: astrologia nunca será o ensinamento dos astros, mas dos princípios arquétipos! Porem, nos astros podemos reconhecer e praticar estes princípios. Se uma situação prevista realmente acontecerá, depende de vários fatores, principalmente do karma acumulado, do estado de espírito atual e do crescimento voluntario da alma nesta vida.

Enquanto o mapa astral de nascimento indica o karma deste exato momento do primeiro grito com todas suas tarefas e o programa de aprendizagem para toda uma vida, a previsão anual indica aqueles momentos em que certos princípios devem se realizar. Mas o Universo – como Deus em ação – reconhece cada mudança, cada passo em direção a evolução do espírito e da alma, considerando assim, se especialmente aspectos desarmônicos ainda estão necessários ou não para a evolução da alma. Com outras palavras, quando uma alma já absolveu de livre e espontânea escolha algo que era necessário de aprender, o principio não será mais importante de agir ou somente de uma maneira mais suave.

Podemos assim comparar a astrologia com um instrumento de medição da realidade, que mede, mas não produz o evento. Como um termômetro, que mede a temperatura, mas não produz a febre. Astrologia mede a qualidade do tempo de qualquer momento e não a quantidade.

Falando de tempo, é normal de pensar em uma medida quantitativa, mas seu pólo oposto é a qualidade do tempo que tem muito mais peso na astrologia.

Imagem: http://www.astrologiakarmica.com

O que está acontecendo no mundo?

Uma catástrofe atrás da outra, uma mais terrível do que a outra. Você não está se perguntando, o que tudo isso tem haver com astrologia?

Digo só uma palavra: TUDO!

Vamos lembrar que o ponto de partida eram as previsões dos acontecimentos do ano 2012, o calendário dos Maias e as profecias dos Hopi de 13.000 anos atrás e o livro “A Astrologia de 2012” de Cal Garrison. Neste ano de 2012 termina a segunda parte de uma longa escuridão de 13.000 anos e uma inversão dos pólos, ou pelo menos um forte deslocamento, pode (deve?) acontecer.

Veja hoje, a ultima catástrofe, o terremoto de 8.9 na escala Richter de uma violência rara, provocando em seguida um tsunami ainda muito mais violento no Japão!

A descoberta dos planetas externos Urano, Netuno e Plutão foi abordada e suas influencias não somente para os seres humanos, mas também para o próprio planeta Terra.

Como num mapa astral comum para uma pessoa, assim estamos tratando o mapa astral da Terra, pois ela também é um ser vivo. Se não, nada de vida seria possível neste maravilhoso planeta. Parece que os seres humanos e a Terra são inseparavelmente interligados, pois o que um apronta, o outro vai sentir e sofrer. Definitivamente, os seres humanos aprontaram muito durante milênios e deixaram o planeta doente. As vezes acho que a Terra deve se sentir como um cachorro e nos somos as pulgas e outras pragas que não o deixam em paz.

Agora, ele está se defendendo para poder sobreviver! E ele tem que fazer algo drástico, uma cura definitiva! E nos, nos estamos bem no meio, todas as pessoas do bem, pois somente uma pequena parte da humanidade se perdeu tanto na vida física que esqueceu que também são principalmente seres espirituais.

Este pequena minoria é tão poderosa e tão pervertida que mata seu semelhante pelo vicio de manipular o poder e dinheiro. É uma ironia que a sofrida maioria nem suspeita destes atos absurdos. A minha intenção é, como de outras milhares de pessoas de bem, de revelar estes crimes, pois tudo tem sua lógica conforme os astros. Tudo isso já foi previsto conforme as antigas profecias, somente resta interpretar os sinais no céu.

Nos posts mais antigos, os efeitos e seus atuais efeitos das constelações de Urano, Plutão e Saturno para a Terra e para os homens em varias épocas foram exaustivamente descritos. Agora, alguém pode achar que não existia alternativa e tudo tinha que ser assim.

Não é verdade, pois sempre existe a outra alternativa, o oposto, pois isso é a Lei de Deus que recebemos em forma de livre arbítrio. Só que tudo que nos aprontamos hoje, não é capaz de provocar um resultado diferente e melhor, infelizmente. O melhor exemplo são os Estados Unidos que querem de qualquer preço uma extensa guerra com o mundo árabe. E por quê? Pela posse do óleo naturalmente!

Imagem: G1 Globo

Categorias:Astrología e Horóscopo, Manipulação, POLÍTICA, Profecias Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Astrologia Mundial na Pratica

fevereiro 8, 2011 Deixe um comentário

Você sabia que Horóscopos e Astrologia não só servem para as pessoas? E que se pode usar as informações dos Astros para cidades, países e ate para nosso planeta Terra?

Agora as coisas vão se complicar, pois alguns asteróides se metem neste jogo de força com suas influencias. São Némesis, Ophelia, Hecate e Prosperina que entram em algum aspecto com Saturno, Plutão e Urano.

Vamos deixar ao lado explicações complicados e ver logo os efeitos. De um lado aumentam tendências de atos e comportamentos de loucura coletiva, enquanto Urano se encarrega das surpresas inesperadas como black-outs, explosões, guerras de freqüências, revoltas e temporais.

Os asteróides Siwa e Psyche indicam que os maiores danos acontecem em um ou mais países da Asia. Toro e Siva aumentam as tensões no sentido de: “Quem tem o poder, tem razão”, aumentando assim a brutalidade e destruição. A velha turma do poder não quer perder o controle!

Tudo isso se torna ainda mais critico, enquanto Saturno e Plutão estão num aspecto desarmônico de 90° durante 10 meses, especialmente entre 30. 10. e 2. 12. 2009 e entre 21.1. e 9. 2. 2010. Verifique você mesmo o que nosso passado mais recente nos ofereceu.

Lembre-se o que aconteceu recentemente na França, Italia e especialmente na Grécia. Ou já no final de ano passado e no inicio deste ano na Africa do Norte e ultimamente no Egito.

Alguns exemplos do que estes planetas são capazes num aspecto critico:

1929/1930 Maior crise mundial e Hitler tomou o poder,

1939 Começou a Segunda Guerra Mundial,

1945 Bombas atômicas de Hiroshima e Nagasaki,

1965 Começou oficialmente a Guerra de Vietnã.

Entende agora minha preocupação? Você é testemunha do que está acontecendo no mundo neste exato momento!

%d blogueiros gostam disto: