Arquivo

Posts Tagged ‘tristeza’

Destino ou Coincidência?

agosto 22, 2011 5 comentários

Quem acredita em Astrologia Kármica de Reencarnação sabe que no Universo não há lugar para coincidências, porque tudo tem sua ordem conforme as Leis Cósmicas e nada pode escapar. (Cosmo quer dizer ordem.)

Olha no céu e veja as estrelas. Ou melhor ainda, nosso sistema solar. Todos os movimentos dos planetas são previsíveis e calculáveis e funcionam como um relógio de precisão. E isso durante muitos milênios. Ou você não concorda? Então, me diga, onde há espaço para coincidências.

Vamos ver alguns exemplos da previsibilidade de alguns planetas e os Princípios Primordiais que eles representam no mapa astral de uma pessoa, sempre lembrando que a astrologia kármica funciona como um instrumento de medição que mede e não produz a realidade, como um termômetro que meda a temperatura, mas não produz a febre. Evidentemente, qualquer planeta somente informa sobre acontecimentos de vidas passadas e seus efeitos neste vida atual. Com outras palavras, karma em ação, causa e efeito ou como Jesus disse: o que você semeou – em outras vidas – vai colher – nesta vida. Esta é a lei!

Todos tem uma ideia o que a Venus significa: Beleza, amor e bem estar e muito mais características positivas. Mas o que pode acontecer, quando Venus está com aspectos desarmônicos, bloqueada e sem aspectos ou ainda retrograda?

Estas pessoas com certeza reclamam das suas relações amorosas miseráveis. Ou não encontram um parceiro certo ou as relações sempre terminam logo e somente resta insatisfação, tristeza e solidão. Conheço tantas pessoas com este destino triste e não importa, se são bonitas ou não, se tem dinheiro ou não, eles sempre atraem parceiros errados que as traiam ou logo abandonam.

Uma cliente que conhece deste sua infância, infelizmente tem a Venus completamente abandonada, quer dizer, sem nenhum aspecto. Para não complicar, nem vou mencionar o signo e a casa em que a Venus se encontra. Signo e casa somente informam o que aconteceu no passado para deixar a Venus agora amarrada.

Minha cliente é uma linda mulher de 33 anos com boa educação, que sabe conversar, que tem muitos amigos, que sempre é uma agradável companhia e que parece estar muito feliz, mas isso não é o caso, pois ela nunca conseguiu ter um parceiro por um período longo ou mesmo casar e ter filhos. Sempre foi traída e abandonada por razões ridículas. Eu sei que ela está sofrendo muito.

Claro, que ela não sabe conscientemente o que aconteceu em vidas passadas, mas o mapa astral define isso muito bem, que ela sempre traiu e abandonou seus parceiros no passados, criando assim muito sofrimento. Hoje, as Leis da Atração, ou da Afinidade, ou da Ressonância respondem claramente de tal maneira que ela sempre se interessa por parceiros ruins. Para todos em sua volta, isso é previsível, apenas não para ela. E não adianta de avisar.

Pois é, destino ou coincidências? O que você acha?

Continua.

Imagem: acropolepoetica.blogspot.com,

Reencontro com seu Assassino

julho 10, 2011 2 comentários

Quem acha que astrologia kármica de reencarnação é algo teórico, estéril ou chato está redondamente enganado.

Amor, paixão, sexo, traição, abandono, briga, violência, raiva, assassinato, morte, crueldade, emoção incontrolável, felicidade, tristeza, sofrimento e muitos outros sentimentos acontecem como nas melhores novelas. As vezes, o astrólogo vê e prevê acontecimentos dramáticas.

Vou contar a historia de uma jovem e bela mulher por volta dos 20 anos que pediu seu mapa astral kármico de reencarnação, pois sofria do medo inexplicável de ser assassinada. Logo descobri que ela realmente foi assassinada numa vida passada, e mais: ela tinha uma certa preferencia ou digamos afinidade com homens mais violentos acima da media. E um destes homens, provavelmente, estava a sua espera.

A minha recomendação era de me avisar e dar os dados de nascimento dos homens com quem tinha ou, futuramente, teria alguma relação intima. O primeiro homem foi o noivo, mas uma rápida olhada no mapa dele indicou seu caráter pacifico. Provavelmente era pacifico demais, pois ela falou que provavelmente não ia casar com ele, porque era um pouco chato e tranquilo demais. Ela preferia alguém com mais ação.

Alguns meses depois me ligou muito animada que encontrou o homem dos seus sonhos de 24 anos, mas se lembrando das minhas recomendações, ela me deu seus dados de nascimento e pediu uma interpretação urgente dele. Não pude fazer isso imediatamente, pois tinha outros pedidos na frente. Ao final foi bom, pois este jovem tinha assim oportunidade de se revelar para ela.

Quando consegui me dedicar ao novo amante deste jovem mulher, me assustei: ele era exatamente o homem que a matou numa vida passada e ela corria o mesmo risco nesta vida. Imediatamente leguei para ela e a avisei e pedi de ser muito, muito cautelosa. Dois dias depois pedi um encontro junto com este homem recém conhecido. Ele pareceu ser um jovem sem muita expressão e completamente normal e nada o caracterizou obviamente como violento. Eu queria falar com ele sozinho.

Após de me apresentar, expliquei o que tinha descoberto sobre o caráter dele, que ele não possuía nenhum controle emocional, que ele era muito violentou, que ele já matou a sua namorada numa vida passada, correndo o risco de repetir o assassinato e que eu ia recomendar a ela de se separar imediatamente dele.

Ele ficou chocada, admitia a falta de controle emocional e que era as vezes um pouco violento, mas nada mais e que não ia se separar de jeito nenhum, pois amava ela.

Durante minha conversa com ele, minha esposa conversou com a jovem mulher e tentou me mandar alguns sinais que eu não entendi. Mas era exatamente aquilo que já descobri, sobre sua violência. Depois fiquei sabendo que este jovem já bateu em sua nova namorada e a normalmente agarrava brutalmente nos braços, o que deixou suas marcas bem visíveis. Mas o mais grave tinha acontecido no fim da semana anterior. Ele era guitarrista de uma Banda de Rock e, por qualquer bagatela, ele parou de tocar e espancou um adolescente tanto, que ficou já alguns dias inconsciente num hospital. Agora estava sendo processado pela policia por tentativa de assassinato. Esta informação era uma bomba para mim, pois confirmou minha interpretação e minhas preocupações com a jovem mulher.

Resultado: a jovem se separou do seu namorado violento instantaneamente e valorizou muito mais se noivo tranquilo e “um pouco chato”.

Leitora: Para seu próprio bem, ao menor sinal de violência, separa-se do seu parceiro e procura ajuda da policia!

Imagem: novaemoderna.blogspot.com, anjoseguerreiros.blogspot.com

Categorias:Astrología e Horóscopo Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
%d blogueiros gostam disto: