Arquivo

Posts Tagged ‘sinastria’

Sinastria de Astrologia Karmica de Reencarnação (2)

A relação entre os pais e os filhos sempre necessita atenção especial. Por isso se recomenda de fazer primeiro a interpretação de todos os envolvidos para conhecer os participantes e somente depois as sinastrias.

A relação entre os pais e os filhos sempre necessita atenção especial. Por isso se recomenda de fazer primeiro a interpretação de todos os envolvidos para conhecer os participantes e somente depois as sinastrias.

A principal tarefa e responsabilidade dos pais com seus filhos é o amor, a proteção e a educação até uma idade madura. Este objetivo não é fácil, como todos pais sabem, pois inclui uma serie de obrigações e fatores desconhecidos que podem surgir de repente a qualquer momento.

O primeiro grito de um recém nascido comprove que não se trata de um objeto, mas de um individuo com suas próprias vontades e necessidades. A primeira reação dos pais é o amor incondicional. Isto é normal, pois um sábio Deus nos deu uma natureza quase única entre todos os seres, que os mamíferos, espécie a que pertencem os humanos, tem em comum, alem dos pássaros: eles sentem a necessidade de cuidar dos seus filhos.

Existe um grande erro nas opiniões de pais e filhos que acham que estes filhos em questão apareceram por acaso e não pelo destino. Quantas vezes em discussões, pai e mãe não ouviram dos filhos as palavras, que eles não são culpados por que não escolheram os pais? O contrario é a verdade. Cada criança realmente escolhe antes de reencarnar os pais e as condições em que quer ou necessita viver, pois somente estes pais garantem a melhor condição para suas tarefas de aprendizagem e sua evolução espiritual.

Mas não só de amor e alimentos vive um pequeno ser após seu nascimento. Ao primeiro grito, os pais entendem que ele precisa de muitos cuidados e uma compreensão especial. Não só o filho aprende com o passar do tempo dos seus pais, os pais também aprendem dele muitas coisas. Normalmente, não sabem que seu filho até os 4 – 5 anos de idade, até o fechamento completo da moleira no meio da cabeça, está intimamente ligado ao cosmo e tem ligações estreitas com estas forças e seres de outros mundos invisíveis. Quantas vezes o filho esta brincando e feliz, se tivesse uns amigo invisíveis em sua volta? Ou mais tarde, quando já e capaz de se comunicar, conta historias sobre estes amigos, fadas, duendes e outros seres invisíveis para os pais? Normalmente, os pais acham que o filho tem fantasia demais ou até que ele é mentiroso ou doente.

Eu recomendo a cada mãe e pai de escutar muito bem, de perguntar e participar deste mundo emocionante do seu filho, pois tudo é real para ele, porque ele ainda tem a capacidade de ver este mundo invisível, coisa que os pais já perderam quando o raciocínio cresceu. O filho, nesta idade, ainda é um vidente. Ele também se lembra da sua ultima ou das ultimas vidas passadas, e quem sabe, fala um idioma que os pais não entendem, ou conta histórias de momentos importantes do passado.

Pais, favor escutem bem que os filhos, também os pequenos, têm a dizer. Vale a pena.

Agora um exemplo da minha própria experiência: uma jovem esposa pediu sua interpretação e, muito satisfeita, encomendou também do seu marido e filho de 5 anos e em seguida as sinastrias. Este filho também sempre tinha muita “fantasia” e ninguém levou isso a sério e o escutou. As minhas analises descobriram o seguinte: durante a segunda guerra mundial o pai era um alto oficial inglês e a mãe uma enfermeira. Eles se conheceram quando o pai foi ferido. O filho, nesta época, era o oficial superior do pai e seu grande amigo e também conheceu em seguida a enfermeira, que depois casou com o pai.

De repente, o filho de hoje começou a contar das muitos armas, jeeps e tanques, que ele “já tinha quando era grande”, a sua fascinação de armas de brinquedo e que ele já conhecia os pais, ganhou uma nova dimensão. Agora, ele podia contar a vontade e os pais escutaram e aprenderam muito, especialmente sobre Inglaterra e Londres com seu filho de somente 5 anos. Interessante, não é?

Eu acho interessante que três pessoas que se conheceram, quem sabe “por acaso” numa outra época, criaram sentimentos e relações tão fortes de amor, amizade e que uns pertencem aos outros, que decidiram de se encontrar de novo numa outra reencarnação, porem desta vez como família num ambiente de paz.

Alias, a mãe tinha um salão de beleza e sonhou durante a adolescência de se formar enfermeira.

Imagem: losarcanos.com

Imagem: losarcanos.com

Sinastria de Astrologia Karmica de Reencarnação

Sabia que Sinastria Astrológica é uma maneira muito confiável de verificar a compatibilidade entre duas pessoas?

Não é sempre o físico, a aparência, a paixão ou o comportamento o mais importante que decide sobre o sucesso das relações entre duas ou mais pessoas, pois envolve muitos outros fatores sensíveis como afinidade e ressonância, simpatia, amor, amizade, atração, equilíbrio de temperamento, harmonia mental e espiritual, tipo, cheiro, instinto, aura, lembranças inconscientes e outras coisas invisíveis e não aparentes, como por exemplo, vidas passadas em conjunto.

Para comparar estas caraterísticas, a astrologia pode ajudar muito de explicar como uma relação, provavelmente, vai se desenvolver durante o tempo.

Em geral, a astrologia kármica não conhece pessoas, mas as almas, seu passado, seu karma e o “Karma do Aqui e Agora” com suas tarefas e obrigações como efeitos atuais de causas de outras vidas. Considerando estes fatos, todas as almas são iguais, mesmo que já viveram experiências diferentes. Especialmente, quando se trata de casais e pais e filhos, todos sempre são tratados com os mesmos direitos e obrigações, independentemente da idade.

Normalmente, sinastria é feita para examinar a relação amorosa entre duas pessoas, porém serve para qualquer outra relação também. Neste sentido, a sinastria é uma ferramenta muito poderosa, seja para verificar relações entre casais, pais e filhos, irmãos, parceiros comerciais e amizades.

Amor e casamento

Serão abordados os seguintes assuntos: atração, compatibilidade, equilíbrio e harmonia de temperamento e tipo, concordância mental e espiritual mediante posições e aspectos de todos os planetas, sempre sobre o foco especial da reencarnação e possíveis encontros de outras vidas.

A primeira paixão, normalmente cega a respeito dos lados negativos do parceiro ou parceira, não permite a usual objetividade, porem mais tarde cada um revela passo por passo sua essência de ser. Quando há conflitos, cada um tenta de mudar o outro sem saber que isso é impossível e brigas e problemas estão programados. Ninguém muda o outro. Somente a própria pessoa pode mudar a si mesma, quando já tem a madureza necessária e realmente quiser.

Imagem: oraculosweb.com.br

Anorexia e Suicídio

Qual é a relação entre esta doença e o suicídio?

A anorexia nervosa é uma disfunção alimentar, caracterizada por uma rígida e insuficiente dieta alimentar e estresse físico. A anorexia é uma doença complexa, envolvendo componentes psicológicos, fisiológicos e sociais. Mais ou menos assim se descreve esta doença, mas sem saber da sua origem e como combater e curar-la.

Astrologia kármica de reencarnação não se limita somente a descrever o karma e os correspondentes efeitos de algum comportamento errado em vidas passadas, mas sempre informa detalhadamente sobre as causas.

Quem realmente quer ir fundo para saber porque sua vida é como é, pode mencionar além dos seus dados de nascimento alguns dos seus maiores problemas e desafios desta vida. Uma cliente com um destino difícil fez exatamente isso. Após sua própria interpretação kármica, ele a queria também do seu marido e finalmente a sinastria entre os dois.

Neste momento, ela confessou que sofreu de anorexia e que seu marido já desencarnou alguns anos atras. Agora, tudo fazia sentido. Os mapas astrais dos dois indicaram varias vidas em conjunto e cheio de amor como irmãos e marido e esposa, mas sempre tinha um fim trágico, pois ela sempre se suicidou em algum momento das suas vidas passadas.

O marido neste vida, por razoes do karma dele, tinha que morrer prematuro de câncer. Novamente, a mulher não viu outra alternativa e procurou se suicidar, desta vez não tentando terminar sua vida dramaticamente, mas mediante de uma doença grave, a anorexia. No mapa dela se viu claramente estas tendencias fortes de suicídio, mas inconscientemente ela quis se esconder atras de uma doença, pois a alma já não aceitava mais suicídio aberto.

O final foi muito satisfatório, pois enfrentando a verdade e as razões psicológicas da sua doença, em poucas semanas ela se curou, recomeçou a viver e retomou as antigas atividades e hobbies, como viajar, natação e dança. Evidentemente, ela recuperou seu peso e não precisou mais sua doença como desculpa.

Alias, muitas doenças tem sua causa kármica. Assim, sua cura é somente uma questão de tempo, quando a pessoa sabe o que está acontecendo.

Imagem: sedentario.org,

Astrologia Kármica – Mapa Astral Kármico

março 14, 2012 2 comentários

Você já viu seu mapa astral?

Qualquer serviço astrológico se baseia principalmente em 4 pontos:

– 12 signos como matrix ou princípios arquétipos,

– 12 planetas como energias (12, pois Vênus e Mercúrio regem 2 signos),

– 12 casas como campos em que estas energias agem e

– finalmente inúmeros aspectos entre os planetas e suas reações.

Quando falamos das “influencias”, precisamos esclarecer um ponto muito importante: Planetas não têm influencias no sentido comum, mas sempre expressam princípios primordiais, princípios arquétipos. Cada planeta representa neste sentido um desses princípios que pode ser simbolicamente ativado com aspectos harmônicos e desarmônicos em conjunto com os demais.

Signos, planetas e casas do mesmo potencial de ação representam sempre o mesmo princípio, porem num outro grau dentro do mesmo tema de uma analogia vertical. Um exemplo deve eliminar qualquer duvida: Signos significam idéias (de um arquiteto) ainda não manifestadas, planetas são os planos e energias para sua realização, e as casas são os campos, onde e como tudo se materializa.

Para ser bem claro: astrologia nunca será o ensinamento dos astros, mas dos princípios arquétipos! Porém, nos astros podemos reconhecer e praticar estes princípios. Se uma situação prevista realmente acontecerá, depende de vários fatores, principalmente do estado de espírito atual e do crescimento da alma desde o nascimento.

Enquanto o mapa astral de nascimento indica o karma deste exato momento com todas suas tarefas e o programa de aprendizagem para toda uma vida, a previsão anual indica aqueles momentos em que certos princípios devem se realizar. Mas o Universo reconhece cada mudança, cada passo em direção a evolução do espírito e da alma, considerando assim, se especialmente aspectos desarmônicos ainda estão necessários ou não para a evolução da alma. Com outras palavras, quando uma alma já absolveu de livre e espontânea vontade algo que era necessário de aprender, o principio não será mais importante de agir ou somente de uma maneira mais suave.

Podemos assim comparar a astrologia com um instrumento de medição da realidade, que mede, mas não produz o evento. Como um termômetro, que mede a temperatura, mas não produz a febre. Astrologia mede a qualidade do tempo de qualquer momento e não a quantidade.

Falando de tempo, é normal de pensar em uma medida quantitativa, mas seu pólo oposto é a qualidade do tempo que tem muito mais peso na astrologia.

Para saber algo de uma certa pessoa em sua vida, pode fazer sinastria que fornece todos os dados do relacionamento: amor e casamento, atração e compatibilidade, equilíbrio de temperamento e tipo, harmonia mental e emocional, duração de um relacionamento; e a posição de Saturno com o karma de um com o outro.

Alem disso, a astrologia medica pode fornecer dados sobre predisposições de doenças, karmicamente previstas. Isso necessita uma explicação: como aspectos tensos e desarmônicos são provas e tarefas para esta vida, sua desobediência requer alguma compensação para que você termina o programa de aprendizagem, ou seja voluntariamente ou então forçado.

P.S. Dados necessários para seu mapa astral: nome, país, cidade, data e hora exata do nascimento e país em que vive.

Imagem: astrologiakarmica

Qual é o sentido da Astrologia?

janeiro 31, 2012 Deixe um comentário

Para deixar bem claro: queremos falar de astrologia kármica de reencarnação e não de horóscopos diários de conteúdo duvidoso e muitas vezes ridículo e outros tipos de astrologia de baixa qualidade.

Astrologia séria é milenar e a mãe de qualquer ciência. Sempre será uma disciplina esotérica e jamais ciência, pois trata-se de ensinamentos, ensinamentos divinos longe antes do surgimentos de qualquer ciência. E mais uma coisa: astrologia sem reencarnação perde completamente sua base, pois não pode explicar passado, presente e futura, bem com saúde e doenças, pobres e ricos e todas as diferencias sociais. Sem reencarnação, sem karma, Deus somente se torna um Deus medíocre, raivoso e vingativo – como algumas religiões ensinam – e deixe ser um Deus generoso e de amor.

Como se podia pensar, a astrologia não é o ensinamento dos astros, mas se trata de princípios primordiais, princípios arquétipos de origem divina.

É para destruir mais um paradigma: os astros não tem influencias do tipo como a maioria dos astrólogos está falando. Evidentemente, Sol e Lua tem uma influencia física, o Sol para fornecer luz e calor, sem o que a vida como nos conhecemos não seria possível, e a Lua com sua proximidade e consequente força gravitacional, responsável, por exemplo, pelas marés.

Então, para que servem os astros?

Podemos comparar a astrologia com um instrumento de medição da realidade, que mede, mas não produz os eventos. Como um termômetro, que mede a temperatura, mas não produz a febre. Astrologia mede a qualidade do tempo de qualquer momento e não a quantidade.

Falando de tempo, é normal de pensar somente em uma medida quantitativa, mas seu pólo oposto é a qualidade do tempo que tem muito mais peso na astrologia.

O grande presente de Deus ao ser humano acontece no exato momento do seu nascimento: Deus desenha seu destino bem visível com astros no céu para que ele pode ler o que o espera nesta vida. Cabe ao homem de decifrar a escrita divina. Isso com certeza não acontece em 3 linhas de um horóscopo diário de algum jornal.

E mais: com a Previsão Anual das progressões e dos trânsitos podemos ver, quando um certo evento, previsto no mapa astral, pode acontecer.

A Sinastria serve para comparar compatibilidades das relações entre as pessoas como amor e casamento, atração, equilíbrio e harmonia de temperamento e tipo, concordância mental, reencontros kármicos, laços familiares e outros mediante as posições e aspectos de todos os planetas, sempre sobre o foco especial da reencarnação.

Cada bom astrólogo kármico deveria incluir astrologia médica, pois faz parte como o karma se pronuncia.

Imagens: horoscopoblog.com.br, astrologiakarmica.com,

Sinastria (2)

Muitas vezes, os resultados surpreendem!

A relação entre pais e filhos sempre necessita atenção especial. Por isso se recomenda de fazer primeiro a interpretação de todos os envolvidos e somente depois as sinastrias.

A principal tarefa e responsabilidade dos pais com seus filhos é o amor, a proteção e a educação até uma idade madura. Este objetivo não é fácil, como todos pais sabem, pois inclui uma serie de obrigações e fatores desconhecidos que podem surgir de repente a qualquer momento.

O primeiro grito de um recém nascido comprove que não se trata de um objeto, mas de um individuo com suas próprias vontades e necessidades. A primeira reação dos pais é o amor incondicional. Isto é normal, pois um sábio Deus nos deu uma natureza quase única entre todos os seres, que os mamíferos, espécie a que pertencem os humanos, tem em comum alem dos pássaros: eles sentem a necessidade de cuidar dos seus filhos.

Existe um grande erro nas opiniões de pais e filhos que acham que estes filhos em questão apareceram por acaso e não pelo destino. Quantas vezes em discussões, pai e mãe não ouviram dos filhos as palavras, que eles não são culpados por que não escolheram os pais? O contrario é a verdade. Cada criança realmente escolhe antes de reencarnar os pais e as condições em que quer ou necessita viver, pois somente estes pais garantem a melhor condição para suas tarefas de aprendizagem e sua evolução espiritual.

Mas não só de amor e alimentos vive um pequeno ser após seu nascimento. Ao primeiro grito, os pais entendem que ele precisa de muitos cuidados e uma compreensão especial. Não só o filho aprende com o passar do tempo dos seus pais, os pais também aprendem dele muitas coisas. Normalmente não sabem que seu filho até os 4 – 5 anos de idade, até o fechamento completo da moleira no meio da cabeça, está intimamente ligado ao cosmo e tem ligações estreitas com estas forças e seres de outros mundos invisíveis. Quantas vezes o filho esta brincando e feliz, se tivesse um amigo invisível? Ou mais tarde, quando já e capaz de se comunicar, conta historias sobre estes amigos, fadas, duendes e outros seres invisíveis para os pais? Normalmente, os pais acham que o filho tem fantasia demais ou até que ele é mentiroso ou doente.

Eu recomendo a cada mãe e pai de escutar muito bem, de perguntar e participar deste mundo emocionante do seu filho, pois tudo é real para ele, porque ele ainda tem a capacidade de ver este mundo invisível, coisa que os pais já perderam quando o raciocínio cresceu. O filho, nesta idade, ainda é um vidente. Ele também se lembra da sua ultima ou das ultimas vidas passadas, e quem sabe, fala um idioma que os pais não entendem, ou conta histórias de momentos importantes do passado.

Pais, favor escutem bem que os filhos, também os pequenos, têm a dizer. Vale a pena.

Agora um exemplo da minha própria experiência: uma jovem esposa pediu sua interpretação e, muito satisfeita, encomendou também do seu marido e filho de 5 anos e em seguida as sinastrias. Este filho também sempre tinha muita “fantasia” e ninguém levou isso á sério e o escutou. As minhas analises descobriram o seguinte: durante a segunda guerra mundial o pai era um alto oficial inglês e a mãe uma enfermeira. Eles se conheceram quando o pai foi ferido. O filho, nesta época, era o oficial superior do pai e seu grande amigo e também conheceu em seguida a enfermeira, que depois casou com o pai.

De repente, o filho de hoje começou a contar das muitos armas, jeeps e tanques, que ele “já tinha quando era grande”, a sua fascinação de armas de brinquedo e que ele já conhecia os pais, ganhou uma nova dimensão. Agora, ele podia contar a vontade e os pais escutaram e aprenderam muito, especialmente sobre Inglaterra e Londres com seu filho de somente 5 anos. Interessante, não é?

Eu acho interessante que três pessoas que se conheceram, quem sabe “por acaso” numa outra época, criaram sentimentos e relações tao fortes de amor, amizade e que uns pertencem aos outros, que decidiram de se encontrar de novo numa outra reencarnação, porem desta vez como família.

Imagem: arliecirming1.blogspot.com, ivanaldohistoria.blogspot.com,

O Mapa Astral e suas relações

O que mais o mapa astral kármico de reencarnação pode revelar alem do destino da pessoa em questão?

Nos já sabemos que ele descreve o signo e as 12 casas revelam a personalidade; bens e dinheiro; irmãos e primos; família e infância; filhos, amados e sua vida amorosa em geral; saúde e profissão; casamento; morte e renascimento; idéias, religião e filosofia; convívio na sociedade e reputação; amigos atuais e de outras vidas e finalmente suas felicidades e seus sofrimentos, alem de pessoas conhecidas em outras vidas que reencontrou hoje, bem como antigas profissões e países em que viveu. A final tudo que o mapa mostra é a viagem da alma pelo passar do tempo.

Porem, se não há outras informações, alguns planetas podem revelar algo sobre as pessoas mais intimas do nosso convívio. Por exemplo, o Sol não somente indica o signo e sua personalidade formada em vidas passadas, mas também as características principais do seu pai.

De um lado temos o seu próprio relacionamento com seu pai, mas no outro podemos também ver mais detalhes do seu pai e como e porque ele se comporta a respeito de você e outras pessoas da família. Pode ser que este sistema se torna um pouco complicado, mas mesmo assim as informações básicas são surpreendentemente corretas.

O mesmo sistema se usa para ter detalhes da sua mãemediante a Lua. Ele também, em combinação com a Venus, pode informar sobre esposas, irmas, amantes e filhas.

Marte indica detalhes de maridos e amantes masculinos. Mercúrio indica irmãos e primos. Saturno representa os velhos da família e pessoas que já são velhos conhecidos de outras vidas.

Os aspectos também podem informar as relações entre si, por exemplo entre pai e mãe, representados pelo Sol e Lua.

Evidentemente, uma interpretação das pessoas em questão e a respectiva sinastria são bem mais precisas, mas as vezes não temos dados exatos do nascimento deles.

Imagem: lookfordiagnosis.com,

%d blogueiros gostam disto: