Arquivo

Posts Tagged ‘Venus’

Astrologia Kármica – Mapa Astral Kármico

março 14, 2012 2 comentários

Você já viu seu mapa astral?

Qualquer serviço astrológico se baseia principalmente em 4 pontos:

– 12 signos como matrix ou princípios arquétipos,

– 12 planetas como energias (12, pois Vênus e Mercúrio regem 2 signos),

– 12 casas como campos em que estas energias agem e

– finalmente inúmeros aspectos entre os planetas e suas reações.

Quando falamos das “influencias”, precisamos esclarecer um ponto muito importante: Planetas não têm influencias no sentido comum, mas sempre expressam princípios primordiais, princípios arquétipos. Cada planeta representa neste sentido um desses princípios que pode ser simbolicamente ativado com aspectos harmônicos e desarmônicos em conjunto com os demais.

Signos, planetas e casas do mesmo potencial de ação representam sempre o mesmo princípio, porem num outro grau dentro do mesmo tema de uma analogia vertical. Um exemplo deve eliminar qualquer duvida: Signos significam idéias (de um arquiteto) ainda não manifestadas, planetas são os planos e energias para sua realização, e as casas são os campos, onde e como tudo se materializa.

Para ser bem claro: astrologia nunca será o ensinamento dos astros, mas dos princípios arquétipos! Porém, nos astros podemos reconhecer e praticar estes princípios. Se uma situação prevista realmente acontecerá, depende de vários fatores, principalmente do estado de espírito atual e do crescimento da alma desde o nascimento.

Enquanto o mapa astral de nascimento indica o karma deste exato momento com todas suas tarefas e o programa de aprendizagem para toda uma vida, a previsão anual indica aqueles momentos em que certos princípios devem se realizar. Mas o Universo reconhece cada mudança, cada passo em direção a evolução do espírito e da alma, considerando assim, se especialmente aspectos desarmônicos ainda estão necessários ou não para a evolução da alma. Com outras palavras, quando uma alma já absolveu de livre e espontânea vontade algo que era necessário de aprender, o principio não será mais importante de agir ou somente de uma maneira mais suave.

Podemos assim comparar a astrologia com um instrumento de medição da realidade, que mede, mas não produz o evento. Como um termômetro, que mede a temperatura, mas não produz a febre. Astrologia mede a qualidade do tempo de qualquer momento e não a quantidade.

Falando de tempo, é normal de pensar em uma medida quantitativa, mas seu pólo oposto é a qualidade do tempo que tem muito mais peso na astrologia.

Para saber algo de uma certa pessoa em sua vida, pode fazer sinastria que fornece todos os dados do relacionamento: amor e casamento, atração e compatibilidade, equilíbrio de temperamento e tipo, harmonia mental e emocional, duração de um relacionamento; e a posição de Saturno com o karma de um com o outro.

Alem disso, a astrologia medica pode fornecer dados sobre predisposições de doenças, karmicamente previstas. Isso necessita uma explicação: como aspectos tensos e desarmônicos são provas e tarefas para esta vida, sua desobediência requer alguma compensação para que você termina o programa de aprendizagem, ou seja voluntariamente ou então forçado.

P.S. Dados necessários para seu mapa astral: nome, país, cidade, data e hora exata do nascimento e país em que vive.

Imagem: astrologiakarmica

Astrologia Kármica: Vênus e o Amor (2)

novembro 26, 2011 Deixe um comentário

Agora você já entende alguma coisa da Vênus e sabe que este planeta é muito importante para nossos relacionamentos íntimos e emoções positivas.

Com poucas palavras-chave: o Sol significa Deus, o pai e a vida em si; a Lua é a mãe, a natureza, o passado; Mercúrio nos dá o poder de pensar e comunicar; Marte significa a energia divina, a semente brotando que apenas batalha para viver e crescer.

Assim, Vênus está em boa companhia com suas emoções e a capacidade de amar e sentir a felicidade. Porem, quando não consegue desenvolver estes sentimentos positivos, algo deve estar errado e este algo somente pode ter razões kármicas, se não queremos dizer que nosso Criador é um Deus que apenas quer nos julgar e condenar, sendo injusto e vingativo e não um Deus de amor e perdão.

Para descobrir o que está errado com nossos sentimentos e relacionamentos íntimos, serve perfeitamente a Astrologia Kármica, verificando as condições da Vênus no mapa astral. A falte de amor em vidas passadas se mostra na maioria dos casos como Falta de Capacidade de Amar e requer aprendizagens muito dolorosas nas reencarnações subsequentes.

Ainda hoje acontecem casos kármicos que tem sua origem nos acontecimentos cruéis da antiga inquisição e não são poucos. Ou são exemplos de atos violentos em guerras. As vezes, se pode ate definir, em qual guerra e em qual pais aconteceu. Mas pode ser também nada tão expressivo, como por exemplo o comportamento feio e maligno de um padastro/madrasta com seus enteados. Hoje tem problemas em ter filhos ou sofrem com o comportamento deles.

Outros simplesmente humilharam pessoas e sofrem hoje do mesmo jeito humilhações. Alguém que humilhou no passado pessoas gordas, pode renascer com a tendencia de engordar e sofrer também humilhações.

O karma, normalmente, paga com a mesma moeda e o mesmo peso dos atos cometidos no passado. Quem matou, também morre violentamente. Quem somente causou danos, sofre dos mesmo danos.

Muito interessante são os casos da homossexualidade que normalmente não são bem aceitos e entendidos pela sociedade. Nunca podem ser considerados como doenças, loucura e deficiências genéticas, são simplesmente necessidades kármicas. Após uma serie de reencarnações como homem ou mulher, uma mudança de sexo é necessária por razões kármicas.

Por exemplo, um homem em vidas passadas, maltratou gravemente mulheres. Para sentir os mesmos maltratos no próprio corpo, ele se reencarnou hoje como mulher. Quando suas tendencias e características masculinas ainda estão muito fortes, ele se torna homossexual. O mesmo vale para o sexo oposto, de uma mulher que de repente se encontra num corpo masculino, sentindo ainda seu antigo ser feminino. Não é fácil de entender?

O assuntou não se esgotou com estas poucas palavras.

Imagem: ‘O nascimento de Venus de Sandro Botticelli’

Astrologia Kármica: Vênus e o Amor

novembro 24, 2011 Deixe um comentário

Você consegue imaginar o que o planeta Venus pode significar e quantas informações apenas ele contem? Veja o mapa astral kármico ao lado que já foi abordado uns dias atras. Leia e vai se surpreender:


Vênus é o planeta dos relacionamentos íntimos e das emoções positivas, simbolizando amor, beleza, bem-estar, luxo, casamento, ternura e alegria. Como a Lua e Netuno, ele representa o Princípio Eterno Feminino Universal, a Lua no nível físico e Vênus no emocional.

Sol, Mercúrio, Vênus e Marte são os planetas mais influentes para nossa vida. Especialmente Vênus indica, como o amor e casamentos se realizaram em vidas passadas e informa sobre relações que influenciam hoje relações com filhas, amantes, artes e dinheiro.

Vênus fraca e em signo ou casa com poucos ou sem aspectos ou apenas com aspectos desarmônicos, indica abusos e egoísmo em vidas passadas, causando hoje relacionamentos amorosos pouco felizes.

Especialmente Vênus Retrógrada anuncia uma vida amorosa difícil e as pessoas se comportam contraditórias a respeito dos seus parceiros. Procuram organizar a relação, mas agem muito duro e exigente ou de uma maneira de baixo nível. Existe uma grande contradição entre as intenções e a realidade em que esse amor é vivido. As dificuldades com o sexo oposto se originam a uma falta de segurança interior e uma solidão afetiva, que, cheio de saudade de felicidade, não consegue soltar os bloqueios e sempre escolham parceiros errados.

Vênus retrógrada indica karma bastante pesado no campo afetivo: a pessoa, em vidas passadas, não intendeu a essência do amor. Seu comportamento trouxe muito sofrimento, razão pela qual ela hoje não consegue se entregar plenamente ao parceiro.

Ás vezes, Vênus retrógrado indica tendência homossexual em vidas passadas, mais em homens, menos em mulheres, que nem sempre passou de certa simpatia só para o mesmo sexo e antipatia para o sexo oposto. Pode ser também um indicio para uma mudança de sexo nesta vida, quer dizer, que uma alma que já encarnou varias vezes como homem, renasceu nesta vida como mulher, e vice-verso.

Sempre suspeita do parceiro segundas intenções egoístas ou interesseiras, mesmo quando este não é o caso. Mas com essa atitude e desconfiança, ele rejeita o amor do parceiro, muitas vezes injustamente, e perde a oportunidade de viver um amor com felicidade.

Felizmente, Vênus não fica toda vida retrógrado e chaga o momento, em que a alma pode sair da sua prisão da vida sentimental. No mesmo ano, em que Vênus deixa de ser retrogrado, a vida amorosa e afetiva se torna mais aberta e rica, porem mais feliz?

Homossexualidade

Como se explica homossexualidade, se não é loucura, nem doença e nem perturbação genética? Simplesmente pelo fato e mudança de sexo entre uma e outra encarnação. Assim, a alma, sem sexo em estado não encarnada, mas já com experiências de um dos dois sexos, sente a dificuldade de se organizar no sexo oposto e sente ainda tudo que sentiu num encarnação anterior.

 Vênus Retrógrado em Leãoindica que a alma, em vidas passadas, se ocupou muito em impressionar os seus amantes com luxo, dinheiro e snobismo. Em relações intimas, o seu comportamento autoritário e o desejo exagerado de proteger, fazia medo as pessoas amadas. Hoje, tem que aprender se relacionar com a pessoa amada numa maneira mais liberal e gentil e respeitar a sua individualidade.

 Quando há aspectos desarmônicos com Vênus, sempre indica falta de amor em sua personalidade e você não consegue a afeição das pessoas do seu ambiente, porque é frio, pouco simpático ou irônico e impaciente, criando obstáculos nos signos e casas envolvidos. Esta falha tem suas origens em vidas passadas.

Indica também uma certa rejeição de uma filha, irmã ou amante, ou em raros casos, a rejeição de pessoas do sexo oposto.

Muitas pessoas confundem o verdadeiro amor com o amor para uma pessoa ou um objeto, sem considerar que o amor necessita principalmente da capacidade de amar, amar a si mesmo, como também o próximo. Só assim conseguem enxergar o verdadeiro tamanho do amor.

Vênus Retrógrado na Casa 10 indica uma vida passada bastante triste e cheia de frustrações, pois você não conseguiu realizar os seus desejos mais valiosos. Você queria o prestigio, honras, fama, gloria e o reconhecimento em geral pelos seus superiores, em sua profissão ou diante da sociedade. Os traços negativos do seu caráter, como falta de tato e diplomacia, orgulho e arrogância, levaram-no ao fracasso.

Hoje, nessa vida, você tem todas as chances de se livrar desses bloqueios, simplesmente se conscientizando dessas falhas e evitando-as.

Aspecto Vênus – Saturno retrógrado

Esse aspecto é bastante infeliz e mostra que você não agiu sempre bem em vidas passadas a respeito do amor, com o sexo oposto e em relação aos outros. Os lados negativos dos dois planetas podem causar relações muito difíceis e com frieza com seus parceiros amorosos, porque você tende para segredos, intrigas e satisfação egoísta em suas paixões e até perversidades contra jovens.


 Casamento será difícil por causa do seu ciúme descontrolado, da sua maneira extremamente econômica e da sua ganância. Tudo isso pode levar a graves problemas de bloqueios e falta de capacidade de amar e ser amado.

 Mulheres sentem desconfiança da sua feminilidade, não tendo ou não querendo filhos e uma grande vulnerabilidade a críticas. Se outros aspectos apóiam, sua falta de feminilidade pode se tornar em simpatia pelo próprio sexo ou homossexualidade.

Sempre significa atrasos, barreiras para conseguir o parceiro desejado e provavelmente um parceiro bem mais velho. Esta constelação indica também a falta de carinho e ternura sentida real ou imaginada.

Veja ainda a Astrologia Medica que faz parte da Astrologia Kármica

Vênus com aspectos desarmônicos pode indicar as seguintes predisposições para enfermidades:

Quando se refere ao Touro

Adiposidades, tonsilites (com pus), angina, resfriados, constipação, espasmos na nuca, tumores, doenças das glândulas.

Disposição para dores

Glote, cavidade oral, otite média, anel linfático do pescoço (tonsilite).

Gostou do exemplo?

Imagem: www.astrologiakarmica.com

Categorias:Astrología e Horóscopo Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Astrologia Kármica e o Amor

outubro 17, 2011 Deixe um comentário

Amor perdido, amor traído, amor não respondido, como recuperar um amor perdido? Seja qualquer tipo do amor, sempre tem a ver com a Venus.

Sem a Venus, respectivamente, sem seus princípios primordiais, a vida humana não seria possível, pois ela explica nossos sentimentos e relacionamentos íntimos.

A relação entre casais e com o sexo oposto se pode ver nos aspectos entre Venus e Marte. Perturbações são rapidamente verificados nas posições e nos aspectos entre Marte e Venus. Mas também a Lua e as vezes o Sol podem dar valiosa informações.

Quando ainda não tem uma definição, pode consultar também Jupiter, o grande benéfico com sua abundância. Se não existe este abundância e Marte e Venus não se dão bem, provavelmente há abusos no passado em outras vidas e os problemas de hoje servem de compensação kármica para aprender de respeitar o outro. Neste caso, Saturno pode indicar a maior carga kármica que provavelmente tem haver com frieza e maus tratos do parceiro no passado.

Mais serio é Venus retrograda que significa uma lição muito importante a aprender, pois em vidas passadas a pessoa não entendeu o sentido do verdadeiro amor e fez as pessoas amadas sofrerem muito. Também pode indicar uma mudança de sexo da ultima reencarnação para esta atual e uma possível homossexualidade que tem que ser confirmada por outros aspectos.

Quando porem, Venus não tem nenhum aspecto e se encontra completamente bloqueada, a vida amorosa se torna muito complicada, pois a pessoa ou não tem relações amorosas ou encontra sempre parceiros erradas. Superando esta situação é difícil e requer mudanças radicais da personalidade e dos pensamentos.

Seja como for, o karma nunca falha e os sofrimentos devem servir de lição para o futuro.

O melhor remédio é de se lembrar que o mais importante na vida é a capacidade de amar, e não lamentar somente a falta de um parceiro ideal. Existem outras pessoas e outras coisas valiosas para amar, amar o próximo, por exemplo.

Imagem: http://www.ogrupo.org.br/pensamentosdeamor.asp

Destino ou Coincidência?

agosto 22, 2011 5 comentários

Quem acredita em Astrologia Kármica de Reencarnação sabe que no Universo não há lugar para coincidências, porque tudo tem sua ordem conforme as Leis Cósmicas e nada pode escapar. (Cosmo quer dizer ordem.)

Olha no céu e veja as estrelas. Ou melhor ainda, nosso sistema solar. Todos os movimentos dos planetas são previsíveis e calculáveis e funcionam como um relógio de precisão. E isso durante muitos milênios. Ou você não concorda? Então, me diga, onde há espaço para coincidências.

Vamos ver alguns exemplos da previsibilidade de alguns planetas e os Princípios Primordiais que eles representam no mapa astral de uma pessoa, sempre lembrando que a astrologia kármica funciona como um instrumento de medição que mede e não produz a realidade, como um termômetro que meda a temperatura, mas não produz a febre. Evidentemente, qualquer planeta somente informa sobre acontecimentos de vidas passadas e seus efeitos neste vida atual. Com outras palavras, karma em ação, causa e efeito ou como Jesus disse: o que você semeou – em outras vidas – vai colher – nesta vida. Esta é a lei!

Todos tem uma ideia o que a Venus significa: Beleza, amor e bem estar e muito mais características positivas. Mas o que pode acontecer, quando Venus está com aspectos desarmônicos, bloqueada e sem aspectos ou ainda retrograda?

Estas pessoas com certeza reclamam das suas relações amorosas miseráveis. Ou não encontram um parceiro certo ou as relações sempre terminam logo e somente resta insatisfação, tristeza e solidão. Conheço tantas pessoas com este destino triste e não importa, se são bonitas ou não, se tem dinheiro ou não, eles sempre atraem parceiros errados que as traiam ou logo abandonam.

Uma cliente que conhece deste sua infância, infelizmente tem a Venus completamente abandonada, quer dizer, sem nenhum aspecto. Para não complicar, nem vou mencionar o signo e a casa em que a Venus se encontra. Signo e casa somente informam o que aconteceu no passado para deixar a Venus agora amarrada.

Minha cliente é uma linda mulher de 33 anos com boa educação, que sabe conversar, que tem muitos amigos, que sempre é uma agradável companhia e que parece estar muito feliz, mas isso não é o caso, pois ela nunca conseguiu ter um parceiro por um período longo ou mesmo casar e ter filhos. Sempre foi traída e abandonada por razões ridículas. Eu sei que ela está sofrendo muito.

Claro, que ela não sabe conscientemente o que aconteceu em vidas passadas, mas o mapa astral define isso muito bem, que ela sempre traiu e abandonou seus parceiros no passados, criando assim muito sofrimento. Hoje, as Leis da Atração, ou da Afinidade, ou da Ressonância respondem claramente de tal maneira que ela sempre se interessa por parceiros ruins. Para todos em sua volta, isso é previsível, apenas não para ela. E não adianta de avisar.

Pois é, destino ou coincidências? O que você acha?

Continua.

Imagem: acropolepoetica.blogspot.com,

O que mais pode acontecer ate 2012?

Astrologia Kármica de Reencarnação e Consciência:

Quem entende um pouco de Astrologia, sabe que ela é e sempre será

1. O Ensinamento dos Princípios Primordiais e não dos astros. Os astros simplesmente são níveis diferentes e praticáveis, mas substituíveis.

2. Estes Princípios Primordiais se chamam Sol, Lua, Mercúrio, Venus, Marte, Jupiter Saturno, Urano, Netuno e Plutão.

3. A Astrologia é um instrumento de medição que mede e não produz a realidade, como um termômetro que meda a temperatura, mas não produz a febre.

Baseando-se nestes princípios, é possível, não só analisar o estado triste do nosso planeta, considerando ainda os envolvidos – de uma lado a própria Terra, do outro lado a humanidade – mas também as reações prováveis que se mostram em forma de catástrofes, como estamos vivendo durante as ultimas décadas, sempre mais freqüentes e sempre mais violentas.

Por esta razão, o enorme desastre do vazamento de óleo no Golfo de Mexico era previsível pela natureza do acontecimento, bem a localização em frente da porta do maior poluidor do mundo, os Estados Unidos da America.Mas quem se lembra disso ainda?

Ou das ultimas catástrofes no Japão, terremoto, tsunami e desastre das usinas nucleares. Parece que Japão não aprendeu nada das bombas atômicas durante a segunda guerra mundial, que teve a triste experiencia de ser vitima de duas explodindo em seu país.

O que mais deve acontecer para a humanidade aprender que não se brinca com a natureza?

Errados estão aqueles que acham que tudo já terminou!

Continua.

Imagem: NASA, sosmeioambiente.com.br, cidadedealverca.com,

%d blogueiros gostam disto: