Arquivo

Posts Tagged ‘morte cerebral’

Manipulação e Chantagem Emocional na Internet

fevereiro 17, 2012 Deixe um comentário

O que você acha deste historia que recebi por email para reencaminhar? Ela foi feita para tocar seu, meu, nossos corações e influenciar as pessoas num certo sentido: o de doar órgãos, o que se tornou um imenso negocio para alguns espertalhões que ganham milhões com isso! Leia você mesmo este email:

A Mãe deu um pulo assim que viu o cirurgião a sair da sala de operações.

Perguntou: Como é que está o meu filho? Ele vai ficar bom? Quando é que eu posso vê-lo?

O cirurgião respondeu: Sinto muito. Fizemos tudo mas o seu filho não resistiu.

Sally perguntou: Porque razão é que as crianças pequenas tem câncer? Será que Deus não se preocupa? Aonde estavas Tu, Deus, quando o meu filho necessitava?…

O cirurgião perguntou: Quer algum tempo com o seu filho?

Uma das enfermeiras irá trazê-lo dentro de alguns minutos e depois será transportado para a Universidade.

Sally pediu à enfermeira para ficar com ela enquanto se despedia do seu filho. Passou os dedos pelo cabelo ruivo do seu filho.

Quer um cachinho dele? Perguntou a enfermeira. Sally abanou a cabeça afirmativamente. A enfermeira cortou o cabelo e colocou-o num saco de plástico, entregando-o a Sally.

Foi idéia do Jimmy doar o seu corpo à Universidade porque assim talvez pudesse ajudar outra pessoa, disse Sally. No início eu disse que não, mas o Jimmy respondeu:

Mãe, eu não vou necessitar do meu corpo depois de morrer. Talvez possa ajudar outro menino a ficar mais um dia com a sua mãe.

(Ele não sabia do que estava falando e quais sofrimentos estavam a sua espera!)

Ela continuou: O meu Jimmy tinha um coração de ouro. Estava sempre pensando nos outros. Sempre disposto a ajudar, se pudesse.

Depois de ter passado a maior parte dos últimos seis meses, Sally saiu do “Hospital Children’s Mercy” pela última vez. Colocou o saco com as coisas do seu filho no banco do carro ao lado dela. A viagem para casa foi muito difícil. Foi ainda mais difícil entrar na casa vazia.

Levou o saco com as coisas de Jimmy, incluindo o cabelo, para o quarto do seu filho.Começou a colocar os carros e as outras coisas no quarto exatamente nos locais onde ele sempre os teve.

Deitou-se na cama dele, agarrou a almofada e chorou até que adormeceu.

Era quase meia-noite quando acordou e ao lado dela estava uma carta.

A carta dizia: Querida Mãe,

Sei que vai ter muitas saudades minhas; mas não pense que vou esquecer de você, ou que vou deixar de te amar só porque não estou por perto para dizer:”TE AMO”.

Eu vou sempre te amar cada vez mais, Mãe, a cada dia que passe.

Um dia vamos estar juntos de novo. Mas até chegar esse dia, se quiser adotar um menino para não ficar tão sozinha, por mim está bem.

Ele pode ficar com o meu quarto e as minhas coisas para brincar. Mas se preferir uma menina, ela talvez não vá gostar das mesmas coisas que nós, garotos, gostamos. Vai ter que comprar bonecas e outras coisas que as meninas gostam, vc sabe.

Não fique triste pensando em mim. Este lugar é mesmo fantástico!

Os avós vieram me receber assim que eu cheguei para me mostrar tudo, mas vai demorar muito tempo para eu poder ver tudo.

Os Anjos são mesmo lindos! Adoro vê-los a voar!

E sabe de uma coisa?… Jesus não parece nada como se vê nas fotos, embora quando O vi, O tenha conhecido logo.

Ele levou-me a visitar Deus!

E sabe de uma coisa?…

Sentei-me no colo d’Ele e falei com Ele, como se eu fosse uma pessoa importante. Foi quando lhe disse que queria escrever esta carta, para te dizer adeus e tudo mais.

Mas eu já sabia que não era permitido.

Mas sabe de uma coisa Mãe?…

Deus entregou-me papel e a sua caneta pessoal para eu poder te escrever esta carta.

Acho que Gabriel é o anjo que te vai entregar a carta.

Deus disse para eu responder a uma das perguntas que vc Lhe fez,

“Aonde estava Ele quando eu mais precisava?”…

Deus disse que estava no mesmo lugar, tal e qual, quando o filho dele, Jesus, foi crucificado. Ele estava presente, tal e qual como está com todos os filhos dele.

Mãe, só vc é que consegue ver o que eu escrevi, mais ninguém.

As outras pessoas veem este papel em branco.

É mesmo maravilhoso não é!?…

Eu tenho que dar a caneta de volta a Deus para ele poder continuar a escrever no seu Livro da Vida. Esta noite vou jantar na mesma mesa com Jesus. Tenho a certeza que a comida vai ser boa.

Estava quase esquecendo: já não tenho dores, o câncer já foi embora. Ainda bem, porque já não podia mais e Deus também não podia ver-me assim.

Foi quando ele enviou o Anjo da Misericórdia para me vir buscar.

O anjo disse que eu era uma encomenda especial! O que acha disto?…

Assinado com Amor de Deus, Jesus e de Mim.

Deus tem visto suas lutas, lembre se no mundo passaras por aflições mas tenha bom animo eu venci o mundo!!!!

(vamos ver se Satanás consegue parar esta carta.)

Tira 60 segundos e reenvia-a.

Dentro de uma hora você irá sentir o espírito de Deus entrar na sua vida.

Deixa Ele fazer o que Ele gosta, quando vc não está fazendo nada, Ele está.

Reencaminha este mail com o título:

“This is beautiful! Try not to cry.”

(Isto é lindo! Tenta não chorar.)

 Envia para algumas pessoas em dois minutos e vai sentir o Espírito Santo a fazer luz na tua vida dentro de uma hora.

 Este é o tipo de chantagem emocional do que estou falando, sentimental, querendo tocar seu coração, misturando verdade com mentira, usando promessas e ameaças, falando de Deus, Jesus, Anjos e Diabo, de amor e ódio!

Chega!

Nos estamos enxergando as intenções miseráveis atras deste tipo de emails!

Quem quer saber mais sobre o assunto transplante de órgãos, sobre as torturas e sofrimentos dos doadores de órgãos, pode procurar neste blog: www.horoscopoblog.com.br  e descobrir as terríveis verdades.

Os médicos falam de MORTE CEREBRAL para esconder que eles necessitam CORPOS VIVOS para realizar transplantes. Quando o doador realmente está morto, ele não serve mais para doar órgãos!

Seja você também esperto e não deixe ti mais enganar! Informa-se para não se arrepender depois.

Imagem: galeriacores.blogspot.com

A Morte… e o que a Igreja Cristã omite (2)

Exatamente aqui começa um dos mais cruéis dramas de sofrimento humano. Em vez de um acompanhamento amoroso da pessoa que vai morrer, ela vai completamente abandonada para a preparação cruel e urgente da retirada dos órgãos! Na maioria dos casos, o doador sofre de dores terríveis, pois a morte cerebral ainda não significa a morte do corpo!

Este “progresso” mudou completamente o manuseio com a morte e o tratamento com a pessoa morrendo. Quando a hora da morte se aproxima num hospital, não importa mais de algum querido ficar ao lado da alma que se despede deste mundo para passar para a outra dimensão. Cruelmente, o pobre doente foi completamente abandonado e fica sem o minimo conforto. A única coisa que importa, é aproveitar ao máximo dos seus órgãos, preparando urgentemente suas retiradas.

Os médicos não querem perder tempo, pois os órgãos são valiosos e, sem realmente esperar a morte da pessoa em questão que ainda está extremamente sensível a dores, a alma sofre terríveis torturas, mesmo anestesiada.

Onde estão os queridos e parentes que dão conforto com amor, que seguram a mão e passam a mão sobre a testa para facilitar a passagem? Eles foram mandados embora, porque não devem assistir aquilo que parecem cenas de matadouro. Equipes especializados cortam tudo que pode ser útil do corpo ainda morrendo para implantar em seguida em outras pessoas.

Os conhecimentos espirituais da Bíblia e a opinião dos médicos modernos

Que a alma, respectivamente o corpo da pessoa, em quais veias ainda corre sangue, podem ainda sofrer terrivelmente, mesmo quando foi constatada a “morte cerebral”, os médicos, mesmo os religiosos, não querem aceitar!

A mesma coisa vale para os especialistas da Ética religiosa, embora que consta na Bíblia: “A vida do corpo está no seu sangue.” (3. Mose 17, 11) e não: “A vida do corpo está no seu cérebro”, como os especialistas da Ética religiosa querem nos convencer!

Isso quer dizer: mesmo que os médicos constataram a “morte cerebral”, a vida do corpo ainda está “no seu sangue”, o que significa: a alma imortal ainda se encontra num corpo morrendo, ainda penetrando-o com sua respiração viva. A alma ainda não (!) se despediu do corpo e ainda está ligado a ele mediante o “Cordão de Prata”, que também e ainda é um condutor de dores.

Isso quer dizer: O doador sofre durante a retirada dos seus órgãos as mais horríveis e indescritíveis dores em consequência da ligação entre alma e corpo pelo Cordão de Prata. A anestesia não é comparável a anestesia durante uma cirurgia, se tratando de algo para a recuperação do corpo, reforçando as funções dos órgãos.

Se os médicos negam estes fatos, faca uma pergunta simples aos médicos: Vocês podem provar isso? Podem perguntar depois o doador, quais as dores ele sofreu? Se não, como eles podem saber, se o doador respectivamente a vitima não sofreu das mais terríveis dores?

Eles vão mais tarde saber isso, mas não mais neste mundo e então Deus tenha misericórdia deles. Pelo menos, eles deviam respeitado o 5. mandamento: “Não matarás.” Porem, os médicos matam pacientes já morrendo com a autorização da Igreja, pacientes que necessitaram durante estes momentos toda a assistência possível, também espiritualmente, mesmo quando não se pode medir mais nenhum sinal cerebral.

O maior peso de culpa, sem duvida, cabe a Instituição Igreja, pois ela erradicou todos os conhecimentos espirituais a respeito deste assunto – e não apenas deste assunto – durante os últimos 2.000 anos.

Continua.

Imagem: psicologiaeformacao.no.comunidades.net

%d blogueiros gostam disto: