Arquivo

Posts Tagged ‘nascimento’

Qual é o sentido da Astrologia?

janeiro 31, 2012 Deixe um comentário

Para deixar bem claro: queremos falar de astrologia kármica de reencarnação e não de horóscopos diários de conteúdo duvidoso e muitas vezes ridículo e outros tipos de astrologia de baixa qualidade.

Astrologia séria é milenar e a mãe de qualquer ciência. Sempre será uma disciplina esotérica e jamais ciência, pois trata-se de ensinamentos, ensinamentos divinos longe antes do surgimentos de qualquer ciência. E mais uma coisa: astrologia sem reencarnação perde completamente sua base, pois não pode explicar passado, presente e futura, bem com saúde e doenças, pobres e ricos e todas as diferencias sociais. Sem reencarnação, sem karma, Deus somente se torna um Deus medíocre, raivoso e vingativo – como algumas religiões ensinam – e deixe ser um Deus generoso e de amor.

Como se podia pensar, a astrologia não é o ensinamento dos astros, mas se trata de princípios primordiais, princípios arquétipos de origem divina.

É para destruir mais um paradigma: os astros não tem influencias do tipo como a maioria dos astrólogos está falando. Evidentemente, Sol e Lua tem uma influencia física, o Sol para fornecer luz e calor, sem o que a vida como nos conhecemos não seria possível, e a Lua com sua proximidade e consequente força gravitacional, responsável, por exemplo, pelas marés.

Então, para que servem os astros?

Podemos comparar a astrologia com um instrumento de medição da realidade, que mede, mas não produz os eventos. Como um termômetro, que mede a temperatura, mas não produz a febre. Astrologia mede a qualidade do tempo de qualquer momento e não a quantidade.

Falando de tempo, é normal de pensar somente em uma medida quantitativa, mas seu pólo oposto é a qualidade do tempo que tem muito mais peso na astrologia.

O grande presente de Deus ao ser humano acontece no exato momento do seu nascimento: Deus desenha seu destino bem visível com astros no céu para que ele pode ler o que o espera nesta vida. Cabe ao homem de decifrar a escrita divina. Isso com certeza não acontece em 3 linhas de um horóscopo diário de algum jornal.

E mais: com a Previsão Anual das progressões e dos trânsitos podemos ver, quando um certo evento, previsto no mapa astral, pode acontecer.

A Sinastria serve para comparar compatibilidades das relações entre as pessoas como amor e casamento, atração, equilíbrio e harmonia de temperamento e tipo, concordância mental, reencontros kármicos, laços familiares e outros mediante as posições e aspectos de todos os planetas, sempre sobre o foco especial da reencarnação.

Cada bom astrólogo kármico deveria incluir astrologia médica, pois faz parte como o karma se pronuncia.

Imagens: horoscopoblog.com.br, astrologiakarmica.com,

Astrologia Kármica, Reencarnação, Doação de Órgãos…

setembro 20, 2011 2 comentários

Qual é o elo de ligação? É muito simples. Desde o nascimento, tudo que a alma quer ganharé experiencia e consciência para evoluir espiritualmente. A palavra chave para tudo é consciência. Afinal, a própria alma é consciência e isso também é tudo que o ser leva mais tarde para o além.

Porque é tão importante de morrer em paz e porque este processo leva tempo e também deve levar algum tempo? Porque a morte aqui neste mundo significa o nascimento numa outra dimensão. Um bebê que vai nascer no nosso mundo – e morre – também não nasce no vapt-vupt, como todas as mães sabem.

A mesma coisa acontece quando vamos nascer no outro mundo, o que significa morrer aqui. Não é simples e muito compreensivo? Por esta razão morrem os órgãos também devagarzinho conforme o suave e demorado desligamento do cordão de prata.

Veja um exemplo da minha própria experiencia. Em 1991 morreu minha mãe e eu somente consegui me despedir dela 24 horas depois, pois estava viajando quando ela desencarnou. Evidentemente, o filho chorou pela “morte” da sua mãe, mas ao mesmo tempo o esotérico e astrólogo kármico de reencarnação queria ver com os próprios olhos o cordão de prata para ter certeza se a alma da mãe ainda estava presente ou não.

Então, eu consegui ver realmente o que é o cordão de prata, uma ligação do corpo, já completamente em estado de “morte cerebral” e muito além disso, porem a alma ainda estava flutuando encima do seu corpo. Dos dois lados não vi nada, mas da cabeça para os pés e vice verso vi algo como o fino fio de fumaça de um cigarro, mas ainda muito mais fino e, que surpresa, ainda se mexendo devagarzinho. De repente vi também o rosto da minha mãe um pouco acima do seu corpo. Fiquei muito feliz de poder explicar tudo que aconteceu e para onde ela ia se dirigir. Ela nunca acreditou em reencarnação, mas agora reconheceu a verdade que “morreu”, mas não estava morta!

Nos tivemos mentalmente uma longa conversa, mas tudo o que ela falou e perguntou era a voz típica da minha mãe que soava em minha cabeça. Durante alguns dias, ela apareceu varias vezes para mim e sempre estava acompanhada de seres de luz.

Somente há uma única exceção de uma morte instantânea: a perda repentina e total do sangue. Nesta caso o cordão de prata se rompe rápido e definitivo. Conheço bem este estado de uma vida passada. A primeira impressão era de confusão total. Eu flutuava numa neblina sem saber quem era e o que aconteceu. Não sei, quanto tempo levava, mas devagarzinho voltou a memoria, lembrei de quem era e onde e o que aconteceu. A neblina se foi e eu vi meu corpo já completamente morto e dilacerado por uma bala de canhão. Não existia mais nenhuma ligação com ele e meus sentimentos a respeito dele não era mais do que para um par de sapatos velhos e cheio de buracos.

Cada um que está andando no caminho espiritual pode se chamar Pesquisador da Verdade, pois isso é a única coisa que interessa, porque a verdade liberta. E isso inclui qualquer coisa da vida, relacionamentos com seres humanos, animais e natureza, vidas passadas e karma, doação de órgãos,alimentos e suas substâncias tóxicas, remédios e a industria farmacêutica, produtos que provocam doenças, políticos corruptos, etc., etc. Simplesmente tudo que não combina com a Ordem do Universo e o Amor e os Mandamentos de um Bom Deus.

Imagem: rebekafelicianoq.blogspot.com,

%d blogueiros gostam disto: